Capítulo 17 - A Progressão - amostragem


  
Seu Livro de Vida

Quase tudo o que você quer saber
 sobre Astrologia da Alma e do Auto-Conhecimento
Em 22 Capítulos/Volumes
© 2008 Milward



Capítulo  17

A Progressão

Janine Milward


Editora Estrela do Belém






SEU LIVRO DE VIDA

AMOSTRAGEM DO CAPÍTULO 17
A Progressão

Trazendo a descrição completa dos Temas a serem abordados
E alguns trechos dos vários textos apresentados

Em
 http://seulivrodevida.blogspot.com
você encontrará
a Amostragem de cada um dos 22 Capítulos/Volumes
e também
Como Adquirir os Capítulos/Volumes de Seu Livro de Vida!


Temas a serem abordados no Capítulo 17 ORIGINAL
 (em 79 páginas):


Dois Dedos de Prosa, caro Amigo das Estrelas!

Apresentação da Obra
Seu Livro de Vida
Sobre Seu Livro de Vida
e sobre O Risco do Bordado,
o mapa astral natal,
e sobre os demais mapas coadjuvantes
Sobre o Encadeamento dos Temas
ao longo dos 22 Capítulos/Volumes de Seu Livro de Vida
Síntese dos 22 Capítulos



Introdução ao Tema

Visão Subjetiva

Progressão:
A eterna mutação acontecendo dentro do Risco do Bordado, trazendo os redesenhamentos em nosso Grande Teatro da Vida

Progressão Direta (ou Secundária) e Conversa
Imagens advindas do Inconsciente pessoal/coletivo e traduzidas para o consciente, tanto em termos de vivências sucessivas e anteriores como para vivências atuais e posteriores.

Visão Objetiva

Como Trabalhar o Mapa em Progressão

Sol e Lua e Ascendente em Progressão
Sol (e Terra): um grau = um ano de vida
Signos que vão sendo cobertos pelo Sol em Progressão
Os Andamentos do Sol (e da Terra), para os nativos dos Signos
Sobre o Ciclo da Lua em Progressão
sendo realizado dentro do Risco do Bordado, o mapa astral natal,
e dentro do próprio Mapa Progredido,
contando com a Progressão do Sol, neste último, da mesma forma
Os Retornos da Lua em Progressão aliados aos Retornos de Saturno - bem como esses Retornos sendo concluídos pelos Aspectos em Progressão do Sol em Semi-Sextil e Sextil e Quadratura - formalizando as entradas dos Segundo, Terceiro e Quarto Atos de Vida!
Retorno da Progressão acontecendo em 27 anos, cumprindo todas suas Oito Fases
Algumas Conclusões sobre o Ciclo da Lua Progredida em relação ao Risco do Bordado e em relação ao Mapa em Progressão
O Ascendente em Progressão
Sabemos que o céu se movimenta - em movimento aparente de Leste para Oeste (por causa da rotação da Terra que acontece do oeste para leste) - a cada dia quatro minutos
As Progressões dentro da Parte da Fortuna, do Ponto da Iluminação e da Parte do Espírito

Os Planetas Progredidos
Planetas em movimento Direto ou em Movimento Retrógrado

Aspectos
entre os Arquétipos Progredidos
e Aspectos do Mapa Progredido em relação ao Mapa Astral Natal
O Sol realizando sua Progressão fazendo Aspectos consigo mesmo, com o Sol natal
O Sol em Progressão, adentrando Casas Astrológicas seguintes, fusionando-se ao Mapa Astral natal
O Sol realizando sua Progressão sobre os Planetas mais Lentos
A Lua e os Demais Planetas realizando suas Progressões

As Casas Astrológicas Progredidas
O Andamento das Casas Astrológicas do Risco do Bordado em Progressão
Os Planetas mais Lentos acompanhando as Casas Astrológicas em Progressão
Signos Interceptados e Casas estendidas
Os Planetas Rápidos e Lentos acompanhando os Signos Interceptados em Progressão

Ratificação ou Retificação do Horário do Nascimento,
a partir do Mapa Natal em Progressão

O Retorno ao Horário do Nascimento, em dias seguintes ao do nascimento/evento
Ou os Trânsitos do Momento Certeiro de mais um ano de vida!

Trânsitos, no céu de hoje,
dos Planetas mais Lentos, dentro do Mapa Progredido

Algumas Palavras finais....? sobre a Progressão
Um lampejo de compreensão - insight -
acerca o tecimento dos Cenários acolhendo os Arquétipos também em Progressão que haverão de possivelmente compor Riscos do Bordado de encarnações futuras, através nossas ações e reações em potencial, Karmas e Samskaras atuados em nossa encarnação atual e estruturados em nosso mapa astral natal, de nossa vida de aqui-e-agora.

Exemplos Práticos
de Comentários sobre Mapa em Progressão
Seu Livro de Vida Personalizado




ALGUNS TRECHOS EXTRAÍDOS DO CAPÍTULO 17:


Progressão


Viemos até esse momento, em nossas tantas e tantas Aulas anteriores, estudando muitas e muitas questões fundamentais em relação à Astrologia, ao mapa astral natal e aos seus mapas coadjuvantes, não é verdade?

Bem, eu somente agora resolvi introduzir a você o Tema sobre a Progressão.  E por que?  Porque eu penso que, dentro do Tema Progressão, iremos encontrar e nos deparar e enfrentar uma série de questões que pressuporão que já tenham sido bem assimiladas anteriormente! 

Quais questões são essas? 

Primeiramente, a leitura e interpretação do mapa astral, da Mandala Astrológica, em si, sempre acolhendo o Sol e a Lua - e seus Símbolos e suas Estrelas Protetoras -,  e os demais Arquétipos, realizados pelos Planetas, pelos Planetóides, pelos Asteróides, Pontos, Cruz de Encarnação contendo Asc e Dec e FC e MC, as Doze  Casas Astrológicas e certamente, tudo isso sendo acolhido pelos Doze Signos, não é verdade?

Vão, então, adentrando os Aspectos que os Arquétipos todos estarão formando entre si e também voltaremos nossa atenção para os Elementos e os Gêneros e as Qualidades que estarão sendo mais, ou menos, intensificados.

Já estudamos sobre o fato de que a Mandala Astrológica vai representar a fotografia do céu no momento do evento, em Latitude e Longitude acontecida no Planeta Terra, mas que nunca, jamais, em hipótese alguma e em tempo ou espaço algum, um Arquétipo deixou de se mover, de se movimentar, de realizar sua trajetória em torno a Luz Maior da Estrela que o alquimiza. 

E por essa mesma razão, viemos expandindo nossos conhecimentos astrológicos através o estudo dos Trânsitos dos Planetas mais Rápidos e mais Lentos, dos Retornos do Sol e da Lua - as chamadas Revoluções Solares e Lunares - dos Retornos dos Planetas mais Rápidos e dos Planetas mais Lentos, da Inter-Relação entre Terra/Homem e Lua e Sol realizando o Trem da Vida, os Nódulos Lunares, o Dragão dos Céus, das Oito Fases da Lua, da fusão do Ascendente e do Sol e da Lua através as Partes da Fortuna e do Espírito e do Ponto da Iluminação...

Muitas dessas questões acima comentadas -  e estudadas por nós até agora -, estarão sendo incluídas dentro da Progressão.

Tanto a Progressão quanto os Trânsitos nos falam da movimentação acontecida dentro de nossa Mandala Astrológica, nosso Risco do Bordado, nosso mapa astral natal bem como os demais gráficos astrológicos relacionados a eventos ou a circunstâncias várias de vida.  No entanto, sabemos que os Trânsitos realmente refletem aquilo que está acontecendo nos céus estrelados!  Na Progressão, não é bem assim - ou, pelo menos, não dentro de nossa compreensão sobre os Trânsitos.

A Progressão é uma subjetividade, digamos assim, dentro da objetividade realizada a partir da Mandala Astrológica que apresenta, em seu Risco do Bordado, a história do ontem e do hoje e do amanhã, da Alma de uma pessoa, de um ser, de um evento, de uma circunstância. 

E por que digo que a Progressão é uma subjetividade?  Porque a verdade é que o Mapa em Progressão existe no céu sim, e dentro de sua movimentação, sim, porém essa movimentação acontece a partir do Risco do Bordado se desenvolvendo a partir da hora exata do nascimento e da formação do mapa astral natal à razão de um dia após o nascimento sendo considerado um ano à frente, de vida!

O Mapa Progredido vai apresentar a movimentação que acontecerá dentro do mapa astral original e em questão, à medida de andamento do Sol, em primeiro lugar, de um grau a cada dia!  E cada dia seguinte ao do meu nascimento - se estivermos comentando sobre o Risco do Bordado pessoal -, vai significar meu primeiro ano de vida!  E é certo que o Ascendente, em sua Latitude e Longitude, irá acompanhar esse andamento do Sol em termos de um dia, um grau, serem considerados um ano de vida e, da mesma forma, todo o restante dos Cenários, das Casas Astrológicas!

E, em seguimento, se tivermos diante de nós uma boa edição das Efemérides Astrológicas - em alfarrábios de livros escritos ou em programas de computador -, e compusermos, digamos assim, cerca de 100 anos à frente da data do nosso nascimento, alinhando todos os  Arquétipos por nós usados na composição de nosso Risco do Bordado, veremos que a maioria dos Planetas se movimentou - dentro de um período de vinte e quatro horas que representam um ano inteiro de vida -, seja em bons minutos ou seja em bons segundos (ou mesmo, nem se mexeu, como é o caso de Plutão e Netuno, por exemplo!).

Hoje em dia, um bom programa de computador já nos brinda com toda essa informação acontecendo dentro do gráfico astrológico em si! 

Portanto, não estaremos apenas vendo o andamento, a movimentação, do Sol e da Lua e dos Planetas... mas também do Ascendente, do Descendente e do Fundo do Céu e do Meio do Céu.... e das Doze Casas Astrológicas, como um todo, certamente! 

E mais: nos surpreenderemos ao ver o quão rapidamente a Lua anda através a Mandala Astrológica em Progressão!  E, em função do  andamento de cerca de um grau ao dia (perfazendo um ano de vida) tanto do Sol quanto do Ascendente e do andamento de doze, treze a quinze graus da Lua ao dia (perfazendo um ano de vida), encontraremos a movimentação intensa das Partes da Fortuna e do Espírito e do Ponto de Iluminação, por certo!

E, com toda a certeza, veremos que a Grande Cruz da Encarnação (Asc, Dec, FC e MC) e mais o Sol e a Lua, aliados às mudanças extremamente rápidas dentro das Partes da Fortuna e do Espírito e do Ponto da Iluminação - todos estarão nos apresentando o maior porquê de sempre nos referenciarmos ao Mapa Progredido, enquanto movimentação subjetiva e interiorizada em nossa Alma aliada ao nosso Ego, em termos de mudanças sendo realizadas em nossos Cenários de Vida e nos Textos e na Movimentação dos demais Planetas e Pontos, dentre o Bailado de Arquétipos cristalizado em nosso Risco do Bordado, nosso mapa astral natal!

Mas... o  caro Amigo das Estrelas poderá me perguntar:

E para que tudo isso, por que estaríamos nós nos estruturando num mapa que vai progredindo em si mesmo à razão de um dia de 24 horas ser considerado um ano de 365 dias? 

Minha resposta é: porque funciona.  É certo que estaremos encontrando boas respostas para a movimentação dentro de nossos Cenários de Vida e dos Textos e dos Atores e Atrizes, em nossa vida, em nossa peça teatral de nossa vida, sem dúvida alguma!  E também porque estamos estudando a Astrologia da Alma e do Auto-Conhecimento que nem sempre apresenta de forma inteiramente objetivada a realidade contida em seus Arquétipos!

Sabemos que os temas highlights da Progressão repousam sobre os andamentos do Sol, um grau/um dia significando um ano de vida, e da Lua, que anda cerca de uma dúzia de graus por dia significando um ano de vida!

Sabemos que o Mapa em Progressão vai seguindo, dia a dia após o nascimento, o mesmíssimo horário exato do nascimento!  Portanto: a cada dia o Sol anda um grau e a Lua anda vários graus e ambos sempre poderão ser medidos nesses seus andamentos a partir do Retorno ao mesmíssimo horário do nascimento da pessoa!

Ao retornar ao mesmíssimo horário que teria desenhado o Risco do Bordado e estabelecido o Ascendente e as Doze Casas Astrológicas, a cada dia seguinte ao do nascimento, no mesmo ano e no mesmo horário, estaremos sempre diante do Mapa em Progressão!  E como sabemos que o céu se movimenta a cada dia quatro minutos, é certo que, para aquele mesmo horário de nascimento sendo repetido nos dias seguintes ao do nascimento, o Ascendente irá se movimentar, e ao fazer isso, estará  também fazendo a movimentação de todo o Risco do Bordado em termos de Cenários!

Em resumo: dentro do Mapa em Progressão, existe o Retorno, sim, mas não dentro do mesmo grau natal do Sol - assim como acontece dentro da Revolução Solar - mas dentro do mesmíssimo horário do nascimento da pessoa, ou da ocorrência do evento ou da circunstância de vida!

Eu aconselharia você, Amigo das Estrelas, a trazer para sua bandeja de trabalho, em seu programa astrológico de computador, seu Risco do Bordado, seu mapa astral natal.  Muito bem.  Isso feito, teça um mapa a ser realizado no dia seguinte ao do seu nascimento e dentro da mesmíssima hora apresentada para o seu nascimento e dentro do mesmo ano do seu nascimento!

O mapa que se mostrará na tela do seu computador será o Mapa em Progressão para a completude de seu primeiro ano de vida!  Dessa maneira, você poderá ir confeccionando os Mapas em Progressão para cada um de seus tantos e tantos anos de vida - e poderá fazer isso tanto de sua vida em diante, a partir do momento do seu nascimento, como também para sua vida ainda antes do seu nascimento!

Tudo isso poderá vir a ser constatado mais abaixo, na Primeira Parte dessa Aula, a visão subjetiva da Progressão; e na Segunda Parte, a visão objetiva da mesma - em Temas e Sub-Temas inteiramente detalhados, para sua maior compreensão. 

Gostaria de dizer que o termo Mapa Progredido, em si, poderia denotar algo cristalizado....  Então, eu penso que o melhor é dizermos Mapa em Progressão... o que nos traria a realidade da movimentação infinita...

Finalmente, eu diria que o Trabalho a seguir apresentado, poderá vir trazer ao Amigo das Estrelas, a compreensão, mesmo que ainda engatinhadora e subjetivada e não muito objetivada... do fato de que o andamento das Casas Astrológicas em Progressão vão sendo realizadas a partir dos conceitos de Karmas e Samskaras instaurados para serem resgatados e vivenciados em nossa encarnação, através do Risco do Bordado que nossa Alma teceu para nós!  E certamente, sempre será através nossas ações e reações em potencial realizadas em nossa vida, nossos Karmas e Samskaras, que estaremos tecendo, da mesma forma, nosso Risco do Bordado para encarnações futuras!

E fundamentalmente, veremos em nossa aula prática estruturada em nosso próprio mapa astral progredido ao longo dos anos, sobre a verdade do bom funcionamento da Progressão, tema de nossa Aula de hoje, caro Amigo das Estrelas.

Lao Tse, o Mestre do Tao, nos diz, em seu Capítulo 40 do Tao Te Ching, o Livro do Caminho e da Virtude:

O retorno é o movimento do Caminho
A suavidade é a atuação do Caminho
Os seres sob o céu nascem da existência
E a existência nasce da não-existência



Progressão:

A eterna mutação acontecendo dentro do Risco do Bordado,
trazendo os redesenhamentos em nosso Grande Teatro da Vida


Nosso Risco do Bordado vai nos mostrar claramente sobre a movimentação de nossa vida através o Tem do Trem da Vida - de onde viemos, quem somos e para onde vamos - e através nossa Mandala Astrológica desenhando os Doze Signos e as Doze Casas Astrológicas acolhendo o Sol e a Lua e os Planetas e Planetóides e Asteróides e Pontos, ou seja, através nossas energias arquetípicas fundamentais em termos de bem atuarmos os Quatro Atos de Vida da Grande Peça Teatral de nossas Vidas através os Cenários adequadas a tanto e através os Textos adequados a tanto e através os Atores e as Atrizes Principais e Coadjuvantes adequados a tanto! 

Sabemos que é nossa Alma - junto ao Tao da Criação - quem escreve nossa Grande Peça Teatral de nossa Vida.  Nosso Ego é o Diretor, contra-regra, produtor, é o faz-tudo, realmente - porque nosso Ego, a meu ver, é nosso corpo físico literalmente encarnado no Planeta Terra, lugar de materialização plena da vida!  Os Cenários são as Casas Astrológicas acolhendo os Doze Signos; o Texto é contido pluralmente através os Doze Signos e os Atores e Atrizes Principais são o Sol, a Lua, O Ascendente e o Regente do Ascendente, enquanto os Atores e Atrizes Coadjuvantes são os Planetas, Planetóides, Asteróides, Pontos e a Grande Cruz da Encarnação.  Talvez possamos dizer que a Grande Cruz da Encarnação - ASC, DES, FC e MC seja o teatro, a casa teatral. Talvez possamos dizer que o Trem da Vida - Vagões, Locomotiva, Passageiro do Tempo e Motorneiro - sejam a fusão entre Tempo e Espaço, o  onde e o como e o quando e o porquê a Grande Peça Teatral irá ter seu lugar!  O Público?  O Público é o Outro!

A Terra é um Planeta de Trabalho e de Iluminação e existe a necessidade, todo o tempo, de nos conscientizarmos a respeito de nossa Grande Peça Teatral - o cumprimento de nossas missões de vida - e de a escrevermos, de a executarmos, de a produzirmos e de a dirigirmos, e de a atuarmos plenamente, ao longo dos Atos de Vida que o Tao da Criação vier a nos proporcionar viver. 

Nosso Trabalho é nosso cumprimento das várias missões de vida que se nos vão sendo apresentadas ao longo dos nossos Quatro Atos de Vida e ao longo da ampliação de nossa mente, de nossa consciência e do aprofundamento do nosso auto-conhecimento e da compreensão do que significa a vida dentro do Planeta Terra - esse organismo vivo que nos acolhe e que nos tornamos parte intrínseca do mesmo: Terra = Homem.

Ao longo do cumprimento de nossas missões no Planeta Terra, realmente nos tornamos plenamente fusionados ao binômio Terra/Homem, que por sua vez é fusionado ao bailado Terra/Homem e Lua - tecendo os Nodos Lunares, o Trem da Vida, o Dragão dos Céus -, que por sua vez não pode acontecer sem que esteja fusionado ao Bailado Terra/Homem e Lua em órbita em torno nossa Estrela mais próxima e doadora de nossa vida, o Sol. 

E dentro do contexto de nossa família cósmica, em nosso Sistema Solar, encontraremos nossos Irmãos que, juntamente com a Terra e a Lua - e o Homem, certamente -, estão todos desenhados, digamos assim, em seus passeios contra o pano de fundo das estrelas que compõem as constelações, na Astronomia, e os signos, na Astrologia, do Zodíaco, o anel de estrelas por onde passa a Eclíptica, o Caminho do Sol ao longo de um ano - e também, os Trópicos de Capricórnio, ao sul, e de Câncer, ao norte, que atuam como zonas limítrofes, dos Caminhos da Lua e dos demais Planetas.

Quando acontece a fotografia do céu que marca, de acordo com a Latitude e a Longitude do nascimento ou do evento, o desenho do Risco do Bordado, é certo que é através daquele Baile de Arquétipos que a Alma, em seu mapa astral natal de encarnação, ou o evento, dentro do gráfico astrológico, encontram a materialização de suas Identidades Próprias.

Sempre o Risco do Bordado, ou mapa astral, ou gráfico astrológico, ou Mandala Astrológica, vão indicar o Grande Teatro da Vida daquela pessoa, daquele ser, daquele evento, daquela circunstância.  É certo que sempre também ali encontraremos a síntese de resgates de Karmas e Samskaras a serem vivenciados por aquela pessoa, aquele ser, aquele evento, aquela circunstância.  Sempre existe um tom de onde se vem e quem ou o que se é e para onde se está indo, sempre.

Não importa quantos Atos de Vida viverá a pessoa, ou o ser, ou o evento, ou a circunstância.  Importa, sim, sabermos que tudo, tudo, está escrito nas estrelas...  Quanto maior consciência tivermos acerca de nós mesmos ou do conjunto dos seres que estão à nossa volta, ou dos eventos, ou das circunstâncias, melhor poderemos desenvolver e bem vivenciar nosso Grande Teatro da Vida.

Ao realizarmos todas essas circunstâncias ao longo de nossa vida - cumprindo ou não nossos Quatro Atos de Vida -, certamente estaremos prontos para vivenciarmos nossa Iluminação - pois nosso Planeta Terra é lugar de plenitude de matéria e Luz é Matéria e é somente em Planeta de matéria que podemos alcançar e vivenciar nosso Caminho da Iluminação (e, posteriormente, nosso Caminho da Liberação ou Imortalidade).



Progressão Direta (ou Secundária) e Progressão Conversa

A Progressão pode acontecer de forma Direta, a chamada Progressão Secundária, com a movimentação de todo o Risco do Bordado avançando para frente; como pode também acontecer de forma Conversa, avançando em movimento para trás.


Imagens advindas do Inconsciente pessoal/coletivo
e traduzidas para o consciente,
tanto em termos de vivências sucessivas e anteriores
como para vivências atuais e posteriores.

Podemos compreender que a movimentação de forma Direta nos fala de nossa vida a partir do nosso primeiro minuto dentro de nossa primeira inspiração e de nossa primeira expiração... até o final de nossos dias e ainda para além de nossa passagem da terra para o céu.  É bem comum vermos fatos acontecendo em relação a nossos pais e avós e parentes e/ou amigos que já faleceram - eventos póstumos à suas vidas e essas questões podem vir a serem ainda referenciadas aos Trânsitos em relação aos seus  Riscos do Bordado ou também à Progressão.

Podemos compreender que a movimentação de forma Conversa nos fala de nossa vida a partir do nosso momento primeiro de inspiração e de expiração... adentrando nossos momentos de estadia o ventre de nossa mãe, em pelo menos três meses de efemérides conversas significando nossa preparação mais óbvia e objetiva para o nosso nascimento em si ou mesmo significando possíveis noventa anos ainda antes do nosso nascimento - cobrindo, portanto, vivências nossas pessoais em nossa Alma, cobrindo vivências de inter-relacionamento entre nossa mãe e nosso pai, e nossos avós..., enfim, nossa ancestralidade.   Esses fatos, porém, somente nos são revelados se assim nos aprofundarmos nesses estudos, se nos propusermos a adentrarmos nosso inconsciente revelador dessas questões, se trouxermos à tona possíveis imagens e situações de nossa Alma, em regressão de memórias.

No entanto, a regressão de memórias, a meu ver, é algo que tem que ser realizado com um profissional não somente extremamente competente e sério como também de boa índole dentro da espiritualidade: de preferência, um verdadeiro mestre iluminado e ainda encarnado... e esses existem em número bem pequeno, por aí. 

...................................... (a continuidade deste Texto encontra-se no original do Capítulo 17)



Como Trabalhar o Mapa em Progressão


Como já disse mais acima, podemos fazer esse trabalho a partir de Efemérides Astrológicas em bons livros - eu uso as edições Rosicrucianas, que são excelentes! - e também buscarmos outros alfarrábios que nos tragam as tabelas de desenvolvimento do gráfico astrológica em Casas e em Signos - sempre muito complicadas, assim eu penso....

E, por que não, fazermos bom uso de nossos programas astrológicos computadorizados, fazendo bom uso da informática que nos traz toda essa informação a um simples toque digitado de forma correta!  Eu gosto muitíssimo do meu programa SolarFire, super completo, realmente, sem tirar nem por, realmente profissional e bem competente e variado e profícuo!

Esses programas astrológicos podem nos trazer uma bandeja de opções: podemos optar por trazer para os dias de hoje nosso Mapa Progredido a partir do nosso Risco do Bordado original; como podemos optar por trazer para um determinado e específico ano que bem entendermos e quisermos estudar e pesquisar mais aprofundadamente em nossas vidas!  Ou sempre poderemos ir confeccionando nossos mapas a partir do dia seguinte ao do nosso nascimento, dentro da mesmíssima hora e do mesmíssimo ano... e estaremos diante de nossos anos seguintes de vida!

Sempre nos causará boa surpresa o fato de que todo o mapa se movimentou - andou para frente em termos do Sol e da Lua e dos Planetas, pois normalmente trabalhamos apenas com a Progressão Direta (ou a chamada Progressão Secundária) -, e principalmente a Lua andou, e andou muito e muito, a partir da nossa Lua original!  A verdade é que a Lua, doce e mutável Lua, vai cobrindo toda a Mandala Astrológica, em movimento progredido, ao longo de 27 anos!  Tudo isso acontece de forma subjetivada da Lua progredida colocada e fusionada ao nosso mapa astral natal como também acontece em relação ao próprio mapa em progressão!

E nos causará boa surpresa,  bem percebermos que todo o restante do conjunto de Arquétipos (Planetas, Planetóides, Asteróides e Pontos) pode vir a se movimentar realmente através o Mapa em Progressão que se vai formando, muitas vezes mudando de signo e de Casa, outras vezes encetando movimento direto ou também movimento retrógrado e que todas as Casas vão avançando Signos adentrando, ora formando Casas inteiras com um signo somente (em Casas opostas e complementares e também em signos assim fazendo) e outras Casas com signos chamados de Interceptados, totalmente contidos em duas Casas opostas e complementares.

É interessante observarmos o fato de que

................................ (a continuidade deste Texto encontra-se no Capítulo 17)



Sol e Lua e Ascendente em Progressão

Sol (e Terra):
um grau = um ano de vida

É importante que sigamos o andamento do Sol dentro dos graus seguintes ao grau natal de seu signo original. 

Não podemos nos esquecer de duas questões:

A primeira, é que sempre a Terra estará se posicionando de forma oposta e complementar ao Sol.  E a segunda questão trata do fato de que a Terra está fusionada ao Homem: Terra/Homem, como já aprendemos em Aula anterior, não é verdade, caro Amigo das Estrelas?

E é certo que, todo o tempo, teremos que manter um bom olho em relação aos Aspectos que o Sol e a Terra vão formando com os Arquétipos restantes dentro do Mapa Progredido bem como os Aspectos que o Sol e a Terra em progressão vão fazendo em relação a si mesmos e aos demais Arquétipos inclusos no Risco do Bordado, no mapa astral natal!

É fundamental, também, que tomemos boa atenção aos Símbolos que vão sendo realizados, anualmente, pelo andamento do Sol e da Terra bem como suas Estrelas Protetoras que lhe vão acontecendo, em Aspectos mais diretos ou mais indiretos.

................................ (a continuidade deste Texto encontra-se no Capítulo 17)



Os Retornos da Lua Progredida dentro do Risco do Bordado

Poderemos então constatar, que o ciclo de 27 anos realizado pela Lua Progredida nos leva a duas atuações em termos da mesma Lua:  uma atuação é realizada com a Lua Progredida acontecendo, desde nosso nascimento, dentro de nosso Risco do Bordado, atravessando signos e Casas, encontrando-se com todos os Arquétipos existentes em nossa Mandala Astrológica natal e culminando sua conclusão, ao encontrar-se com seu grau original, a cada 27 anos.

Se bem nos lembrarmos, já comentamos, mesmo que en passant, bem rapidamente, acerca o Retorno da Lua Progredida, quando conversávamos sobre os Retornos de Saturno, que são realizados a cada 28/29 anos, em nosso Risco do Bordado. 

Encontre abaixo, caro Amigo das Estrelas, a colagem da síntese de um trecho de nossa longa Aula sobre o Ciclo de Saturno:

Segundo Ato de Vida

Eu certamente penso que nosso Segundo Ato de Vida já é começado, mesmo que ainda subjetivamente, a partir da conclusão de nossos tempos de adolescência, sem dúvida alguma.  Porém, a meu ver, o Segundo Ato de Vida tem seu real começo, de maneira literalmente objetivada, através nosso Primeiro Retorno de Saturno que, por sua vez, foi antecedido pelo Retorno da Lua Progredida!

Sendo assim, podemos chegar à conclusão que o Retorno da Lua Progredida nos faz amadurecer inteiramente em nosso aspecto interiorizado Yin, da parte feminina de nossa  psiquê.   E, da mesma forma, o Retorno de Saturno nos faz amadurecer inteiramente em nosso aspecto Yang, da parte masculina de nossa psiquê.  Tudo isso levando em consideração que a Lua é a mãe tanto terrena quanto divina e que Saturno faz as vezes do pai terreno - enquanto o pai divino é imajado por nosso Sol. 

................................ (a continuidade deste Texto encontra-se no Capítulo 17)



Retorno da Progressão da Lua, dentro do Mapa Progredido,
acontecendo em 27 anos, cumprindo todas suas Oito Fases

Depois do Sol, ou praticamente juntamente com o Sol, é a Lua uma grande vedete, digamos assim, do Mapa em Progressão.  É claro que não poderia ser diferente, em sendo ambos nossos Sublimes Yang e Yin.  No entanto, poderíamos dizer que a Lua é realmente a doce e mutável Lua!

E por que digo isso?  Simples: abra a página das Efemérides Astrológicas que contem os  dados sobre o Sol e a Lua e os demais Arquétipos que são selecionados para atuarem no Grande Baile dos Arquétipos existente em nosso Risco do Bordado, nosso mapa astral natal.

Você verá que a Lua sai correndo!  Normalmente, a Efemérides Astrológicas são apresentadas para o primeiro minuto do dia, diariamente, dentro dos posicionamentos dos Arquétipos - para o meridiano 00, o grau inicial que começa em Greenwich, em Londres, Inglaterra.  Você então verá, caro Amigo das Estrelas, que a Lua começa um dia, digamos assim, no grau 13Aries25 e estará começando o dia seguinte, já no grau 27Aires 37 - como um exemplo!

................................ (a continuidade deste Texto encontra-se no Capítulo 17)



Ascendente:

Realizando sua movimentação através os graus dos signos próprios e seguintes,
porém sempre contido em suas Latitude e Longitude

O Ascendente é aquele que atuamos direta e incisivamente a partir do momento em que exalamos nossa primeira inspiração e nossa primeira expiração; é nosso Leste de vida, nossa Primavera de vida - e por isso mesmo, o Ascendente marca o ponto mais a Leste, em nosso Risco do Bordado. 

O Ascendente é nossa maneira mais essencial e natural de vivenciarmos a nossa Alma acolhendo nosso Espírito e adentrada em nosso corpo encarnado.  O Ascendente trata de nossa encarnação em si, de nossa Persona, o corpo físico que é realizado como Moradia da Alma, nessa vida materializada no Planeta Terra.  Quando dizemos meu corpo, queremos significar que nosso corpo é posse de nossa Alma!   Quando morremos, dizemos que o corpo será enterrado, queimado... somente o corpo, porque a Alma já tomou seu rumo, dentro de outras possibilidades suas de atuação.

Eu diria que existe também uma imensa importância dentro do Ascendente do Mapa Progredido, em Progressão, e certamente, da mesma forma, em relação ao seu Regente, que traz para si o posicionamento de Regente do Mapa!

A partir de nosso instante do nascimento, também o nosso Ascendente - juntamente com o restante dos Cenários de Casas Um a Doze e seus Signos neles contidos - deram partida às suas movimentações. 

A movimentação do Ascendente - que acarreta na movimentação de todas as Casas Astrológicas, vai acontecendo por algumas razões 

................................ (a continuidade deste Texto encontra-se no Capítulo 17)



Os Planetas Progredidos

Bem, já comentamos sobre o Sol e a Lua e o Ascendente em Progressão constante e suas inter-relações atuadas através as Partes da Fortuna e do Espírito e do Ponto da Iluminação - questões sempre fundamentais dentro do Mapa em Progressão.

Falemos um tantinho sobre a Progressão dos Planetas mais rápidos e mais lentos:

Se o Amigo das Estrelas for abrindo seus Mapas Progredidos anualmente, verá que Mercúrio estará caminhando sempre muito rapidamente através os signos próprios e seguintes - seja em movimento direto ou seja em movimento retrógrado.  O mesmo, para Vênus.   E o Caminhante também perceberá que esses dois Planetas Interiores estarão não somente avançando em termos de Signos como também em termos de Casas Astrológicas!

No entanto, já a partir de Marte, veremos que existirá um bom avanço em termos de seu signo próprio e para o signo seguinte - seja de forma direta ou de forma retrógrada -, mas a tendência será a de manter seu posicionamento de Casa Astrológica encontrado no mapa astral natal, ou mesmo, de já retroceder em Casa, em Cenário de Vida!

E a partir de Júpiter, todos os demais Planetas assim estarão atuando - estejam em movimento direto ou estejam em movimento retrógrado!  Esses Planetas estarão retrocedendo em termos de Casas Astrológicas, em termos de Cenários de suas vivências.

Como um exemplo: razões 

................................ (a continuidade deste Texto encontra-se no Capítulo 17)



As Progressões
dentro da Parte da Fortuna, do Ponto da Iluminação e da Parte do Espírito

Bem, depois de termos conversado um tantinho acerca o Sol e a Lua e o Ascendente dentro do Mapa em Progressão, veremos que as Partas da Fortuna e do Espírito estarão sempre também passando por suas mudanças, adentrando Signos e varando através seus graus, adentrando todas as Casas Astrológicas, sem dúvida alguma, trazendo novos Símbolos e novas Estrelas Protetoras para serem vivenciados - mesmo que rapidamente -, em nossas vidas.  Da mesma forma, essas mudanças vão acompanhando o Ponto da Iluminação, que é oposto e complementar à Parte da Fortuna.  

Não podemos nos esquecer de duas questões: a primeira, é que sempre a Terra estará se posicionando de forma oposta e complementar ao Sol.  E a segunda questão trata do fato de que a Terra está fusionada ao Homem: Terra/Homem, como já aprendemos em Aula anterior, não é verdade, caro Amigo das Estrelas?

Sabemos que a formação das Partes da Fortuna e do Espírito pressupõe o fusionamento, a inter-ação entre Sol e Lua e Ascendente.  E agora sabemos que o Sol vai avançando em graus ao longo dos signos próprio e seguintes, embora conservando sua moradia de Cenário de nascimento, com raras exceções.  Sabemos que o Ascendente vai adentrando os graus dos signos próprio e seguintes; sabemos que a Lua vai se movimentando intensamente e rapidamente ao longo dos Doze Signos do Zodíaco e através as Doze Casas Astrológicas da Mandala do Mapa Progredido!

Então, não podemos duvidar que, a cada andamento de cada um desses três Arquétipos inter-relacionados entre si, os graus das Partes da Fortuna e do Espírito também vão sendo mudados, dentro dos signos e das Casas Astrológicas.   E certamente, o Ponto da Iluminação vem sempre acompanhar a Parte da Fortuna, em moradia oposta e complementar.

É importante, no entanto, que o Amigo das Estrelas perceba a seguinte situação:

Em relação à Parte da Fortuna, ela vai avançando em sentido anti-horário e aumentando os graus de cada Signo.  E o Ponto da Iluminação vai acompanhando esse andamento, de forma oposta e complementar.

Em relação à Parte do Espírito, ela vai avançando em sentido horário e em graus diminuidores dentro dos signos e das Casas Astrológicas.

Bem, se o Amigo das Estrelas quiser ir relacionando os graus, ao longo das semanas e meses de um ano de sua vida, em relação às Partes da Fortuna e do Espírito e do Ponto da Iluminação, em termos de seus Aspectos que vão formando com os demais Arquétipos inclusos no Mapa da Progressão bem como no Mapa Natal Astral, que bom!  E se quiser incluir os Símbolos e as Estrelas Protetoras, melhor ainda!  Mas certamente será um trabalho bem trabalhoso!



Como Trabalhar o Mapa em Progressão


Como já disse mais acima, podemos fazer esse trabalho a partir de Efemérides Astrológicas em bons livros - eu uso as edições Rosicrucianas, que são excelentes! - e também buscarmos outros alfarrábios que nos tragam as tabelas de desenvolvimento do gráfico astrológica em Casas e em Signos - sempre muito complicadas, assim eu penso....

E, por que não, fazermos bom uso de nossos programas astrológicos computadorizados, fazendo bom uso da informática que nos traz toda essa informação a um simples toque digitado de forma correta!  Eu gosto muitíssimo do meu programa SolarFire, super completo, realmente, sem tirar nem por, realmente profissional e bem competente e variado e profícuo!

Esses programas astrológicos podem nos trazer uma bandeja de opções: podemos optar por trazer para os dias de hoje nosso Mapa Progredido a partir do nosso Risco do Bordado original; como podemos optar por trazer para um determinado e específico ano que bem entendermos e quisermos estudar e pesquisar mais aprofundadamente em nossas vidas!  Ou sempre poderemos ir confeccionando nossos mapas a partir do dia seguinte ao do nosso nascimento, dentro da mesmíssima hora e do mesmíssimo ano... e estaremos diante de nossos anos seguintes de vida!

Sempre nos causará boa surpresa o fato de que todo o mapa se movimentou - andou para frente em termos do Sol e da Lua e dos Planetas, pois normalmente trabalhamos apenas com a Progressão Direta (ou a chamada Progressão Secundária) -, e principalmente a Lua andou, e andou muito e muito, a partir da nossa Lua original!  A verdade é que a Lua, doce e mutável Lua, vai cobrindo toda a Mandala Astrológica, em movimento progredido, ao longo de 27 anos!  Tudo isso acontece de forma subjetivada da Lua progredida colocada e fusionada ao nosso mapa astral natal como também acontece em relação ao próprio mapa em progressão!

E nos causará boa surpresa,  bem percebermos que todo o restante do conjunto de Arquétipos (Planetas, Planetóides, Asteróides e Pontos) pode vir a se movimentar realmente através o Mapa em Progressão que se vai formando, muitas vezes mudando de signo e de Casa, outras vezes encetando movimento direto ou também movimento retrógrado e que todas as Casas vão avançando Signos adentrando, ora formando Casas inteiras com um signo somente (em Casas opostas e complementares e também em signos assim fazendo) e outras Casas com signos chamados de Interceptados, totalmente contidos em duas Casas opostas e complementares.

É interessante observarmos o fato de que Planetas Interiores, como Mercúrio e Vênus, se estiverem em movimento direto (ou mesmo dentro do momento retrógrado), avançam muito rapidamente, cobrindo dois a três signos numa mesma encarnação e inclusive, avançando através uma ou duas Casas Astrológicas  do Mapa Progredido, em relação aos seus posicionamentos dentro do Mapa Astral Natal.  Quanto a Marte, mesmo que se movimente também com certa rapidez, poderá avançar um signo ou dois, se tanto.

No entanto, os Planetas mais Lentos - Júpiter, Saturno, Quíron, Urano, Netuno e Plutão - parecem andar realmente de forma muitíssimo vagarosa!  É certo que poderemos ver Júpiter caminhando até cerca de dez graus, durante uma vida.  Saturno, um tanto menos.  A partir de Quíron, o andamento é realmente bem encolhido em dois, três graus, quatro, no máximo.

E outra questão também muitíssimo interessante a ser observada no Mapa em Progressão: enquanto a Lua sai em disparada e o Sol permanece andando os graus seguintes porém sem mudar de Casa original sua, Mercúrio e Vênus  avançam signos e Casas, Marte avança em signo mas não necessariamente em Casa, já meio que parecendo estacionar nesse sentido; e, a partir de Júpiter, os Planetas andam para frente, se estiverem Diretos, é claro, através os graus do signo, sim, porém andam para trás em termos de Casas Astrológicas.

Ou seja, à medida que o Ascendente vai avançando em graus no signo próprio e nos dois a três, no máximo, quatro signos à frente, todo o restante do Mapa em Progressão, em termos de suas Casas Astrológicas, vai também avançando, engolindo, digamos assim, os graus dos signos próprio e seguintes! 

Sendo assim, porque a Lua sai em disparada.... e porque Mercúrio e Vênus andam rapidamente, poderemos vê-los todos avançando em Casas Astrológicas; Marte avança em signo mas não necessariamente em Casa; e a partir de Júpiter, os Planetas movimentam-se tão vagarosamente, que as Casas vão avançando nos graus dos signos e os engolem, trazendo-os para trás, em sentido de andamento horário.

Enfim, tudo estará se movimentando, realmente.

Tudo? Quase tudo, eu diria.  Nos causará boa surpresa vermos que nosso Sol sempre estará morando em seu lugar  natal de moradia, ou seja, a Casa natal, o Cenário natal de sua moradia original!  Nosso Sol não muda de lugar, de Cenário, de Casa.  Muda sim, de grau do signo original, avançando sempre em frente e também adentrando o signo seguinte e vivenciando esse signo seguinte ao longo de trinta anos e depois, adentrando o signo a seguir....

E, em termos de Cenários, de Casas, é certo que isso não é uma regra absolutamente fixa e rígida: já vi alguns mapas de clientes meus que onde o Sol muda de Casa e isso acontece em função da Latitude e da Longitude assinaladas no mapa astral natal que, em movimentação, acabam transladando o Sol, digamos assim, para uma Casa anterior ou para uma Casa posterior àquela onde o Sol natal e original se situava!  Mas esse é um fato bem mais raro de acontecer, embora aconteça.  E certamente, esse fato muito modifica a ação de Cenário e de Textos, ao longo da vida da pessoa, sem dúvida alguma.

................................................................................. (a continuidade deste Texto encontra-se no original do Capítulo 17)



Os Andamentos do Sol, para os nativos dos Signos


Alguém nascido com o Sol dentro do signo de Áries - (ou Terra em Áries), poderá bem ainda vivenciar o signo de Touro, fazendo com que as sementes arianas possam vir a ser bem plantadas e bem enraizadas em Touro!  E ainda poderá vir a vivenciar o signo de Gêmeos, quando as energias estarão sendo mais espraiadas e usadas de forma mais pluralizadas e diferenciadas entre si.  Se for o caso, ainda poderá vir a vivenciar alguns graus do signo de Câncer, buscando uma maior interiorização, um acolhimento maior em si mesmo, em sua própria concha.  Nesse caso da pessoa com o Sol em Áries, ela estará sempre vivenciando, originalmente, o Elemento Fogo; depois, aliará o Elemento Terra ao Elemento Fogo original; e mais tarde, poderá estar aliando o Elemento Ar aos Elementos Terra e Fogo, sendo que este último sempre permanece enquanto original; finalmente, se for o caso, a pessoa ainda poderá vir a vivenciar o Elemento Água que se aliará aos Elementos Ar e Terra e ao original Elemento, Fogo.   Em todas essas questões nesse parágrafo comentadas, podemos também fusionar o Gênero Yang original aos Gêneros Yin e Yang que se seguem.  Da mesma forma, poderemos proceder em relação às Qualidades fusionando a Qualidade Cardinal original às Qualidades Fixo e Mutável seguintes; e quiçá, à Qualidade Cardinal, novamente!

O grande aprendizado de alguém com o Sol dentro do signo de Áries é compreender acerca as questões mais básicas, mais fundamentais da encarnação propriamente dita no Planeta Terra: Eu Sou, Eu Construo o Eu Tenho; Eu Uso a Mente Pessoal para minha Inter-Relação de Comunicação e Movimentação e Comercialização; e, finalmente, Eu Enraízo meu Ninho, Minha Família.

Alguém nascido com o Sol dentro do signo de Touro - (ou Terra em Touro) , poderá bem ainda vivenciar esse signo tão cristalizado e Fixo e Terra e Yin, por um bom tempo, até que finalmente adentre o signo de Gêmeos e se sinta mais livre e leve e solto, mais racionalmente voltado para sua mente tão produtiva e profícua e variada em seus interesses.  Em Gêmeos, encontramos as questões do Ar e da Mutabilidade e da energia Yang.  Mais à frente, ao adentrar o signo de Câncer, tenderá a vivenciar sua vida mais dentro da emotividade e da imaginação ampla e do sentimento de busca de maior interiorização, em Elemento Água, Gênero Yin e Qualidade Cardinal.  Se for o caso, ainda poderá vivenciar alguns graus do signo de Fogo, Yang e Fixo, do Leão.

O grande aprendizado de alguém com o Sol dentro do signo de Touro é compreender que existe bem mais na vida do que somente a necessidade de bem construir e de bem consolidar as questões mais básicas para a sobrevivência planetária.  Existe bem mais do que a materialização plena no Planeta Terra.  E isso será aprendido dentro do signo de Gêmeos, tão racional, e depois também estará sendo incluído nesses Temas, a Emoção, a Interiorização de Câncer.  E,  finalmente, se for o caso, a ramificação da Família, a descendência, através os Filhos.

Alguém nascido com o Sol dentro do signo de Gêmeos - (ou Terra em Gêmeos), poderá sempre estar vivenciando seu Elemento Ar, sua Mutabilidade e sua forma mais Yang de ser, é certo, dentro do uso de sua mente sendo acionada em expressão de comunicação e trocas e movimentações.  Porém, um dia, tudo isso encontrará uma maior emotividade que se aliará à racionalidade original, através o signo de Câncer, em Água, Cardinal e Yin.   Mais à frente, essa emotividade e essa interiorização deverão encontrar uma maior criatividade exteriorizada, Yang, Fixa e Fogosa, dentro do signo de Leão.  Se for o caso, ainda poderá vivenciar alguns poucos graus do signo de Virgem, concretizando a Terra original taurina, o Gênero Yin porém tudo isso dentro da Qualidade Mutável.

O grande aprendizado de alguém com o Sol dentro do signo de Gêmeos, tão racional, é compreender que existem outras atitudes mentais além da racionalidade tão somente, e isso acontece através a vivência dentro do signo de Câncer, trazendo maior emotividade à mente, trazendo uma maior interiorização para bem compreender a vida.  Depois, já em Leão, a mente passa a procriar e a educar os filhos e a criar e a empreender.  E, finalmente, se for o caso, em Virgem, a mente aprende a buscar seu ofício próprio, a cuidar de sua encarnação propriamente dita, a trabalhar e a servir e a vivenciar seu cotidiano de vida dentro de uma melhor triagem da multiplicidade de ações que sempre o signo de Gêmeos faz ativar!

...........................................................  (a continuidade deste Texto encontra-se no original do Capítulo 17)



Exemplo Prático
sobre Mapa em Progressão
Caminhante/Astrólogo/Terapeuta
(com sua devida permissão)
Seu Livro de vida Personalizado


O Risco do Bordado do Caminhante


O mapa em Progressão é criado a partir do mapa natal e vai indicar o andamento desse mesmo mapa natal à razão de um dia significar um ano em nossa vida com suas mudanças, principalmente quando se tratam de mudanças nos próprios cenários e textos dos atores principais e coadjuvantes na peça teatral de nossa vida. Também são lidos os trânsitos atuais dentro deste mesmo mapa.


Dentro desse mapa progredido, seu Sol natal vai andando cumprindo um novo grau adiante a cada ano.  Dessa forma, neste momento, o bom símbolo para seu Sol é o grau 16 de Aquário e já adentrando esse grau e prometendo estar no grau 17 mais para o próximo ano e no grau 18, já para 2010:

Um grande homem de negócios em sua escrivaninha.
O grau 16 de Aquário nos revela uma pessoa ou situação que tem a capacidade de organizar questões pessoais, sociais e profissionais bem como organizar pessoas e comunidades diferentes entre si, de tal maneira a formar um grande empreendimento, um grande organismo organizado. Para tanto, sua palavra-chave é "organação", uma mistura de organismo com organização.

Um cão de guarda vigia, protegendo o dono e suas posses.
O grau 17 de Aquário nos revela uma pessoa ou situação que vai desenvolvendo, ao longo de sua vida, uma necessidade de proteção, uma capacidade de proteger-se a si mesmo tanto pessoalmente, como socialmente e economicamente bem como ajudar nos vários tipos de proteção às outras pessoas. Para tanto, sua palavra-chave é "necessidade de proteção".

Os motivos secretos de um homem são revelados publicamente.
O grau 18 de Aquário nos revela uma pessoa ou situação que tem, por alguma razão, seus mais profundos segredos revelados publicamente, mesmo que isso lhe desagrade imensamente e que tenha tido todos os cuidados para que este acontecimento não venha a se suceder. Para tanto, sua palavra-chave é "revelação".

O que me chama a atenção nesse seu Mapa em Progressão para os tempos atuais, Caminhante, é o fato de que seu Sol vem grudado ao Ascendente, sim, porém ainda um dedinho dentro da Casa Doze e vem fazendo isso por muito, muito tempo - tendo desmanchado a interceptação acontecida em seu Risco do Bordado em 1963 e ao mesmo tempo seu Sol em Progressão adentrava o signo de Capricórnio - talvez tudo isso tenha lhe trazido questões importantes em sua vida em termos de você assumir certas responsabilidades, mesmo sendo extremamente jovem, uma criança ainda!

Nessa Progressão atualizada, podemos ver que seu Sol, já no miolo de Aquário, fez Oposição com seu Urano em Progressão e leonino e morador de Casa Seis, cerca de dois anos atrás - o que deve ter levado você a fazer um redesenhamento bem grande em sua vida de trabalho e de ação em seu cotidiano e tudo isso possivelmente sempre contando com suas associações de bens compartilhados (porque não podemos os esquecer que seu Urano leonino natal mora em seu Oitavo Cenário de Vida).

E a verdade é que agora, Caminhante, nesse seu momento de vida atual, seu Sol em Progressão está fazendo direta Oposição ao seu Urano leonino natal.... e aí então eu penso que é um bom tempo para você novamente estar redesenhando sua vida em termos suas questões financeiras pessoais e de suas questões financeiras associativas e de bens compartilhados.

E veremos também que, mais cerca de três anos à frente, seu Sol (e seu Ascendente - porque ambos caminham juntos) estarão se encontrando com seu Quíron natal, morador de Casa Dois: penso que será um momento excelente para você perceber de maneira ainda mais clara (mesmo que dolorida, certamente, por ser o arquétipo quironiano envolvido) e de maneira a poder contar com sua mestria obtida de forma mais consciente a partir do seu tempo de Retorno de Quíron, sobre quais são seus valores  fundamentais e pessoais e naturais para você fazer seu ganho de vida e tudo isso terá então que ser bem harmonizado, digamos assim, ao seu Outro em termos de associações suas e de bens compartilhados (porque novamente teremos que estar enredando Urano leonino em Oposição natal ao Quíron em questão, o primeiro em Casa Oito e o segundo, em Casa Dois!).

E é certo também que o Sol e Ascendente estarão recebendo a subjetividade da visita do seu Quíron natal em cerca de três anos à frente e estarão recebendo a objetividade da visita do seu Quíron em Progressão em cerca de seis anos à frente!  Naquele segundo momento, então, caro amigo das estrelas, prepare-se: você estará sendo chamado para os grandes feitos quironianos, disso não duvide, sendo atrelados à sua encarnação propriamente dita e ao seu Espírito através seu Ascendente e seu Sol!

Em termos do Trem da Vida, estaremos encontrando os Vagões arianos em Casa Três e a Locomotiva libriana em Casa Nove - e segundo esse mapa em Progressão, mais um ano à frente, ambos estarão exatamente atuando por cima a linha divisória entre essas Casas e as Casas Dois e Oito.  Então, passando alguns meses, as Casas Dois e Oito estarão engolindo seu Trem da Vida, como um todo, que passará então, a transitar sobre as mesmas, por um longo tempo em sua vida, Caminhante.  Eu penso então que esse seu Trem da Vida vem buscando encontrar-se com seu lugar ideal de realizar seu ninho pessoal agregado sempre às suas questões de harmonização entre você e seu Outro e de bens compartilhados.  Existe uma ação sua que vem sendo bem enraizada, sempre, em todos os ninhos que você vai construindo para você, certamente, com seu Marte em Touro e em Casa Quatro, porém Vênus em Peixes dentro do seu Eu Sou de Casa Um do Mapa em Progressão lhe diz que precisa buscar - e encontrar - seu lugar ideal de vida, Caminhante, porque a verdade é que seu Marte estará nos primeiros anos da próxima década já saindo do signo de Touro, depois de ter bem construído e fincado suas raízes, e sairá em busca da pluralidade de suas ações dentro de tudo aquilo que seu uso de mente lhe ditar para ser acionado, em Gêmeos, e tudo isso lhe sendo inspirado por seu Mercúrio em Progressão em Aquário, o signo da mente mais avançada e sintetizadora dos conhecimentos dos povos da Terra.

A verdade é que, se abrirmos seu mapa em Progressão para o ano de 2017, por exemplo, veremos que seu Sol está a um dedinho já na Casa Um, desligando-se do Ascendente e da Casa Doze e veremos que Mercúrio estará a um dedinho ainda à frente do Sol e do Ascendente, já em Casa Um, da mesma forma!  Céus, que bom!  vejo que você poderá estar produzindo muitíssimo através sua energia mental intensa, Caminhante.

E para coroar todas essas questões comentadas nos dois parágrafos mais acima, veremos que seu Júpiter estará saindo do Escorpião e adentrando o signo de Sagitário - fazendo boa Oposição ao Marte também recém adentrado em Gêmeos - e ambos olhando já para os signos e para as entradas das Casas seguintes, Casas Onze e Cinco, respectivamente, o que deverá trazer à você, Caminhante, a boa perspectiva a ser trabalhada em termos de suas criações e produções e de seus empreendimentos pessoais versus tudo isso para seu Outro.

Vemos que seu Plutão virginiano natal veio se movimentando, saindo de Casa Nove e atravessando sua Casa Oito, ao longo de sua vida, e possivelmente lhe trazendo questões de bens compartilhados e heranças em sua vida, e encontra-se já por um bom tempo, em sua Casa Sete, seu lugar de Encontro com seu Outro e fazendo com que essas associações de vida pessoal e profissional e social e planetária sejam bem produtivas porque conta com sua regência para o Meio do Céu, suas metas de vida a serem alcançadas, e com a nutrição objetiva e subjetiva de Ceres em Progressão e de Júpiter (não podemos os esquecer que o deus dos deuses é o regente do seu Sol sagitariano natal), que já alcançou o finalzinho do signo de Escorpião, num grau que fala dos seguintes Símbolos:



Uma mulher índia pedindo pela vida dos seus filhos ao chefe da tribo.
O grau 29 de Escorpião nos revela uma pessoa ou situação que, ao longo de sua vida, encontra vários motivos para se tornar intercessora de questões de desajustes familiares ou sociais. Sua palavra-chave é "Intercessão".
Crianças, em vestes da festa das bruxas, se empenham em várias brincadeiras.
O grau 30 de Escorpião ou 00 de Sagitário nos revela uma pessoa ou situação que demonstra um caráter mais maleável, menos rigoroso, menos sério, mais brincalhão mesmo. Sua palavra-chave é "Alívio da Tensão". É preciso ter cuidado para que esse caráter não resvale na superficialidade ou irresponsabilidade.

Portanto, podemos perceber que existe uma inter-relação muito intensa - e muito Poder, eu diria, bem como riqueza, seja subjetiva o objetiva - que enlaçam suas questões plutonianas associativas com suas metas de vida e com as raízes do seu Outro.

E é certo que tudo isso estará mais e mais ratificado e bem concretizado através o fato de que seu Saturno em Progressão encontra-se literalmente querendo adentrar o Ascendente do Risco do Bordado, do mapa astral natal e fazer sua Conjunção com sua Vênus natal.... o que lhe confere tudo isso um imenso Renascimento Saturnino em Progressão, Caminhante, e ao mesmo tempo tudo isso está acontecendo com Saturno capricorniano e com Plutão virginiano fazendo literal Trígono entre si!  E para ainda conferir maior Poder e Responsabilidade em relação a esses temas ora comentados, veremos que Saturno em Trânsito e em Virgem, está também encontrando-se com seu Plutão virginiano Natal e em Progressão, abençoando, portanto, suas Casas Sete e Nove, bem como seu Ascendente e sua Vênus em seu Risco do Bordado, que legal!

A verdade é que eu penso que esses dois Planetas são Senhores do Umbral - tenho um texto sobre esse Tema.  Saturno é o Senhor do Umbral dentro do Mundo da Manifestação propriamente dito, dentro do mundo de enraizamento e de produção de Trabalho e de Iluminação no Planeta Terra.  E Plutão é o Senhor do Umbral que já aponta para o Mundo da Não-Manifestação que se apresenta quando o Caminhante já tenha cumprido, pelo menos em grande parte, com suas missões terrenas, e está pronto para assumir seus Caminhos da Iluminação e da Liberação ou Imortalidade.

De qualquer maneira, você também sabe que a partir do lugar do Sol e olhando em direção aos Planetas, sempre Saturno é o Limite; e, a partir do lugar de Plutão e seus aléns, e olhando em direção ao Sol, sempre Saturno é o Limite! 

Então, o Senhor do Karma e do Tempo jamais deixará de atuar enquanto o Senhor do Umbral, que sempre nos apresenta os Limites.  E quais limites são esses?

Primeiramente, o limite do tempo: o tempo sempre anda para frente, não tem jeito, e vai nos engolindo dentro da roda da vida, as Eríneas que o digam!  Sendo assim, é bom que a gente não perca tempo, é bom que a gente ganhe o tempo bem trabalhando e bem iluminando - não viemos a passeio ao Planeta Terra, isso é bem certo.

E em segundo lugar, o limite do Karma (e do Samskara):  a Terra é um lugar de materialização plena da vida e Luz é matéria!  Portanto, será dentro desse Planeta Terra, lugar que ora estamos encarnados, que teremos que Trabalhar e que Iluminar - e, com muita sorte, também nos Liberar, alcançar a Imortalidade!  É por isso que Lao Tse, o Mestre do Tao, sempre nos diz:  uma longa viagem começa debaixo dos pés. 

Dizem que Mestre Yogananda, já desencarnado, teria tido uma conversa com Mestre Srii Srii Anandamurti, lhe pedindo para que  abençoasse com a Liberação.  E dizem que Mestre Srii Srii Anandamurti  teria lhe respondido que Mestre Yogananda precisaria ou retornar à uma encarnação na Terra ou em outro Planeta que pudesse conter a materialização plena da vida....  de forma que pudesse então, tecer seu Caminho da Liberação ou da Imortalidade.  Ou seja, por mais transcendente que a Alma tenha sido durante suas vivências sucessivas anteriores, o alcançar a Iluminação - mente iluminada e infinita -, é suficiente para já ser considerado Mestre, sim, e já para passar a não-vida em lugares muitíssimo simpáticos, no não-tempo e no não-espaço, em outras dimensões....  mas sempre é dentro da encarnação plena que a Luz da Iluminação pode vir a ser transformada em Luz da Liberação ou Imortalidade, a vida iluminada e infinita.

E é bem isso que Saturno vem nos dizer.  Tomando o exemplo acima, Srii Srii Anandamurti teria atuado enquanto o arquétipo saturnino em relação a Yogananda, entende, teria atuado enquanto autoridade paternal ou patronal que aponta para os Limites - limites esses que precisam ser vivenciados em um Planeta de possibilidade plena de materialização plena da vida plena - assim como a conhecemos.

E veja você, Caminhante, Plutão em Trânsito atual está querendo se instalar em Capricórnio - o que conseguirá plenamente somente a partir de 2009 - e estará, por outro lado, concretizando e ratificando todas as questões que viemos comentando mais acima, acerca Saturno em Progressão querendo rasgar seu Ascendente e realizar seu Renascimento Saturno em Progressão e ao mesmo tempo estar fazendo isso através o bom Trígono que vem realizando ao longo desse ano de 2008 com seu Plutão em Progressão, morador de Casa Sete na Progressão e de Casa Nove, no Risco do Bordado!

Eu chamo de Renascimento, sempre que algum Planeta mais Lentos e Enfático cruza a linha do Ascendente (e por extensão, também do Descendente).

No caso de Saturno, o Renascimento Saturnino nos traz as bênçãos de um novo ciclo de 29 anos através toda a Mandala Astrológica - no caso, o Mapa em Progressão - e nos anuncia a possibilidade de expansão de nossa consciência a respeito das missões que devemos cumprir em nossa encarnação através esse arquétipo.

Como vimos dentro de nossa pequena leitura sobre seu Risco do Bordado, Caminhante, você já está em vias de trazer para sua vida a imensidade tsunâmica de seu Renascimento Plutoniano, verdadeiro renascimento mesmo, coisa que Plutão adora fazer, a questão da transmutação propriamente dita!  E, em sabendo que Saturno vem fazendo côro a esse Renascimento, estaremos diante de um Caminhante que tem tudo para poder trazer para si mesmo um tipo de finalização, digamos assim, de zeração, de Karmas e Samskaras passados, entende? , de forma que tudo possa vir a não somente recomeçar e sim começar de novo e contar comigo vai valer a pena ter amanhecido...

Então, o que importa nesse seu momento de vida, Caminhante, é certamente você trazer para você mais e mais e mais e mais e mais, sua expansão de consciência acerca você mesmo e suas missões a serem cumpridas no Planeta Terra - nessa segunda chance que a vida está lhe dando de vivenciá-la dentro dos parâmetros criados por você, já em sua maturidade.

Sempre um Renascimento propõe uma recomposição de vida, digamos assim, dentro da expansão da consciência, para tanto.  Caso não haja expansão de consciência, o Caminhante perde essa imensa chance de possuir um outro nascimento dentro de uma mesma encadernação e de construir uma nova vida a partir de sua estrutura de consciência mais ampliada!  Nascer aos cinqüenta e poucos anos é a glória!

Gostaria também de poder falar algumas coisinhas a respeito do Sol aquariano regendo parte da área de trabalho e de ação do cotidiano de vida e da Lua, agora em Capricórnio, regendo o Sexto Cenário e ainda parte do Quinto Cenário.

Aquário é signo de multiplicidade de sóis no pluriverso.  Leão é signo de nosso Sol simpático e que nos doa nossa vida.  são questões opostas e complementares e temos sempre que lembrar o Aquário a pensar um tantinho em si mesmo e temos sempre que lembrar o Leão a pensar um tantão nos zilhões de outros sóis que existem, sob o Tao da Criação!

Portanto, Caminhante, você vem se integrando muitíssimo bem com seu Outro - caso haja boa harmonização entre seu Sol Aquariano em Progressão e seu Descendente Leonino em Progressão.  E tudo isso em seu Risco do Bordado, fala de Cenários Segundo e Oitavo, lugares de bens pessoais e de bens compartilhados.

Sobre sua Lua agora em Capricórnio, veremos que sua regência sobre parte da Casa Cinco e a entrada da Casa Seis, vem lhe trazendo grandes mutações, Caminhante, em sua vida, a partir do fato de que a Lua é sempre doce e mutável Lua, vai fazendo seus Aspectos todo o tempo através sua andança de 27 anos ao longo de toda a Mandala natal e da Mandala em Progressão... e com isso sempre transformando sua vida em termos de criações e produções e empreendimentos e trabalho e ação do cotidiano, cada vez que a Lua muda de Signo e muda de Casa Astrológica e perfaz um ou outro Aspecto, mais harmonioso ou menos harmonioso - nesses últimos tantos anos em que essa Lua vem fazendo sua regência sobre sua área de trabalho, digamos assim.

No entanto, nesse momento de sua vida, Caminhante, onde está sua Lua em Progressão?  Se olharmos para seu Risco do Bordado, veremos que ela já está feliz e contente, em Casa Um, já tendo realizado seu Renascimento Lunar em Progressão, que bom.  Se olharmos para o Mapa em Progressão, vamos encontrá-la em Casa Doze, Lua Balsâmica, buscando a realização de seus últimos trâmites de ciclo até poder se encontrar com seu Sol, em 28 de maio de 2010, com a Lua Nova em 18 de Aquário 17 - na linha do Ascendente porém ambos, Sol e Lua, já em Casa Um, segundo meu programa de computador, solarfire 3. e segundo o mapa que levantei para você, caro amigo das estrelas!





Tipo de Personalidade
Lua Balsâmica

 A Lua Balsâmica é a Lua é contida dentro do Ciclo de Minguante até Nova e inclui três Aspectos interessantes em relação ao Sol: um mais harmonioso, o Sextil (ou cerca de 60 graus); outro, menos harmonioso, a Semi-Quadratura (ou cerca de 45 graus) e, por fim, o Aspecto que realmente traduz a Lua Balsâmica que é o Semi-Sextil (ou cerca de 30 graus).

Dentro do momento cíclico de inter-relação Lua e Sol, a Lua Balsâmica nos leva a compreender que tudo sempre está se encaminhando para sua conclusão: sob o Tao da Criação no Mundo da Manifestação existe a Eterna Mutação inexorável, existe o Eterno Retorno!   A Lua Balsâmica nos traz a compreensão acerca a realidade do Ourobouros, a cobra que morde a cauda, o entrelaçamento dos ciclos de vida.

Por tudo isso, o Caminhante que possua esse Tipo de Personalidade em seu Risco do Bordado, tende a ser um indivíduo que busca a conclusão dos ciclos, como um todo, e ao mesmo tempo que está sempre querendo gestar os novos começos, se coloca sempre diante das considerações acerca o futuro, ao mesmo tempo que está sempre bem tentando fusionar o presente relacionado ao passado.

É certo, portanto, dizermos que essas questões nos parágrafos acima mencionadas estarão sendo atuadas pelo Caro Amigo das Estrelas que possua essa Lua em seu Risco do Bordado, dentro de sua vida e de acordo com sua ampliação de consciência no sentido de bem realizar-se diante do Aspecto do Sextil, de forma a bem aceitar a conclusão dos ciclos e de bem preparar-se para a gestação dos novos começos.  Diante do Aspecto da Semi-Quadratura é bem possível que o indivíduo tenha ainda que resolver uma série de questões pendentes acerca do passado e do presente de forma que possa bem gestar suas questões para o futuro: são reelaborações das interações entre Karmas e Samskaras, sem dúvida alguma.  Diante do Aspecto do Semi-Sextil, as questões acima mencionadas fazem total sentido, é verdade, mas prepondera o desejo de gestar as questões já voltadas para o futuro, prepondera o desejo de fusão mais intensa com o Tao da Criação.

Eu penso que esse Tipo de Personalidade Lua Balsâmica se apresenta bastante similar ao signo de Peixes e da Casa Doze, no sentido das conclusões encetadas para o ciclo que termina e das gestações em relação aos novos começos a-virem-a-ser.  Eu diria também que esse Tipo de Personalidade é bem similar ao signo de Aquário e da Casa Onze, esses dois últimos no sentido da orientação em relação ao futuro.  Também podemos pensar que esse Tipo de Personalidade Lua Balsâmica se apresenta em similaridade com o signo de Áries e com a Casa Um, no sentido da orientação em relação aos novos começos do ciclo.

Mas veja, sua Lua Balsâmica - já desde novembro de 2006 -, vem agora adentrando e fazendo sua passagem pelos próximos dois anos através seu Duodécimo Cenário de Vida, Caminhante, em seu Mapa em Progressão: prepare-se, pois, é tempo de trazer conclusões de ciclos de vida de criações e de empreendimentos e de trabalhos e de ações do seu cotidiano de vida, e ao mesmo tempo, é tempo de gestar seus novos começos de novos ciclos a virem-a-ser e ser vivenciados a partir do momento em que acontecer a Lua Nova, com o encontro entre Sol e Lua bem na linha do seu Ascendente, lhe trazendo um Renascimento Lunar em Progressão!

Portanto, para seus próximos poucos anos de vida, Caminhante, eu diria que de tédio, caro amigo, você não dormirá - e mesmo que durma, tenho a maior certeza que seus sonhos estarão lhe trazendo compreensões e aprendizados, de forma que você seja bem-sucedido na ampliação de sua consciência e bem realizar suas gestações acima comentadas e seus Renascimentos de Plutão, de Saturno e de Lua - o primeiro em seu Risco do Bordado e os dois últimos em seu Mapa em Progressão.

Last but not least, gostaria de lhe lembrar que Netuno já realizou seu Renascimento Netuniano cerca de dois a três anos atrás e que Quíron vem agora fazendo esse seu Renascimento, bem recentemente mesmo, e que está prestes a realizar seu encontro consigo mesmo, em seu Retorno Quironiano, seu tempo de Proficiência de Vida!

Com um abraço estrelado,
Janine




Em seguimento, encontre os Títulos/Temas constantes em seus 22 Capítulos/Volumes
de Seu Livro de Vida :


SEU LIVRO DE VIDA
Astrologia da Alma e do Auto-Conhecimento
Obra em 22 Capítulos apresentados em 22 Volumes


Primeiro Tomo
Fundamentando Seu Livro de Vida
Capítulos de 1 a 6

Capítulo 1
O RISCO DO BORDADO
Apresentação da Obra Seu Livro de Vida, em 22 Capítulos
Alguns Conceitos Fundamentais acerca a Astrologia da Alma e do Auto-Conhecimento
Sobre o Trabalho dentro da Consultoria Astrológica e sobre as Ferramentas de Trabalho
Exemplo Prático de Escrita de SEU LIVRO DE VIDA, em sua íntegra


Capítulo 2
O CÉU ESTRELADO
Astronomia e Astrologia
suas Semelhanças e suas Diferenças
SIMULTANEIDADE E SINCRONICIDADE
Arquétipo, Linguagem, Inconscientes Pessoal e Coletivo,
Conscientes Pessoal e Coletivo, Imagens, Mitos e Símbolos
ESCLARECENDO ALGUMAS DIFERENÇAS E SEMELHANÇAS:
Uma conversa entre Caminhantes Estudiosos de Astronomia e de Astrologia e Janine,
em Zigurate moderno, o Sítio das Estrelas
Textos  vários sobre Cosmologia, Astronomia e Mecânica Celeste

Capítulo 3
A MANDALA ASTROLÓGICA
A representação da Terra - através o momento do evento em suas Latitude e Longitude - acolhendo todo o Risco do Bordado: Casas Astrológicas, Signos, Luminares, Planetas, Planetóides e Pontos
SIMULTANEIDADE E SINCRONICIDADE
Inconscientes Coletivo e Pessoal e Consciente: Arquétipo, Linguagem, Mitos e Símbolos
Os Primórdios da Compreensão sobre o Risco do Bordado acolhendo seu Baile dos Arquétipos

Capítulo 4
CASAS ASTROLÓGICAS, SIGNOS, LUMINARES, PLANETAS, PLANETÓIDES
No Grande Teatro da Vida, Cenários, Textos, Atores e Atrizes

Capítulo 5
ELEMENTOS, QUALIDADES E GÊNEROS
Fogo, Terra, Ar e Água - Começo, Meio e Fim - Yang e Yin

Capítulo 6
OS ASPECTOS
O Grande Baile dos Arquétipos em suas interações mais harmoniosas ou menos harmoniosas


Segundo Tomo
Desenvolvendo Seu Livro de Vida
Capítulos de 7 a 17

Capítulo 7
OS TRÂNSITOS
Redesenhamentos sendo acrescentados ao desenho primordial
de nosso Risco do Bordado e seu Baile de Arquétipos, em nossa vida

Capítulo 8
REVOLUÇÕES SOLARES E LUNARES
Redesenhamentos sendo acrescentados à nossa Vida
Em Ciclos Anuais e Mensais

Capítulo 9
As Interações entre Terra/Homem e Lua e Sol - Parte I
 As Fases da Lua e as Meditações de Lua Nova e de Lua Cheia
OS OITO TIPOS DE PERSONALIDADE
Luas da Alma, Ninhadas da Alma, Intenções da Alma
A PARTE DA FORTUNA, O PONTO DE ILUMINAÇÃO E A PARTE DO ESPÍRITO
 Os Eclipses Solares e Lunares

Capítulo 10
As Interações entre Terra/Homem e Lua e Sol - Parte II
O TREM DA VIDA
O DRAGÃO DOS CÉUS, CABEÇA E CAUDA - OS NÓDULOS LUNARES
Quem somos, de onde viemos e para onde vamos
Os Conceitos Fundamentais sobre a Astrologia da Alma

Capítulo 11
As Interações entre Terra/Homem e Lua e Sol - Parte III
O TREM DA VIDA
DRAGÃO DOS CÉUS -  NÓDULOS LUNARES
E SEUS CICLOS
Quem somos, de onde viemos e para onde vamos
Os Conceitos Fundamentais sobre a Astrologia da Alma

Capítulo 12
URANO E SEUS CICLOS
O Despertador da Consciência mais Ampliada que redesenha nossa vida a partir de cortes guilhotinais e inesperados.  A Revelação do Desejo de Encarnação, da Alma.

Capítulo 13
SATURNO E SEUS CICLOS
O Senhor do Tempo, do Umbral e do Karma

Capítulo 14
QUÍRON E SEUS CICLOS
O Curador Ferido e Mestre dos mestres

Capítulo 15
JÚPITER E SEUS CICLOS
O Dharma, o Deus dos Deuses e dos Homens, Benfeitor e Justiceiro

Capítulo 16
NETUNO E PLUTÃO E SEUS CICLOS
A Transcendência
 e a Metamorfose e Regeneração

Capítulo 17
A PROGRESSÃO
A eterna mutação acontecendo no Risco do Bordado,
trazendo os redesenhamentos em nosso Grande Teatro da Vida


Terceiro Tomo
Concluindo Seu Livro de Vida
Capítulos de 18 a 21

Capítulo 18
SINASTRIA E MAPA COMPOSTO
Compreensão mais Aprofundada acerca os Inter-Relacionamentos entre os Seres

Capítulo 19
ESTRELAS E CONSTELAÇÕES (FIXAS)  PROTETORAS
A Interação entre Astronomia e Astrologia
 através a Efetiva Vivência dos Mitos e Símbolos apreendidos através as luzes do céu noturno,
ao longo dos 360 graus da Mandala Astrológica

Capítulo 20
SÍMBOLOS SABIANOS
360 graus da Mandala Astrológica traduzidos em Verdades Universais

Capítulo 21
ARQUEOLOGIA DA ALMA
O Processo de Auto-Cura e de Aprofundamento do Auto-Conhecimento
 através a Expansão da Mente


Epílogo
Capítulo 22
A ESTRELA DE BELÉM
Minha contribuição pessoal para este Tema tão polêmico
Viajantes das Estrelas - fusão entre espiritualidade, astronomia e astrologia
Descrição Detalhada dos 22 Capítulos/Temas/Volumes constantes em Seu Livro de Vida



Quem Escreve SEU LIVRO DE VIDA:


Janine Milward nasceu em Nova Friburgo, RJ, num vale rodeado por belas e altas montanhas, no inverno do hemisfério sul, em 1950.

Já no Rio de Janeiro, enveredou através a Psicologia (infelizmente não concluída) e fundamentalmente, através a Psicanálise como trampolim para melhor entender a psiquê dos homens... quando conheceu mais de perto a Astrologia, estudando autodidatamente e tornando-se então, conselheira astrológica e professora dessa ciência.

Nesse meio tempo, também enveredou pela espiritualidade do Tao primordial, através a espiritualidade e os ensinamentos de Lao Tsé, o Mestre, transcrevendo as aulas gravadas por Wu Jyh Cherng.

Mais tarde, já em Petrópolis e depois, em Sapucaia, passou a intensificar seus estudos de astronomia, mecânica celeste e cosmologia bem como do Tao Primordial, escrevendo sobre o I Ching, o Livro das Mutações, e o Tao Te Ching, o Livro do Caminho e da Virtude.

Em 1998, Janine construiu suas raízes no Sitio das Estrelas. Nesse lugar, encontrou-se com o Tantra primordial através a espiritualidade e os ensinamentos de Srii Srii Anandamurti, O Mestre.

O Sítio das Estrelas é um Ashram, com Janine como Guardiã, e onde mora e trabalha e abre a porteira para receber os Caminhantes que desejam usufruir dos Retiros Espirituais e Encontros sobre os Temas acima mencionados e dos Trabalhos e Vivências em Espiritualidade e Prática na Meditação e em Imersão no Auto-Conhecimento.

Namaskar! Eu saúdo você com minha mente e com meu coração!


Saiba mais sobre os Trabalhos de Janine Milward 
acessando sua Página Principal:

http://paginadajanine.blogspot.com.br/






Com um abraço estrelado,
Janine Milward
Seu Livro de Vida
Compêndio sobre Astrologia da Alma e do Auto-Conhecimento,
Em 22 Capítulos/Volumes
© 2008 Janine Milward


Namaskar!
Eu saúdo você com minha mente e com meu coração!