Capítulo 12 - Urano e seus Ciclos - amostragem


Seu Livro de Vida
Quase tudo o que você quer saber
 sobre Astrologia da Alma e do Auto-Conhecimento
Em 22 Capítulos/Volumes
© 2008 Janine Milward



Capítulo 12

Urano
O Despertador da Consciência mais elevada,
A Libertação das Ataduras da Mente
e seus Ciclos

O Revirão da Vida
Oposição de Urano em trânsito a Urano natal

O Retorno de Urano
A Revelação do Desejo da Alma

Janine Milward


Editora Estrela do Belém



SEU LIVRO DE VIDA

PEQUENA AMOSTRAGEM DO CAPÍTULO 12

Urano e seus Ciclos

Trazendo a descrição completa dos Temas a serem abordados
E alguns trechos dos vários textos apresentados


Temas a serem abordados no Capítulo 12 ORIGINAL


Dois Dedos de Prosa, caro Amigo das Estrelas!

Apresentação da Obra
Seu Livro de Vida
Sobre Seu Livro de Vida
e sobre O Risco do Bordado,
o mapa astral natal,
e sobre os demais mapas coadjuvantes
Sobre o Encadeamento dos Temas
ao longo dos 22 Capítulos/Volumes de Seu Livro de Vida
Síntese dos 22 Capítulos


Urano, o Céu Estrelado,
Na Astronomia e na Mitologia


PRIMEIRA PARTE

O Revirão da Vida
Oposição de Urano em trânsito ao Urano natal

Visão Subjetiva
O Revirão da Vida
- A Luz e a Não-Luz
- A Constante Mutação entre o Sublime Yang e o Sublime Yin
- O Analema, o Oito do Sol
-  A Mandala do Tai Chi
O Trem da Vida
- Vagões - Locomotiva - Passageiro do Tempo - Motorneiro
- O Trem da Vida dentro da leitura do Risco do Bordado
O Redesenhamento da Vida de cada um de nós
- A Conclusão dos Ciclos
- O movimento do  Retorno
- Interseções
- Passado, Presente, Futuro
- Resgates de Karmas e Samskaras - ações e reações em potencial
- A Roda da Vida, a Samsara
- O Caminho da Iluminação e o Caminho da Liberação ou Imortalidade
- A Banda de Moebius

Visão Objetiva
Nosso Sistema Solar: parada de um caminho a Caminho do Céu
- O Processo de Evolução da Alma e do Espírito dentro da Vida plenamente manifestada e materializada no Planeta Terra
- Luminares, Planetas Pessoais, Planetas Sociais - a Ponte - Planetas Transpessoais ou Universais
Os Revirões da Vida, em nosso Risco do Bordado, atuados através os Planetas Transpessoais ou Universais
- A Importância de Urano, o Despertador da consciência mais elevada, atuando juntamente com os demais Planetas Transpessoais ou Universais dentro do Revirão da Vida
- O Despertar da Consciência de Urano, conjugado a Netuno e a Plutão,
, em nosso Risco do Bordado, nosso mapa astral natal, e em seus Trânsitos - quando no momento dos Revirões de Vida
Oposição de Urano em trânsito a Urano natal
- Os Revirões de Vida e O Trem da Vida
- Entre nossos 38 aos 44 anos de vida: tempo de Oposição entre Urano em trânsito ao nosso Urano natal: tempo do verdadeiro Revirão da Vida!
Quadrado de Netuno e de Plutão em trânsito a Netuno e Plutão natais




SEGUNDA PARTE

Urano e seus Ciclos
A Revelação do Desejo da Alma
A Libertação das Ataduras da Mente

Visão Subjetiva
Urano,
o Despertador da Consciência mais elevada
Urano, o Desejo de União do Homem ao Tao da Criação
O Desejo: Dentro do mundo da manifestação e (o não-desejo) dentro do mundo da não-manifestação
Desejo e Não-Desejo

Visão Objetiva
Os Ciclos de Urano e o Grande Teatro da Vida
O Grande Teatro da Vida e seus Quatro Atos
Os Ciclos de Urano
O Ciclo dos Sete Anos
O Ciclo dos Sete Anos ao longo dos Doze Cenários de nosso Risco do Bordado:
Atos de Vida, Aspectos, Retornos
A grande caminhada de Urano ao longo de todos os Doze Cenários de nossa Mandala Astrológica, em 84 anos
Urano, o Despertador da Consciência mais Ampliada
Os trânsitos de Urano, o Despertador, ao longo de nosso Risco do Bordado:
Escreva Você mesmo/a seu Livro de Vida a partir da longa Caminhada de Urano através seu Risco do Bordado!
O Ciclo dos Aspectos:
Conjunção (ou Retorno), Semisextil, Sextil, Quadrado, Trígono, Quincúncio, Oposição
Nossos Anos Oitenta, em seus Aspectos Planetários
O Sétimo Retorno de Júpiter
Sextil e Semi-sextil e Quadrado e Terceiro Retorno de Saturno
Segunda Oposição de Quíron
Oposição dos Nodos
Oposição de Quíron
Oposição de Plutão (em alguns casos somente)
O Retorno de Urano, aos nossos 84 anos
O mapa do Retorno de Urano enquanto revelação do desejo de encarnação da Alma


TERCEIRA PARTE

Exemplo Prático
Seu Livro de Vida Personalizado
Extraído de Trabalho com Caminhante/Aluno do curso Amigos das Estrelas


Urano e seus Ciclos


ALGUNS TRECHOS EXTRAÍDOS DO CAPÍTULO 12:


Urano - despertador da consciência mais elevada, corte guilhotinal e inesperado

Veremos Urano, o despertador,  como aquele que começa a dar início às  conclusões dos ciclos anteriores e mais recentes desse Planeta e da busca de uma fusão mais ampla entre os mundos da manifestação e da não-manifestação, entre a objetividade e a subjetividade da vida como um todo.   Essas conclusões serão ainda também manifestadas, em seguimento, por Netuno e por Plutão e pelo Transplutoniano, que eu denomino de Ísis.

Sempre nos lugares onde encontramos Urano - moradia natal ou lugar em trânsito - estaremos encontrando nossa possibilidade de ampliação de nossa consciência.  Essa ampliação de nossa consciência é fundamental no sentido de nos aprofundar em nosso auto-conhecimento e na conscientização plena acerca de quem somos nós e quais são nossas missões de vida a serem cumpridas.  É sempre através dos lugares de Urano natal e de Urano em trânsito que encontramos nosso referencial para nosso Revirão de vida. 

Urano mora sete anos em cada Signo e por conseguinte, em cada Casa astrológica, de forma geral.  Faz seu ciclo total  12 X 7 = em 84 anos.  É sempre bom que possamos ansiar alcançar nossos 84 anos.  Existe um ideal de longevidade em nossa vida.  esse ideal de longevidade não exatamente repousa no sentido de viver por longo tempo saboreando e se divertindo, na vida....  mas sim dentro do conceito de que, em vivendo mais, teremos mais e mais oportunidades de irmos ampliando nossa consciência!  Portanto, aos 84 anos - se pudermos alcançar essa gloriosa idade -, estaremos podendo olhar para trás, em nossa vida, e quem sabe nos dizer a nós mesmos: consegui!

Quando a alma vem para a encarnação, ela diz: Eu Farei; ao longo de sua vida aqui na Terra, ela diz: Eu Faço; quando de sua saída da encarnação, ela diz: Eu Fiz.  É bom que quando dissermos Eu Fiz, que isso vá significar real proficiência de cumprimento de metas da vida e real ampliação da consciência. Dessa forma, nossa vida seguinte poderá estar mais leve, menos carregada de situações de Karmas e Samskaras - ações e reações em potencial - que nos leve e nos submeta a resgates e vivências por longos tempos....  ao contrário, que a gente possa logo logo se desembaraçar dos mesmos e continuar em nossa longa jornada de irmos ampliando mais e mais nossa consciência.

A verdade é: viemos ao Planeta Terra, em termos do mundo da manifestação, para buscarmos uma muda de roupa....  E em termos de mundo da não-manifestação, para ampliarmos nossa mente. Não nos esqueçamos que é Quíron quem faz a ponte entre o mundo da não-manifestação - de Saturno em relação ao Sol; e o mundo da não-manifestação - de Saturno em relação à exteriorização do Sistema Solar.

É somente nossa mente que levamos de uma encarnação à outra, somente nossa mente, somente nossa mente.  O quão máximo possível a gente puder ampliar a mente, em uma encarnação, melhor!  Nossa longa jornada - como nos diz o Mestre do Tao, Lao Tsé, fica mais encurtada, mais leve, mais consciente.... até nos tornarmos Bodhisattvas, um ser de compaixão que desce ao Planeta para ajudar as demais almas em suas encarnações a serem mais conscientes e tornar suas jornadas mais leves.

Exatamente porque Urano é o Despertador, é também o Inesperado, é também o corte guilhotinal, o abrir e o fechar da cortina ainda antes do ato começar ou do ato terminar... Tudo isso pode acontecer em termos de Urano porque aqui encontraremos o chamado tempo Kairós, ou seja, tudo aquilo que acontece em seu próprio tempo, assim como o Tao, em seu Wei Wu Wei, tudo em seu tempo certo, nem antes e nem depois.

Lao Tsé nos diz, no Capítulo 25 do Tao Te Ching, o Livro do Caminho e da Virtude:

O homem se orienta pela terra
A terra se orienta pelo céu
O céu se orienta pelo  Tao
O Tao se orienta por sua própria natureza

Sendo assim, veremos que os dois primeiros versos vão nos falar de uma orientação sob o ponto de vista de Saturno, o senhor do umbral, o senhor do tempo, Kronos.  No entanto, os dois versos seguintes, o terceiro e o quarto, vão nos falar de uma orientação sob o ponto de vista a partir de Saturno em direção ao Sistema Solar em sua exteriorização, ou seja, a partir de Quíron e fundamentalmente, a partir de Urano, o Despertador, aquele que nos aponta para os novos caminhos - desde que os caminhos tradicionais ditados por Saturno tenham sido realizados e bem sucedidos.

Como um exemplo: uma semente tem seu tempo certo para explodir e deixar sair seu sêmen que adentrará a terra e trará a vida a uma nova planta: esse é o Despertar do tempo Kairós ditado por Urano.   Sendo assim, vemos que aqui existe o Inesperado.  O Inesperado é não-esperado em seu tempo Kronos, tempo ditado por Saturno.  O tempo de Urano é o tempo Kairós e se orienta por sua própria natureza, assim como o Tao.  É por isso que volta e meia vemos que existe a sensação de corte guilhotinal dentro da energia arquetípica de Urano: é que não estamos preparados para tanto, estamos apenas sintonizados, de uma forma geral, com a energia arquetípica de Saturno e de Capricórnio, ou seja, tudo projetado dentro do tempo Kronos. 

Em Urano e em Aquário, o tempo é Kairós, o Wei Wu Wei, a ação dentro da não-ação, onde tudo acontece dentro de sua própria natureza, dentro de sua própria naturalidade.  É por isso que sentimos que essa naturalidade dos eventos uranianos é Inesperada e atua como um Corte quase guilhotinal...  No entanto, é preciso que vejamos tudo isso como o Despertar para uma nova forma de ser e de agir, dentro de uma maior expansão da mente e da consciência, é uma visão que se abre para uma nova forma de se compreender o homem, a terra, o céu e o Tao.

Então, o posicionamento natal de Urano em nosso Risco do Bordado irá nos apresentar essas questões.  E mais: irá também sempre nos revelar nosso lugar de maior Revirão de Vida, de maior revolução em nossa mente e em nossa consciência e conseqüentemente, em nossa forma de ver e de agir o mundo e nossa vida.  E em termos de trânsitos de Urano ao longo das Doze Casas de nosso Risco do Bordado, esses mesmos sentimentos estarão sendo levados, arquétipo após arquétipo, em Casas e Signos e Luzes. 

..................................................... (a continuidade deste Texto encontra-se no Capítulo 12)



Os Revirões da Vida,
 em nosso Risco do Bordado,
atuados através os Planetas Transpessoais ou Universais


Algumas Palavras sobre
Saturno e Quíron e Urano
E sobre Netuno e Plutão e Transplutoniano

Eu gostaria de poder comentar algumas questões sobre Saturno e Quíron e Urano - sendo estes arquétipos a tradução da conclusão da vida Pessoal e Social e a Ponte que se prepara para o início da compreensão da vida Transpessoal.

Quíron possui uma ligação muito simpática com os cérebros direito e esquerdo.  O cérebro direito é sensitivo enquanto o cérebro esquerdo é racional.  O bom sempre é a gente poder fusionar ambos os cérebros e tirar o melhor partido possível do cérebro direito e do cérebro esquerdo.  E Quíron possui a chave desse segredo.

Apenas que a chave desse segredo não é  algo simples de se buscar ou mesmo de se encontrar. 

Sempre Quíron nos traz dores e mais dores, em nossa vida. 

E Saturno traz suas limitações, sempre nos lembrando que estamos encarnados no Planeta Terra para aqui Trabalharmos e Iluminarmos pois que este Planeta é uma Estação de Trabalho e de Iluminação.  E para trabalharmos e iluminarmos, temos que ir resgatando nossos Karmas e Samskaras e é também Saturno quem nos aponta essas questões - tanto de vidas anteriores para serem resgatadas nessa vida atual como aquelas questões que não fazem parte de nossa encarnação atual mas que já apontam para o desenho que iremos formular no Baile dos Arquétipos de nosso Risco do Bordado para encarnações futuras, a partir dos Karmas e Samskaras levados até essas futuras vivências sucessivas, sejam Karmas e Samskaras de vidas ainda anteriores, sejam Karmas e Samskaras de nossa vida atual - em ações e reações em potencial.  Portanto, sempre Saturno está nos lembrando que é o Senhor do Karma e do Tempo e do Umbral: é exatamente aqui no Planeta Terra, lugar de plenitude de materialização, que temos que evoluir.

E a evolução acontece a partir de Urano, o despertador da consciência mais elevada, aquele que nos liberta das ataduras da mente, aquele que sempre vem nos trazendo  seus cortes guilhotinais e dolorosos, verdadeiramente redesenhadores de nossa vida - queiramos ou não queiramos.

Porém, para iniciarmos nossa conversa acerca A Ponte e os Planetas Transpessoais, não ficaremos apenas comentando sobre a dor quironiana e/ou sobre os cortes guilhotinais uranianos!  Isso porque a dor quironiana é apenas uma ponta do iceberg, digamos assim, e da mesma forma, os cortes uranianos!

.................................................... (a continuidade deste Texto encontra-se no original do Capítulo 12)



O Redesenhamento da Vida de cada um de nós

Sabemos que sempre, sempre, os ciclos de nossa vida e da Criação como um todo vão encontrando suas conclusões e que seus novos começos sempre pressupõem o movimento do retorno e também quando acontecem as interseções entre o ciclo que recomeçou e sua plenitude de realização encontrando sua conclusão.... tudo isso nos traz, inevitavelmente, inexoravelmente, um redesenhamento da vida de cada um de nós, sem dúvida alguma.

Não podemos nos esquecer que nosso Risco do Bordado, nosso mapa astral natal, em si mesmo, já é um conjunto de situações de conclusões de ciclos anteriores - já que é formado, arquetipicamente em seu Baile de Arquétipos, pela síntese de um pequeno acúmulo de algumas vidas passadas a serem revivenciadas dentro de nossos Vagões do Trem da Vida, nessa encarnação, no sentido de resgatar Karmas e Samskaras anteriores - ações e reações em potencial.

Porém, desde nosso momento de primeira inspiração e de primeira expiração, esse Risco do Bordado acaba se tornando uma realidade tangível e cheia de vida! O nascimento de uma pessoa vem lhe imprimir o seu movimento de retorno da Luz!  Sendo assim, todo o conjunto arquetípico apresentado pelo mapa astral natal vem nos falar de conclusões de ciclos anteriores, de vidas anteriores, sim, mas vem também, ao mesmo tempo, trazer nova luz à todas essas questões, trazer-lhes outras cores, outras situações, outros tempos, outras realidades de vida planetária!  E é certo que nossa Alma sempre traz consigo a mente sintetizada de toda sua trajetória de vida dentro desse universo em que vivemos.  E portanto, ao entrar nessa encarnação de aqui-e-agora, nossa Alma possui uma maior ampliação de mente, ou seja, uma compreensão mais clara, mais transparente, mais consciente a respeito de suas vidas passadas em suas conclusões demonstradas no Risco do Bordado da vida de hoje!

Sendo assim, ao longo do desenvolvimento de nossa vida atual, sempre vão existir os momentos em que os resgates de Karmas e de Samskaras de vidas anteriores apresentadas em nosso Risco do Bordado precisarão ser vivenciados - e muitos deles acabam realmente sendo inteiramente extorquidos, aniquilados, expropriados de nossa vida atual - que bom!

Então, sempre que acontecem essas questões, adentra o momento da Interseção de energias arquetípicas a funcionarem em nossa vida.  Trocando em miúdos: sempre que realmente conseguimos aniquilar resgates de Karmas e Samskaras de vidas anteriores programados por nossa Alma junto ao Tao da Criação para assim acontecer dentro de nossa vida atual, alcançamos a plenitude do Elemento Yin ou do Elemento Yang - aquele que estiver atuante no momento -, e dessa forma, existe o aprontamento para adentrarmos a situação oposta e complementar: a plenitude do Elemento Yin faz brotar o Elemento Yang... e vice-versa.

No entanto, esse momento mínimo, efêmero, quase imperceptível em nossa vida, é o momento da Interseção dos Caminhos, o lugar onde a cobra morde a cauda, o Ourobouros, digamos assim, o lugar onde a eterna mutação acontece e o retorno da luz acontece e a vida continua...  porém de forma inteiramente diferente de um mínimo momento anterior, ainda antes da Interseção dos Caminhos.

Aqui encontramos, pois, o Revirão da Vida.

Podemos perceber, portanto, que o Revirão da Vida comporta em si - sincronicamente e simultaneamente - o passado, o presente e o futuro.  A verdade é que também o Trem da Vida todo o tempo vem correndo em seus trilhos de passado, presente e futuro entrelaçados sincronicamente e simultaneamente.

Sendo assim, o Revirão da Vida nos acontece todo o tempo!  Apenas que ora nos acontece de forma quase que imperceptível - ou mesmo inteiramente imperceptível -, ora nos acontece em pequenos ciclos, ora nos acontece em ciclos médios, ora nos acontece em grandes ciclos, ora nos acontece em imensos ciclos - abrangentes para encarnações ainda antes dessa nossa encarnação de aqui-e-agora, e possivelmente, também para encarnações futuras!

Estamos todo o tempo do passado, do presente e do futuro sempre entrelaçados sincronicamente e simultaneamente dentro da relação homem-céu-terra, vivenciando nosso Revirão da Vida.  Estamos todo o tempo de nossa vida resgatando Karmas e Samskaras de vidas passadas - tanto os positivos quanto os negativos -, e ao mesmo tempo, estamos sempre tecendo nossos Karmas e Samskaras das vidas futuras - tanto os positivos quanto os negativos.

......................................................  (a continuidade deste Texto encontra-se no original do Capítulo 12)



Oposição de Urano em Trânsito a Urano Natal

Os Revirões de Vida e O Trem da Vida

Antes de mais nada, é preciso nos lembrar que nossa aula sobre o Trem da Vida aconteceu anteriormente à essa aula, nos trazendo então sua boa estruturação para que possamos melhor conversar sobre os Revirões de Vida.

E também é preciso lembrar ao Amigo das Estrelas que o Trem da Vida é um termo criado por mim, como um todo, para exemplificar os Nódulos Lunares e seus regentes, bem como os mapas formados por todos esses arquétipos.

O Trem da Vida vem apresentar a trajetória da Alma em termos de sua bagagem que traz de um número fusionado de vidas passadas - Os Vagões - e que esta bagagem deverá vir a ser usada nessa vida de aqui-e-agora e mais ainda acumulando novas bagagens, ao mesmo tempo em que também a Alma vai deixando bagagens para trás, e vai inovando, ousando, desafiando, realizando novas questões através da ampliação de sua consciência, dentro da Locomotiva. 

O Passageiro do Tempo é aquele que vivencia os Vagões, e o Motorneiro é aquele que se identifica com a Locomotiva e com a ampliação de consciência, nessa vida.

Ao longo de nossa vida sempre estaremos nos movimentando entre nosso passado, nosso presente e nosso futuro, ou seja, entre nossos Vagões e nossa Locomotiva de nosso Trem da Vida, isso é certo - em menores ou médios ou em maiores Revirões de Vida.

Em dado momento de nossa vida, estaremos mais presentes dentro dos Vagões e acionando nosso Passageiro do Tempo - porém sem jamais deixarmos de também visitarmos, volta e meia, nossa Locomotiva e de acionarmos nosso Motorneiro.  E em outros tantos momentos de vida, estaremos mais presentes dentro da Locomotiva e acionando nosso Motorneiro, da mesma forma, sem deixarmos de visitarmos nossos Vagões e de acionarmos nosso Passageiro do Tempo.

Mas sabemos que nossas vivências dentro dos nossos Vagões são voltadas às questões que já sabemos, que já conhecemos como pertinentes às nossas bagagens de vida - aquelas que trazemos de vidas anteriores para serem vivenciadas em nossa vida de hoje e aquelas que vamos amealhando ao longo de nossa atual encarnação.  Portanto, de alguma forma, existe um maior conforto do Ego em relação às suas vivências dentro dos seus Vagões do seu Trem da Vida...

E sabemos que nossas vivências dentro de nossa Locomotiva são voltadas às questões trazidas à nossa vida através nossos Revirões de Vida, ou seja, são questões novas, inovadoras - e se por acaso não forem assim tão novas ou inovadoras, estão sendo sempre remodeladas, adequadas aos nossos tempos de hoje voltados para nosso futuro, questões possivelmente metamorfoseadas e regeneradas por Plutão que as tenha revivenciado e trazido lá do fundo do baú de vidas anteriores e que também fazem parte do desenho original do nosso Risco do Bordado, sem dúvida alguma!

E certamente, da mesma forma, sabemos que nossa atuação em nosso Passageiro do Tempo é algo que nossa Alma já conhece; por outro lado, sabemos que nossa atuação em nosso Motorneiro é algo que nossa Alma coloca como aprendizado seu nessa encarnação.

(Nesse momento, o Amigo das Estrelas poderá novamente retomar sua atenção para seus mapas formados a partir do seu Trem da Vida - mapas esses extraídos de seu Risco do Bordado, de seu mapa astral natal - tema de nossa aula anterior.)

....................................................................  (a continuidade deste Texto encontra-se no original do Capítulo 12)




Entre nossos 38 aos 44 anos de vida:
Tempo de Oposição entre Urano em trânsito ao nosso Urano natal
Tempo do verdadeiro Revirão da Vida!

Se levarmos em conta que passamos a tomar uma maior consciência a respeito de nossa Locomotiva e de nosso Motorneiro  - e de nosso Trem da Vida, como um todo - entre nossos Segundo e Terceiro Atos de vida, é certo também levarmos em conta que existe um momento quando essa ampliação de consciência se dá de forma mais intensa, quando o Revirão da Vida acontece de forma mais radical, digamos assim.

Esse momento normalmente nos acontece entre nossos 37 e 44 anos, ou seja, dentro do tempo da Oposição de Urano em trânsito ao nosso Urano natal: o verdadeiro Revirão de nossa Vida!

A verdade é que, a partir do Primeiro Retorno de Saturno, aos nossos 29 anos, nossa Alma começa a elaborar sua fusão mais plena com nosso Ego (embora o Retorno dos Nódulos aos 18 anos e o Retorno de Júpiter aos 24 anos já tenham iniciado esse processo dentro de um tempo de primórdios de maturidade), de forma que aos nossos 33 anos - quando repetimos de forma semelhante as entradas de Casas em nossa revolução solar aquelas que vemos em nosso Risco do Bordado -, nosso tempo de Iniciação, nosso renascimento para a vida, nosso amadurecimento ainda dentro de nosso Segundo Ato de Vida.  A partir de nossos 33 anos  de idade, a Alma já começa a bem se fusionar com o nosso Ego no sentido de nos aproximar mais e mais dos arquétipos em seu grande baile em nosso Risco do Bordado: começamos a nos tornamos mais autênticos, tanto em nosso Eu Interior quanto em nosso Eu Exterior; começamos a fundamentar nossos primeiros passos na jornada de tecimento de nosso tempo de maior Revirão de Vida, a acontecer entre nossos 38 e 44 anos: a Oposição de Urano em trânsito ao nosso Urano natal.

Se colocarmos diante de nós nossos mapas do Trem da Vida como um todo, teremos o mapa dos Vagões e o mapa do Passageiro; teremos o mapa da Locomotiva e o mapa do Motorneiro.  E certamente sempre teremos nosso Risco do Bordado que bem apresenta de onde nosso Trem da Vida vem, em Signo e em Casa astrológica, e para onde nosso Trem da Vida está indo, em Signo e Casa astrológica opostos e complementares.

Nosso tempo de Revirão da Vida vai nos apresentar nossa passagem de uma circunstância à outra, dos Vagões à Locomotiva e do Passageiro do Tempo ao Motorneiro.  Mas isso somente poderá vir a acontecer de forma plena se estivermos realmente voltados para nossa ampliação de consciência, para sabermos mais profundamente quem somos e quais são nossas missões a serem realizadas no Planeta Terra e o que devemos fazer e quem deveremos ser para podermos atuar nossas missões de forma bem completa, para podermos ser bem-sucedidos em nossa encarnação!

E é certo que também nosso Revirão de Vida poderá nos acontecer de forma mais radical, nesses tempos de oposição de Urano em trânsito ao nosso Urano natal, caso ainda não tenhamos realmente nos voltado para nossa ampliação de consciência.... mas nesses casos, como já comentamos mais acima, tanto o Despertar da Consciência quanto os Cortes Guilhotinais e quase sempre Inesperados nos trazem dor, nos fazem sofrer... pela lacuna existente entre a Alma e o Ego.

Aquilo que a Alma desejou - junto ao Tao da Criação - desenhar em nossa vida em seu Risco do Bordado, nem sempre o Ego sabe a respeito.  Pode haver uma dicotomia grande entre os desejos da Alma e os desejos do Ego - principalmente no mundo de hoje em que vivemos questões bem mais objetivadas e imperiosamente colocadas pela Sociedade de maior consumo, de maior pretensa produtividade, de maior competitividade, etc.  De uma forma geral, a vida imposta pela Sociedade como um todo, tem tido um tom de maior praticidade e de quase nenhuma espiritualidade, infelizmente - ocasionando essa grande lacuna entre a consciência dos desejos da Alma e a consciência dos desejos do Ego.
........................

Acaso a Alma e o Ego não tenham se fusionado ainda tão harmoniosamente - nem sempre a vida prática e a ausência de boa espiritualidade permitem que as pessoas ampliem suas consciências de forma satisfatória ao longo dos tempos que viemos comentando acima... -, existe sempre a possibilidade de que o Retorno de Quíron, aos nossos 49 anos de idade, nos traga uma maior maturidade e uma maior ampliação de nossa consciência.  Da mesma forma, nosso Segundo Retorno de Saturno, aos nossos 58 anos de idade, agirá da mesma forma.

No caso de a Alma ter se fusionado intensamente e harmoniosamente ao Ego e o Trem da Vida ter sido acionado como um todo em bom funcionamento tanto dos seus Vagões quanto de sua Locomotiva, também os tempos de Retorno de Quíron  e de Segundo Retorno de Saturno vêm nos proporcionar maior amadurecimento e uma consciência cada vez mais ampliada acerca de nós mesmos e de nossas missões a serem cumpridas no Planeta Terra, em nossa encarnação de aqui-e-agora.

Em ambos os casos acima mencionados, poderão adentrar dois Retornos de Júpiter, aos 48 anos e aos 60 anos de idade.  Sendo Júpiter nosso Dharma objetivado em nossa atuação social (bem como pessoal), o deus dos deuses, expansivo, benfeitor e justiceiro está sempre pronto a nos trazer seu auxílio.

.............................................................. (a continuidade deste Texto encontra-se no original do Capítulo 12)



O Despertar da Consciência de Urano, conjugado a Netuno e a Plutão,
em nosso Risco do Bordado, nosso mapa astral natal, e em seus Trânsitos
- quando no momento dos Revirões de Vida

Esse Despertar objetivado trazido por Urano - seja em seu posicionamento natal ou seja em sua atuação dentro do seu Transito ao longo de nosso Risco do Bordado -, é elevado em dimensão mais ampla por Netuno, a transcendência, e é metamorfoseado e regenerado por Plutão, atuando em seu poder e em seus conhecimentos velados que são, dessa maneira, trazidos à consciência, saindo do mundo da não-manifestação e atuando de forma concreta e objetiva dentro do mundo da manifestação, novamente ampliando Saturno e Capricórnio, em suas realizações de metas dentro da vida contida no Planeta Terra - e certamente, expansionando sua ação através da Ponte e dos demais arquétipos sociais e pessoais e individuais!

Sendo assim, sempre que acontecem nossos Revirões de Vida, atuam em conjunto Urano, Netuno e Plutão - tanto em termos de seus arquétipos transpirados a partir de seus posicionamentos natais quanto em seus arquétipos transpirados a partir dos seus lugares, em Trânsito.

Vimos que uma das metas plutonianas é a de depurar tudo aquilo que trazemos em nossa bagagem para ser vivenciada em nossa vida de aqui-e-agora: questões vão para o passado e lá ficam; questões permanecem, sim, porém sempre tomando uma nova roupagem, uma nova idealização, digamos assim, uma adaptação ao novo mundo, à vida atual e ao mundo da vida atual.  Portanto, sempre em Plutão existem a metamorfose e a regeneração.

Vimos que uma das metas netunianas é a de fazer realmente desaparecerem no passado as questões que foram assim triadas, praticamente expurgadas por Plutão.  É por isso que podemos ver o Planeta Netuno como um arquétipo de perda.

Vimos que uma das metas uranianas é o de despertar da consciência bem como vimos que esse despertar quase sempre significa o acordar após o corte guilhotinal e quase sempre inesperado: é o Revirão da Vida.

Assim, de repente, não mais do que de repente, tudo muda, o Revirão da Vida acontece.

Urano acaba agindo quase como um raio que nos atinge certeiramente, inesperadamente.  Nem sempre conseguimos compreender que se tratava de um final de um ato de vida, de um final de um ciclo - pequeno, médio ou grande ciclo, pequeno, médio ou grade ato de vida.  Nem sempre conseguimos compreender que se tratava de um começo de um novo ato de vida, de um começo de um novo ciclo.  É como se as cortinas do nosso palco da vida se fechassem antes do tempo que pensávamos - ou que queríamos - que se fechassem; é como se as cortinas do nosso palco da vida se abrissem antes do tempo que pensávamos - ou que queríamos - que se abrissem...  É porque Urano trabalha sua energia através do tempo Kairós: a vagem amadurece e se abre e se explode lançando .......

.......................................................... (a continuidade deste Texto encontra-se no original do Capítulo 12).



O Retorno de Urano, aos nossos 84 anos
O mapa do Retorno de Urano enquanto revelação do desejo de encarnação da Alma


Chegamos ao momento highlight de Urano, o Despertador da consciência mais elevada, seu Retorno, o momento do encontro de Urano em trânsito com Urano natal, após sua longa jornada ao longo dos Doze Cenários do Risco do Bordado, após todos seus Encontros e Desencontros com o Baile dos Arquétipos instalados na Mandala Astrológica, após ter rebelado e amadurecido, desconstruído e construído tudo, sempre em novas bases, porém sempre mantendo a necessidade de boa preservação da mente e certamente, de sua liberação das amarras da ignorância.

Por tudo isso, quando nos acontece o Retorno de Urano ao seu lugar natal, já não mais somos, com toda a certeza, a mesma pessoa em termos de uso da mente: a expectativa é de que a mente tenha alcançado um bom patamar de ampliação durante toda a trajetória uraniana, quebrando conceitos antigos e arraigados que precisavam ser remodelados e atualizados, e trazendo um novo formato aos conceitos antigos e bem preservados que continuam sendo preservados em seus valores e em seus conteúdos, porém podendo ser usados não mais em termos de passado mas sim de presente e de futuro, fundamentalmente!

Toda a caminhada de Urano ao longo das Doze Casas de nossa Mandala Astrológica e ao longo de seus Encontros e Desencontros com nosso Baile de Arquétipos constante em nosso Risco do Bordado, significa a inter-relação, o entrelaçamento entre Saturno, aquele que concretiza e que preserva, e Quíron, aquele que perfaz a Ponte entre o mundo da objetivação com o mundo da subjetivação, e Urano, o despertador da consciência mais ampliada para além dos limites saturninos.

Saturno é o arquétipo que está sempre nos perguntando, ao longo de suas trajetórias em nossa Mandala Astrológica (máximo de 3 Retornos de Saturno, em uma longa, longa vida): E então, você está consciente de suas missões a serem compreendidas e realizadas, bem cumpridas, em sua encarnação no Planeta Terra?  Você está consciente dos Karmas e Samskaras a serem resgatados ainda nessa sua encarnação?  Você está consciente de que não mais precisa praticar Karmas e Samskaras negativos a serem resgatados em encarnações vindouras - caso amplie sua consciência....?

Quando Saturno aventa a possibilidade de não mais precisarmos praticar Karmas e Samskaras negativos - caso ampliemos nossa consciência....  certamente esse arquétipo está já ultrapassando seus próprios limites de Senhor do Umbral de cumprimento de trabalhos e de iluminação no Planeta Terra e está nos apontando para Urano, o despertador da consciência mais ampliada, que também, por sua vez, nos aponta para a Ponte que deve existir de forma bem sintetizada entre o mundo da objetividade saturnina e o mundo da subjetividade que começa a partir do arquétipo uraniano: Quíron, aquele que possui os conhecimentos dos dois mundos, aquele que tem sua parte animal arraigada à Terra e aquele que possui sua parte humana já voltada para seu lugar no Céu: é o semideus, é a Ponte, é o Mestre que nos acena já do outro lado da Ponte, de sua Caminhada de Iluminação e de Liberação, nos chamando e incentivando para que possamos também nós realizarmos essa longa jornada.

Portanto, ao abrirmos nosso mapa que nos fala do Retorno de Urano, aos nossos 84 anos, podemos ali, a meu ver, inferir sobre qual é o maior Desejo de cumprimento da Alma nessa Encarnação sendo realmente a nós revelado!

É por isso mesmo que eu denomino o Retorno de Urano como o mapa de Revelação do Desejo de Encarnação da Alma.

Abra seu mapa de Retorno de Urano, após sua longa jornada através toda sua Mandala Astrológica e de seu Encontro com seu Urano original, natal.  Faça isso.

Então, olhe para esse mapa e olhe para seu mapa astral natal, seu Risco do Bordado.

O que você poderá ver? 

Eu penso que o mapa do Retorno de Urano nos revela aquilo para o qual a Alma se propôs, junto ao Tao da Criação, dizer a que veio, nessa encarnação: seu Desejo de Encarnação no Planeta Terra.  E o mapa natal, o Risco do Bordado, que vem trazendo consigo um pequeno acúmulo de histórias de vidas nossas passadas a serem recontadas e revivenciadas em resgates de Karmas e Samskaras nessa vida atual nossa, vem nos revelar a estrutura fundamental nossa para podermos realizar, ao longo de nossa vida, menor ou maior em tempo de jornada, o Desejo fundamental da Alma, Desejo esse acionado pelo Dharma de cada um de nós, nossa maneira essencial de ser, ao longo de todas nossas vivências sucessivas passadas, o cerne de nós mesmos, aquela parte que nos liga diretamente ao nosso Espírito junto ao Tao da Criação.
..........................

Uma questão que eu compreendo ser absolutamente fundamental e importante a ser conversada nessa altura de nossa conversa sobre Urano, o despertador da consciência, é o fato de que
................................... (a continuidade deste Texto encontra-se no original do Capítulo 12)



Exemplo Prático
Seu Livro de Vida Personalizado

Caminhante/Aluno/Psicólogo
(com sua devida permissão)



Urano e seus Ciclos - Parte I
Tempo de Revirão de Vida - Oposição de Urano em trânsito a Urano natal
E ainda: Quadrados de Plutão e de Netuno


Olá, Caminhante, Namaskar!

Primeiramente, Caminhante, é preciso que sempre você tenha em mente os posicionamentos de seus Planetas Transpessoais em termos de signos e de Casas astrológicas bem como de suas regências.

Bem, sabemos que o lugar onde Urano se encontra, sempre em nossa vida existem as grandes reviravoltas de situações, os revirões, como um todo, as revoluções, os redesenhamentos - são todas palavras eufemistas para nos falar de nossos imensos cortes guilhotinais e quase sempre inesperados!  São todas palavras eufemistas para nos falar de nosso lugar de revirões de vida: o avesso do avesso do avesso do avesso do avesso. 

E por isso mesmo, Urano é sempre o Despertador da Consciência mais Elevada, da compreensão mais elevada de todas as situações de vida, sob o Tao da Criação.

Sabemos que o lugar onde Plutão se encontra, sem em nossa vida existem as grandes transformações, transmutações, metamorfoses e regenerações.  Também são lugares que revelam ressentimentos, vinganças, remorsos, culpas - questões de vidas anteriores e de inter-relacionamentos anteriores, de vidas anteriores ( e eu não toco objetivamente nesses assuntos, não me considero astróloga kármica, como se diz por aí, que fica tecendo historinhas a respeito de situações e de inter-relacionamentos de vidas anteriores , todos trazidos e guardados no grande baú do Plutão).

Porém, sabemos que Plutão é o deus dos mundos ínferos e que lá nos mundos ínferos, tudo isso fica bem guardadinho.... e também tudo fica bem guardadinho dentro dos Vagões do nosso Trem da Vida... até que um belo dia - dia de Revirão de Vida - muitas das situações, tanto positivas quanto negativas, acabam vindo à tona, advindas daquele baú advindo das profundezas de nossa psiquê, de nossa mente, de nossa consciência.

Muito bem: tudo aquilo que for negativo, a gente aproveita para pegar um fósforo e deixar em cinzas - Netuno vai adorar, Netuno adora uma fumaça, adora esfumaçar, se perder na bruma....

Tudo aquilo que for positivo, a gente aproveita para dar uma remodelada, um revival, para trazer de novo para nossa vida, em Vagões do Trem da Vida que realmente tragam bagagens importantes para que em nossa Locomotiva, a gente leve a vida para frente!

A questão é: estamos falando, porém, de Planetas não apenas pessoais como também sociais e fundamentalmente, transpessoais!  Ou seja, dependemos do nosso Outro, dependemos da Sociedade e da vida como um todo, para podermos realizar essa triagem, essa purificação, dentro desse baú, percebe?

E aí, a gente tem que fazer tudo com bom cuidado - para que não haja mais Karmas nem Samskaras negativos em nossas ações e potenciais reações e para que nosso Outro também não atue dessa maneira, entende?

É porque nosso Urano vai bater em relação ao Urano do nosso Outro e de toda a Sociedade; é porque nosso Plutão vai bater em relação ao Plutão do nosso Outro e de toda a Sociedade; é porque nosso Netuno vai bater em relação ao Netuno do nosso Outro e de toda a Sociedade: são Planetas que englobam nosso Eu Sou Pessoal, de Identidade Essencial e nosso Nós Somos Social e de Identidade Essencial da Sociedade, como um todo, do Planeta Terra!

Sabemos que o lugar onde Netuno se encontra, sempre em nossa vida acontecerão as perdas, os esfumaçamentos, os distanciamentos, as incompreensões, os enganos e os desenganos, as ilusões e as desilusões..., nossos vícios, nossos escapismos, nossa mendicância.... e ao mesmo tempo sabemos também que ali encontraremos nosso melhor lugar para realizar nossa maior transcendência, na vida.

Novamente, sempre que falamos de Netuno, nos envolvemos pessoalmente e socialmente e transpessoalmente e planetariamente.

Quando acontecem os Revirões em nossa Vida, Urano traz o corte guilhotinal, Plutão traz a metamorfose e a regeneração, e Netuno nos traz as perdas e as possíveis formas de reorganização de nossa consciência em termos de assumir o Vazio, por um tempo, e depois, ali colocarmos nossa transcendência.

E é certo também que, como num castelo de cartas, não somente esses Planetas nos apresentam suas cores e seus leques arquetípicos de situações como também suas regências, os lugares onde se encontram, seus Aspectos, os demais Planetas ou Luminares que se encontram sob suas regências, etc.

Então, como vimos mais acima, e como viemos vendo ao longo de todos esses nossos meses e meses de conversas com você, Caminhante, nosso Risco do Bordado, como um todo, se mexe e se remexe - e assim, nos trazendo grandes revirões de vida, sempre nos ajudando a ampliar, pelo menos isso, nossa consciência!

Não se esqueça: estamos no Planeta Terra para trabalharmos e para iluminarmos.  E para tanto, precisamos ampliar nossa mente, e trabalhar e iluminar nossa consciência.

De uma encarnação para outra, a única coisa que levamos em nossos Vagões do Trem da Vida, é nossa mente, nada mais - nem que fossemos faraós e construíssemos belas pirâmides, nem que conservássemos nosso corpo mumificado, congelado, sei lá... não importa: a única coisa que levamos de uma encarnação para outra é nossa mente.  Será nossa mente que nos levará, inclusive, para estar no lugar onde ficaremos entre uma encarnação, entre uma materialização e outra.  Sendo assim, é bom que a gente vá ampliando nossa consciência para estarmos em lugares de consciências mais ampliadas, não é mesmo?  a gente mesmo é quem cria nosso céu ou nosso purgatório ou nosso inferno - cristãmente falando...

...........................

E sabemos também que Urano sempre nos traz revirões nas situações onde se encontra e sabemos que Plutão sempre almeja transmutar o lugar que se encontra para a realidade oposta e complementar, em termos de signo e de Casa, e sabemos que Netuno quer realizar a transição entre terra e céu, no lugar onde se encontra.
..............................

É bom, Caminhante, que você tenha em mente os posicionamentos dos seus Planetas Transpessoais e seus símbolos e suas estrelas protetoras:

Urano - 08Virgem24 Retrógrado - Casa Doze - e fazendo Conjunção com Plutão, alguns poucos graus mais à frente (que por sua vez faz Oposição direta com Quíron pisciano de Casa Seis) e ambos Planetas Nitroglicerinados introduzindo seu Ascendente a 22 de Virgem.

Eu sempre lhe digo que quando eu abri seu mapa pela primeira vez e nada sabia sobre você.... e tinha que escrever sobre seu mapa, Casas Um e Dois, céus, eu meio que fiquei sem saber o que dizer.  Ou seja, eu não sabia se você sabia bem usar um Urano e um Plutão de Casa Doze, ou não....; eu não sabia se você sabia bem usar um Netuno de Casa Dois, ou não.

Porque veja, minha querida Caminhante, cada Alma é uma Alma - mesmo que sejamos todos um grande Todo, um Conjunto Unificado sob o Tao da Criação.  Melhor dizendo, cada pessoa é uma pessoa.  Eu tenho uma cliente que mora em Salvador, na Bahia, com um mapa igualzinho ao seu, Caminhante, ou seja, com Urano e Plutão em Casa Doze e com Netuno em Casa Dois.... e a criatura está a ponto de pirar, de ter um avc, de ter um ataque cardíaco... céus, e ela está bem no meio do seu Tempo de Revirão de Vida e está é precisando muitíssimo de um consultório de um bom analista  - como você, por exemplo, que a compreenderia em cheio!  Ela tem ataques e mais ataques de nervos por causa do Urano e do Plutão que ficam cutucando o inconsciente dela, entende, e o Ascendente em Virgem a deixa ainda mais histérica... porque ela quer ser sempre super x plus, em tudo, metódica, detalhista, a boa moça, sempre certinha, em tudo... coisas do signo de Virgem que acaba prendendo o intestino por causa dessas questões.  E o Netuno dela deixa ela tresloucada, com medo de pobreza (outra questão netuniana de Casa Dois), com medo de ficar mendigando, com medo de falta de dinheiro... e por isso mesmo, fica se sujeitando a empregos reles.

É por isso que eu digo, cada pessoa é uma pessoa - mesmo que algumas tenham mapas astrais natais bem semelhantes em termos do posicionamentos dos Planetas Transpessoais - que são mais difíceis de serem vivenciados por pessoas que não curtem suas capacidades de bem conviverem com seus fantasmas, entende, com seus inconscientes pessoais ou coletivos, com perdas, enfim...

Voltando a você: quando abri seu mapa, eu não sabia quem era você e se você era uma pessoa capaz de bem vivenciar seu Urano e seu Plutão virginianos de Casa Doze, ou não; se você era uma pessoa capaz de bem vivenciar seu Netuno escorpiônico de Casa Dois, ou não.  Além disso, seu Plutão era certeiro em Oposição ao seu Quíron pisciano de Casa Seis e seu Netuno, fazendo Oposição com sua Lua taurina, de Casa Oito.

Então, se você por acaso fosse uma pessoa que viesse a vivenciar seu mapa como a minha cliente acima descrita... ah, céus, eu aceitaria o trabalho sim - porque gosto de desafios desse nível -, mas teria que ter muito cuidado ao lidar com essa pessoa, entende - assim como eu faço com minha cliente de Salvador... porque, qualquer palavrinha minha meio fora do contexto pode incitar a ela fazer alguma asneira... porque ela  está a ponto de querer um motivo para tanto!  Céus!

É que Urano e Plutão são muito disruptores, redesenhadores de vida, transmutadores de situações de vida e fazem tudo isso de forma bem radical: não perguntam, somente fazem e pronto!  E Virgem e´um signo muito certinho, todo bem passadinho, entende, e volta e meia, a pessoa não sustenta psicologicamente todo esse arrebatamento arquetípico de revoluções e transformações vulcânicas dentro de si mesma!  Urano é o Rebelde e Virgem não tem nada de rebelde!  Plutão é o transformador de tudo - nada se perde, tudo se transforma - e Virgem adora a triagem da separação da laranja ruim da cesta das laranjas boas.. e a laranja ruim vai pro lixo e ponto final, lixo orgânico, é claro, pois Virgem adora fazer tudo bem certinho.  Apenas que, mesmo essa laranja podre vai ter boas sementes que passarão por seu revirão de vida e acolherão a possibilidade de uma nova vida, de uma nova primavera a acontecer depois do seu outono!  E tudo isso acontece através de Plutão e de Escorpião.  Então, Urano adentraria a cena em questão e viria compreender acerca os conhecimentos que a Natureza nos abençoam: sempre Aquário e Urano estão prontos para acolherem os conhecimentos e rapidamente os transformarem em programas inseridos no computador!

Eu diria, então, Caminhante, que sua Alma já vem de longa jornada de conhecimentos acerca o trabalho e os ciclos da natureza, suas pesquisas, seus estudos, suas compreensões.  E por isso mesmo, nessa sua vida de hoje, você não tem medo das questões nitroglicerinadas que esses dois Planetas nitroglicerinados propõem a você dentro do seu inconsciente, entende?  Ao contrário: você trabalha com tudo isso. 

Voltando a você: quando você me ligou de Miami e me disse que é Psicóloga... eu quase dei um pulo de alegria!  Que bom, que bom, que bom!  então, eu vi que você bem sabe usar seu Urano e seu Plutão e seu Netuno, entende? 

E mais: tudo isso é muito importante para você, Caminhante, o fato de você já ser uma Alma madura e pronta para trabalhar com aquilo que a maioria dos mortais se pela de medo.... porque seu Sol vem dentro do signo de Aquário! E também o regente de seus Vagões do seu Trem da Vida, Saturno, vem em Aquário, trazendo grande seriedade e perseverança ao seu Marte aquariano, ensanduichado entre seu Sol e seu Saturno!

E veja, a maioria dos mortais também se pelaria de medo de ter Marte junto a Saturno e tudo isso junto ao Sol!  É porque Saturno pode trazer uma rédea curta para Marte - que não gosta de rédeas, at all!  E porque Saturno pode obscurecer a iluminação natural do Sol - e o Sol também não gosta disso, not at all!

Muitos clientes meus com Sol e Saturno reclamam muito de seus pais, que seus pais lhe encolheram suas capacidades - principalmente essa reclamação se trata do pai, Saturno e Sol são elementos masculinos.  E, em continuidade, continuam reclamando de seus maridos - caso estejamos falando das moçoilas com escolhas heterossexuais em seus casamentos.  Ou estariam reclamando de seus parceiros, cônjuges, caso estejamos falando do pessoal com escolha homossexual em seus casamentos.

Para que o Sol e Saturno se dêem bem, também a Alma precisa ser já bem andada, envelhecida, vivida, rodada, ao longo de zilhões de encarnações.  Não é uma escolha fácil de a Alma fazer ao tecer seu Risco do Bordado.  Mas Mozart, por exemplo, também teve essa escolha e em Aquário - mas céus, teve um pai muito impositivo e disciplinador demais da conta, em seus tempos de infância.

Para que Saturno e Marte se dêem bem, também a Alma precisa ser já bem andada, envelhecida, vivida, rodada, ao longo de zilhões de encarnações, de forma que Saturno suavemente dirija Marte, de tal forma que Marte nem sinta que está sendo dirigido, entende?

A impressão que eu tenho, Caminhante, é que você entrou nessa encarnação já muito amadurecida dentro dos seus trabalhos em relação não somente ao seu inconsciente pessoal mas fundamentalmente, em relação ao inconsciente do seu Outro e do resto da humanidade.  Então, seu desejo nessa sua vida atual teria sido o de realmente poder botar a mão na massa, para trazer da subjetividade do seu próprio inconsciente, Caminhante, a objetividade do seu trabalho de hoje e de amanhã, entende?  Nessa sua encarnação atual, seu desejo é o de curar ao seu Outro e de trabalhar para seu Outro - desde que seu Outro também colabore com seu trabalho e com seu desejo de cura, é claro.

Existe uma inter-ação muito grande, imensa mesmo, entre suas Casas Seis e Doze - questões que já viemos comentando ao longo de nosso Trabalho juntas, cara amiga das estrelas, e que ainda estaremos comentando daqui para frente, é claro.

E é exatamente essa grande inter-ação - corroborada pelo fato de que você tem Vênus e Júpiter em Áries, os novos começos, e em Casa Sete de sua inter-relação mais próxima com seu Outro -, acontece não somente para você, entende, acontece também para seu Outro!

Por exemplo, dentro desse seu Outro, eu posso mencionar seu marido - você vem sendo sempre tão atrelada à vida dele e aos redesenhamentos e às transformações que a vida dele vem sofrendo, não é mesmo?

Dentro desse seu Outro, eu posso mencionar as pessoas que atuam junto a você - eu, inclusive!  Eu adoro escrever para você, trabalhar para você, trabalhar com você.  É claro que nem preciso mencionar que adoro seu Mercúrio aquariano e seu Sol aquariano e seu Saturno aquariano e tudo isso me permite ousar e abusar nas compreensões das questões que venho lançando para você.

Dentro desse seu Outro, eu posso mencionar as pessoas que trabalham em grupo com você - grande mãe grupal e comunitário que seu mapa assim lhe diz que você é!  É fundamental para você, Caminhante, poder desenvolver seu trabalho e suas teorias e estar circundada de pessoas e de Instituições que assim lhe estruturem para tanto!

Dentro desse seu Outro, eu posso mencionar as pessoas que se submetem para serem tratadas por você.  Nesse ponto, eu vejo que você tem a imensa capacidade de fazer com que as demais pessoas passem por seus grandes, imensos, revirões de vida, e redesenhem suas vidas e as transformem e lhes dêem novos contornos, novos caminhos, novas situações de vida, com um todo! 

Você tem dons de cura, Caminhante, que talvez nem você ainda possa perceber, entende? - mesmo porque o signo de Virgem é por demais trabalhador, ralador, pesquisador e seu Sol aquariano em Casa Seis, área correlata e natural de Virgem, também ajuda todo o tempo nessa ralação toda.  Mas seu Quíron pisciano se liberta do mental quase exagerado e detalhista que seu Sol aquariano de Casa Seis revela e voa piscianamente, em seu tapete voador, para vôos mais altos, mais transcendentes em sua compreensão das coisas da vida e do seu trabalho, entende?  Eu tenho a impressão que tem horas que você nem consegue bem atinar a proporção de metamorfose e de regeneração que você consegue trazer às demais pessoas!  É quase como o milagre de transformar a água em vinho - coisa de Plutão.

Mesmo assim, mesmo que você ainda nem possa saber com objetividade tudo aquilo que sua subjetividade lhe traz em suas curas, e em seu trabalho, Caminhante, seu Urano, o despertar da consciência mais elevada, saca tudo isso, em insights contínuos, através sua Conjunção próxima ao seu Plutão, percebe, e envia todas essas sacações, esses insights, para seu Sol aquariano de Casa Seis receber e bem refletir e enviar essa mensagem para seu Mercúrio aquariano de Casa Cinco, que possui a criatividade e o empreendimento em ação para realizar tudo isso como meta de sua vida, em teorias, em obras, em livros, em textos, em teorias.

É por isso que lhe digo para você ir esponjando tudo o que você puder de seus orientadores e professores e mestres e alunos e orientados e alfarrábios e cursos e viagens e clientes e pacientes; e isso e mais aquilo e mais aquilo outro, Caminhante, mas não perca jamais, jamais, sua liberdade de ação e de teorização dentro daquilo que seu coração lhe diz que é verdade.  Se o seu coração lhe diz que é verdade, é porque é seu Urano trabalhando a informação que seu Plutão em Oposição ao seu Quíron já bem trabalhou e ralou e encontrou a perfeição do trabalho e da informação, entende?

Se você não tivesse esse seu Sol aquariano tão intenso em sua Casa Seis e iluminando a pirâmide que você tão bem conhece e que apresenta ao seu Outro...., é possível que você e minha cliente de Salvador estivessem parelhas em termos psicológicos, urgindo por cura.  É possível que você não fosse a curadora em si mas a paciente aguardando a cura, entende - que é o caso de minha cliente.  Possivelmente, Caminhante, você já teria passado por encarnações onde você teria sido a paciente.  A gente aprende na dor, assim nos ensina Quíron, o curador ferido e Mestre dos mestres.

Quando eu fico citando essas coisas de vidas anteriores, Caminhante, é porque você possui uma Casa Doze muito intensa... e dizem os alfarrábios que nossa Casa Doze, entre zilhões de outros arquétipos possíveis, também nos fala de nossas vidas anteriores, entende, por ser o tempo anterior ao nosso nascimento nessa vida atual, representado por nosso Ascendente.   E também sempre a gente fica com a pulga atrás da orelha quando se vê diante de Planetas Transpessoais em seus movimentos Retrógrados - que é o caso para você em seu Urano e em seu Plutão e em seu Netuno.  Isso tudo pode nos trazer a impressão de que você teimou, em sua Alma, a desenhar um Risco do Bordado que lhe desse a imensa oportunidade de uma vez mais desafiar o desconhecido inconsciente e ganhar seus proventos pessoais de vida através esse ato tão desafiador.  Existe uma recorrência intrínseca em você, dentro dessas questões, assim eu penso.

É bem como eu lhe digo: sua Casa Doze lhe traz uma pirâmide acolhendo mistérios e segredos e riquezas - tudo isso é seu.  Mas você não quer uma pirâmide para você: para que serviria?  O que você quer nessa sua encarnação é apresentar essa pirâmide para seu Outro e guiar seu Outro dentro dessa pirâmide que vai mostrar o mundo desconhecido do seu Outro e a ser conhecido por seu Outro.

É importante se dizer, Caminhante, que seu mapa aponta você vivenciando suas Doze Casas, sim, cumprindo com seus doze trabalhos de Hercules, que bom.  mas, ao mesmo tempo, também seu mapa inclui seu Outro, entende, todo o tempo, e de forma mais pessoal e próxima como de forma mais impessoal e social e profissional e planetária.  Então, sempre espere por grandes redesenhamentos de suas situações de vida devido ao fato de que você proporciona ao seu Outro esses grandes redesenhamentos de suas situações de vida, do seu Outro, entende? 

Os redesenhamentos acontecem - através Urano - e as metamorfoses e as regenerações também acontecem - através Plutão.

Então, veja você, tudo isso sempre veio acontecendo ao longo de sua vida até hoje e ainda irá acontecer ao longo de sua vida até seus últimos suspiros, disso você não duvide.

Mas.... o tempo do Revirão da Vida - objeto desse nosso trabalho do momento -, acontece de forma intensamente mais radical, Caminhante, entre nossos 36 e 44 anos de idade.

A tendência, é que a vida da gente fique muitíssimo mais parecida com a gente, entende?  A tendência é que a gente compreenda que existe a Locomotiva e a gente é o Motorneiro do nosso Trem da Vida e que nossos Vagões e nosso Passageiro do Tempo estão aí para nos auxiliar nosso trabalho de vida dentro de nossa Locomotiva e atuando como Motorneiro!

Urano nos ajuda a nos liberar dos nossos Vagões e a adentrarmos nossa Locomotiva e a assumirmos nosso posto de Motorneiro de forma bem consciente.  E Plutão nos ajuda a irmos transformando nossa vida, em metamorfoses e regenerações, de forma que esta fique mais parecida com a gente.  Urano traz a consciência e redesenha, em golpes do destino, por vezes simpáticos, muitas vezes, antipáticos.  E vem Plutão nos dizendo sobre tudo aquilo que deverá ser metamorfoseado e regenerado.  E vem Netuno nos dizendo onde mais perdemos - se ainda não soubemos bem ganhar, naquele Cenário de vida onde Netuno mora.  Seu Urano e seu Plutão são como duas cartas que tombam uma depois da outra, entende?  Quando vemos o raio do seu Urano cortando os céus, o barulho ensurdecido do travão chega logo depois: sempre o raio parece perto demais!  

(ontem mesmo, teve um raio que caiu perto daqui, tal o som incrível que aconteceu: era uma tempestade de raios e trovões por todos os lados, céus, em Minas Geraes é sempre assim, lugar de raios e trovões).

E é certo que, quando Urano nos traz uma consciência mais ampliada, não somente nossa vida pessoal pode mudar - seja de dentro para fora ou seja de forma externa vindo mudar nossa forma interna de ser -, como também a vida do nosso Outro.

Em seu caso, seu Revirão de Vida aconteceu quando você resolveu seguir seu marido Jorge nos States, e lá chegando, você recuperou aquilo que sua Alma vinha lhe trazendo em Vagões iluminados para você: a Psicologia e suas questões afins.  E é certo que vemos também a vida do Jorge tendo sido redesenhada um tanto radicalmente, não é verdade?

Não conheço o mapa de seu marido, conheço seu marido apenas através daquilo que você me diz sobre o ele.  Qualquer dia desses, gostaria de saber a profissão dele, o trabalho dele.  E quando chegarmos ao nosso trabalho de Sinastria e de Mapa Composto, você poderá escolher seu maridão para esse trabalho ou alguma outra pessoa, a escolha será sua - desde que a outra pessoa lhe dê autorização para tanto: você sabe, a astrologia é invasora.

Mas, a julgar pelas histórias que você veio me contando, penso que seu Revirão de Vida tenha lhe acontecido juntamente com o dele e com ambos se mudando para os States e com você, Caminhante, passando a vivenciar seu Risco do Bordado de forma mais integral, eu diria, mais natural e mais parecida com você mesma, em sua essência essencial, em seu Dharma.

A verdade é que seu Urano, aquele que realiza o raio inesperado que corta os céus com sua luz ziguezagueante, é o estopim, digamos assim, do trovão retumbante de seu Plutão que será ouvido um tantinho depois, entende?  E tudo isso que acontece em sua Casa doze, movimenta céus e terra e certamente, movimenta seu Ascendente, Caminhante, e ao mesmo tempo - por estarem Urano e Plutão na Casa Seis do seu Outro, movimenta seu Outro em relação ao seu casamento e às suas associações!

Quando existe, para você, toda essa movimentação intensa do raio em sua luz intensa e em seu som profundo de trovão, você é acionada em seus ganhos pessoais e nas formas naturais de você exercer seus dons pessoais e tudo isso acontecendo através seu trabalho e de suas ações em seu cotidiano de vida e também você traz essa transformação, essa movimentação para sua forma de usar sua mente, para sua movimentação de ir e vir, para sua expressão de comunicação e troca com o mundo, de forma mais pessoal e de forma também social.

E para seu Outro, toda essa movimentação intensa do raio e do trovão - Urano e Plutão -, aciona seu Outro em seu trabalho e em seu cotidiano de vida e em seus ganhos coletivos e compartilhados e em sua compreensão mais ampla da vida e em sua movimentação mais ampla e em seu inconsciente pessoal e coletivo e em sua forma de lidar com todas essas situações.

Portanto, eu diria para você, Caminhante, que sempre que acontecem seus revirões de vida, dos menores aos médios e aos maiores, tanto para você quanto para seu Outro, a movimentação é muito intensa.  Tudo isso acontece porque você vivencia seu Risco do Bordado em seus Doze Cenários e proporciona a mesma questão para seu Outro, entende, então acabam praticamente vinte e quatro Cenários/Trabalhos sendo usados: são dois Hercules vivenciando um mesmo Risco do Bordado.

E gostaria que você bem compreendesse, Caminhante, que seu Sol aquariano de Casa Seis é algo muito tocável, palpável, concretizado, para você - por estar em Casa Seis, área de Terra, natural e correlata ao trabalhador e zeloso signo de Virgem.  Mas para seu Outro, seu Sol em Casa Seis significa o Sol em Casa Doze do seu Outro, entende?  E mais: Quíron pisciano que segue seu Sol aquariano de final de feira, traz um tanto de dor para seu Outro - fundamentalmente quando se trata do seu Outro em seu trabalho de Psicologia e questões afins.

Trocando em miúdos: você, através seu trabalho e a luz que você coloca nele, Caminhante, traz para seu Outro sua pirâmide iluminada e você abre a porta e convida seu Outro a entrar naquela escuridão que você bem conhece, entende?  Seu Outro está próximo a encontrar-se com seu revirão intenso de vida, em redesenhamentos e metamorfoses e regenerações de si mesmo.  Porém, ao você doar seu mapa para seu Outro, seu Sol aquariano fica em Casa Doze do seu Outro, ou seja, pode ser visível para seu Outro - ou não.  Seu Saturno junto ao Marte e junto ao Sol e junto ao Quíron nem sempre fica visível, palpável, concreto para seu Outro.  No entanto, seu Sol ilumina os passos do seu Outro, entende, e Urano e Plutão cuidarão de trazer à tona zilhões de questões do inconsciente do seu Outro que jaziam sob a dor.

Eu diria que seu trabalho dentro do ato da Psicologia em si para seu Outro é um trabalho de filigrana - coisa boa para o Virginiano que adora detalhes mínimos, que adora consertar relógio com luva de boxe.  É um trabalho delicado, sutil - e no entanto, tudo isso sempre estará lhe trazendo grandes compreensões sobre a mente humana, sobre a psiquê humana - e você poderá estar tecendo suas pesquisas e seus projetos e suas teorias e seus textos e seus livros.  Veja bem, eu não abandono essa idéia em relação a você.

Veja os símbolos e as estrelas protetoras para seu Urano:

O grau 07 de Virgem revela uma pessoa que vivência sua vida normalmente dentro de um grupo em torno a uma mesma idéia ou essência. Aparentemente, essa pessoa se sente quase sempre à espera de algo, de alguém, de alguma coisa, e em isto não acontecendo, ela guarda sempre essa esperança dentro de si mesma.... e continua esperando....quem espera sempre alcança.

Uma criança de cinco anos recebe sua primeira aula de dança.
O grau 08 de Virgem revela uma pessoa inteiramente orientada para seu crescimento pessoal e social e preferivelmente, espiritual Essa pessoa apreciará encontrar bons professores, bons mestres que a ajudem a alcançar patamares superiores de compreensão e conhecimento. Essa pessoa tem um enorme potencial de aprendizado e de realização desse aprendizado em bom nível, ao mesmo tempo que tendo a facilidade de também passar conhecimento adiante. Sua palavra chave é "Potencialidade da Iniciação".

Um pintor expressionista em ação.
O grau 09 de Virgem revela uma pessoa desejosa de se expressar inteiramente, de expressar sua essência, sua identidade da forma que ela achar mais conveniente, sem necessariamente se ater às conveniências ou fundamentações sociais de formas de expressão. Sua palavra chave é "Originalidade".

THUBAN - 07:07 VIRGEM
To protect or make a treasure.  Proteger ou fazer um tesouro. Essa estrela é ligada ao simbolismo do Dragão que guarda os céus do norte e que guarda ou produz um tesouro.  O tesouro pode ser material mas também pode ser de sabedoria espiritual.
ZOSMA - 10:28 VIRGEM
Localizada na parte traseira do Leão de Neméia.  Zosma é o ponto onde a traseira do leão foi quebrada por Hercules.  O leão representava a veneração de antigas deusas e o ato de Hercules quebrar sua traseira simboliza a finalização da era da perseguição ao feminino - a queima das bruxas.  Zosma pode então representar uma vítima ou a pessoa que luta pela vítima.


Plutão - 13Virgem17 Retrógrado - Casa Doze - fazendo Conjunção com Urano e fazendo Oposição absolutamente direta com Quíron pisciano de Casa Seis.  Ambos os Planetas Nitroglicerinados, Urano e Plutão, apontam para seu Ascendente, a 22 de Virgem.

Bem, penso que venho conversando com você muitíssimo sobre Plutão tanto mais acima, no texto relativo ao seu Urano, quanto mais abaixo, nos textos relativos ao Quíron e ao Netuno.

Veja os símbolos e as estrelas protetoras para seu Plutão:

Um poderoso estadista supera um estado de histeria política.
O Grau 13 de Virgem revela uma pessoa que é dotada de grande carisma, intrinsecamente, e que ao longo de sua vida terá a oportunidade de saber bem lidar com essa questão – preferivelmente de uma forma bem direcionada pois o poder também estará em foco. Sendo assim, o Caminhante deverá desenvolver suas qualidades de inter-relação social e coletiva de uma forma bem estruturada para poder bem desempenhar seu papel de liderança. A palavra-chave é "Carisma".

Uma árvore genealógica aristocrática.
O grau 14 de Virgem nos revela uma pessoa que, preferencialmente, deve ser conduzida para bem exibir sua seriedade, seu compromisso com a vida como um todo, com sua família, com seu lugar de nascimento e de vivência, com seu país, com tudo aquilo que é seu ninho e suas raízes ancestrais. Neste aspecto, sua palavra-chave é "O poder das raízes".

As Estrelas são as mesmas de Urano e mais Denebola, que já está bem próxima ao Ascendente.

DENEBOLA - 21:16 VIRGEM - The tail of the Lion - Beta Leo
To go against society - ir contra a sociedade. Essa estrela é a cauda do Leão da Neméia.  O leão simboliza a veneração de antiga deusa que era a neta de Gaia cuja mãe era metade mulher e metade serpente. Esses adoradores foram perseguidos até que o culto da deusa deu lugar ao culto do deus.  Essa estrela traz consigo esses conceitos e fala de uma pessoa que vai contra as convenções ou se torna um pária social e portanto colocando-se em posição de perseguido ou tornando-se o perseguidor.

Quíron - 13Peixes31 - Casa Seis - em direta Oposição a Plutão, de Casa Doze.  E Quíron é bem importante, por estar em Conjunção ao seu Sol, em final de signo de Aquário e em Casa Seis.  Quíron pisciano faz importante Trígono com seu Netuno natal - o bom regente do signo de Peixes.  Por isso, é bom que você saiba que existe uma ajuda muito simpática de sua realização pessoal financeira a partir do seu trabalho - fundamentalmente seu trabalho dentro da  Psicologia e questões afins, questões todas bem quironianas e bem piscianas. 

Tanto Quíron quanto Netuno não são Planetas fáceis de se lidar em áreas concretas e de elementos de Terra, como são as Casas Dois e Seis.  Porém, eu penso que você teria escolhido a profissão bem acertada para trazer da subjetividade esses dois Planetas para atuarem dentro de suas objetividades.

E veja, Netuno seu de Casa Dois vem em Escorpião, que é signo regido por seu Plutão virginiano de Casa Doze que faz Oposição absolutamente direta com seu Quíron, de Casa Seis.  Existe, portanto, uma inter-ligação muito intensa entre esses arquétipos - pois todos estarão funcionando em uma mesma intenção: a de que você possa realizar sua vida financeira pessoal dentro de seus dons naturais e até bem subjetivados e dentro de sua profissão e de seus trabalhos de vida e fazendo tudo isso junto ao seu Outro, sempre contando com a atuação e com o trabalho do seu Outro.  Tudo isso funciona muito bem, eu diria, na boa ponte entre Casas Seis e Doze - coisa muito difícil de acontecer!  Parabéns, para você.

E olhe, também tudo  isso faz parte constante da vida do seu Outro, ou seja, essa inter-relação em bom nível (mesmo que em Oposição bem direta) entre Casas Seis e Doze, no mapa que você empresta para seu Outro.

E certamente, já que estamos falando de Urano, o corte guilhotinal de sua vida, Caminhante, também estaria acontecendo dentro dessas áreas  acima comentadas - e ainda podendo incluir a Oposição de Netuno escorpiônico de Casa Dois com a Lua taurina de Casa Oito, Casas de bens pessoais e de bens compartilhados.

Veja os símbolos e as estrelas protetoras para seu Quíron:

Uma antiga espada, usada em muitas batalhas, é exibida num museu.
O grau 13 de Peixes nos revela uma pessoa ou situação que, em atingindo um bom nível de autoridade aonde quer que dedique sua vida e seu trabalho e suas qualificações, "torna-se um símbolo de coragem para todos aqueles que lhes sigam os passos". Para tanto, sua palavra-chave é "Poder da Vontade". É fundamental, então, que essa pessoa sempre se posicione sobre valores éticos e positivos - em função de Karmas que poderá acumular de forma negativa....

Uma senhora envolta numa ampla estola de pele de raposa.
O grau 14 de Peixes nos revela uma pessoa ou situação que, ao longo de sua vida, vai desenvolvendo e aprendendo formas de uso de sua inteligência para proteger-se das vicissitudes da vida como um todo, principalmente se essa pessoa conquistar lugares de poder e de autoridade, em qualquer nível que sejam. Para tanto, sua palavra-chave é "Escudo Protetor".


ACHERNAR - 14:57 PEIXES - The bright star at the end of the river. Alpha Eridanus
É uma pessoa que enfrentará muitos riscos e vicissitudes em sua vida e portanto saberá se movimentar bem de uma situação a outra, de uma dificuldade à outra.
Êxito, religiosidade, beneficência


Netuno - 17Escorpião50 Retrógrado - Casa Dois - Netuno faz belo Sextil com Urano e com Plutão, de Casa Doze, e faz belo Trígono com Quíron, de Casa Seis.  E faz Oposição à sua Lua taurina, de Casa Oito. 

O Sextil e o Trígono são elementos harmoniosos - portanto trazendo boa harmonização entre seus Planetas Transpessoais, a partir de Quíron, e começando com Urano, Netuno e Plutão!  que bom!  que sorte!

 No entanto, a Lua taurina de Casa Oito fazendo Oposição ao Netuno lhe traz uma balança que precisa sempre ter seus dois pratos bem equilibrados - em termos de dinheiro seu pessoal e seu compartilhamento junto às finanças do seu Outro. 

Porém, veremos que a Lua Taurina faz Trígono com Urano e Plutão e isso é muito bom porque ajuda imensamente seu Outro a ganhar seu dinheiro pessoal através seus trabalhos e as reorientações dos mesmos... e ajuda a você, Caminhante, a poder fazer parte também de tudo isso, fundamentalmente dentro de seu trabalho na Psicologia e assuntos afins e em suas associações várias de vida, de compartilhamento de trabalhos e de bens.

E a Lua taurina faz Sextil com seu Quíron pisciano, o que é bom porque você sempre poderá vir a contar com a ajuda do seu Outro para a realização de seus trabalhos - nem sempre fáceis trabalhos.

E também não podemos nos  esquecer, cara amiga das estrelas, que seu Netuno escorpiônico de Casa Dois, rege seu Descendente, seu lugar de Encontro com seu Outro.

Eu vejo muitos mapas de clientes meus com esse Netuno de Casa Dois regendo o Descendente e a Casa Sete ou mesmo a Casa Oito e as pessoas perdendo, perdendo, perdendo dinheiro e bens dentro de suas associações ou mesmo, de casamentos. 

É porque Netuno sempre nos fala um tanto de perda... em função do fato de que Peixes é signo de Conclusões e as conclusões requerem perdas, questões que temos que deixar para trás.  Também existe o fato de que em Netuno e em Peixes nos encontramos diante de ilusões e de conseqüentes desilusões, enganos e desenganos.  E é claro que acontecem os casos de ideais maiores subjetivos sendo realizados de forma objetivada e portanto, o Netuno servirá como arquétipo estruturador dessas possibilidades.  Mesmo assim, eu sempre aconselho boa precaução em relação ao Netuno.

Por outro lado, também conheço pessoas com mapas com esse mesmo Netuno, sim, mas que auferem de relacionamentos - sejam em casamento ou em associações - que lhes trazem bons benefícios financeiros.  Mas esses são casos bem raros. 

Pode até ser que uma pessoa possa passar pelas situações acima, em diferentes tempos de sua vida ou em casos diferenciados de associações e  até, de casamentos!

Em todos os casos, eu sempre gosto de aconselhar às pessoas com Netuno ou Peixes em Casa Dois - em qualquer um dos Doze Signos - que se precavenham em relação aos seus bens pessoais.  E fundamentalmente isso acontece, ou seja, problema financeiro de perdas ou enganos, etc., se a pessoa não bem realizar sua vida profissional e vocacional com sua vida financeira.  Netuno é um Planeta de maior transcendência e de ideal mais subjetivado: tudo isso tem que ser transmutado para uma realidade materializada e objetivada afim.

Veja os símbolos e as estrelas protetoras para seu Netuno:

Uma mulher, fecundada pelo seu próprio espírito, está ‘grávida’.
O grau 17 de Escorpião nos revela uma pessoa ou situação que possui sua própria e identificada verdade interior e que se sente vivificada, metamorfoseada a partir desta verdade interior. Sua palavra-chave é "Modo Transpessoal".

Uma trilha na floresta brilha em multicolorido esplendor.
O grau 18 de Escorpião nos revela uma pessoa ou situação que possivelmente terá a grande satisfação de, em um dado momento de vida, sentir verdadeiramente que seu trabalho foi bem feito, bem realizado.... e por esta mesma razão, consegue galgar um degrau (ou mais) a nível tanto biológico quanto espiritual nessa encarnação. Sua palavra-chave é "Transfiguração".

ZUBEN ELGENUBI - 14:44 ESCORPIÃO
Positive social reform.  Essa é uma estrela voltada para a boa reforma social, para a boa conscientização social.

ZUBEN ELCHEMALI - 19:02 ESCORPIÃO
Active social reform - a parte mais ao norte, o prato da Balança ao norte, dentro da Constelação de Libra; companheira de Zuben Elgenubi.  Ambas essas estrelas  estão envolvidas com a reforma social porém essa estrela acaba fazendo isso mais por seus fins do que pela própria idéia ou pelo próprio ideal em si.  Pode então ser expressado por uma reforma sem consulta ou realizada por alguém que na verdade não perceba bem os verdadeiros anseios e as necessidades imperiosas da sociedade.


Sobre os Quadrados de Plutão e de Netuno

Preste atenção, Caminhante: sempre esses mapas de trânsitos com aspectos intensos dos Planetas Transpessoais são antecedidos por um bom tempo, permanecem por um bom tempo no durante e no depois - e continuam fazendo suas piruetagens ao longo da vida, porque pertencem ao Conjunto do Tempo do Revirão da Vida!

PLUTÃO:

Como vimos, seu Plutão natal vem a 13Virgem17 e mora em Casa Doze e faz uma Oposição inteiramente direta com seu Quíron natal em 13Peixes e que mora em Casa Seis.

Portanto, quando Plutão fez seu Aspecto desafiador de Quadratura consigo mesmo, é claro que realizou esse intento também fazendo uma Quadratura com seu Quíron natal!

Para que Plutão chegasse ao grau 13Sagitário17, ele teria que já estar passeando por sua Casa Três, em seu Risco do Bordado, em seu mapa astral natal.

Sendo assim, o seu Quadrado de Plutão lhe trouxe redesenhamentos imensos em sua vida primeiramente dentro do signo de Sagitário - expansão em todos os níveis, conhecimento, geografia, comércio -, e em segundo lugar, no Cenário onde se encontrava - o uso da mente pessoal em signo de mente coletiva, a expressão de comunicação pessoal em signo de comunicação coletiva, a movimentação mais próxima e vicinal em signo de movimentação mais longínqua e com passaporte na bolsa, a inter-ação com a família mais próxima pessoal em signo de inter-ação com a família mais próxima do nosso Outro, e etc.  Em terceiro lugar, tudo isso teve que ser relacionado com seu Plutão natal e virginiano morador de Casa Doze (que conversamos mais acima, também é sempre vivenciado por seu Outro enquanto sua Casa Seis), e também relacionado com seu Quíron pisciano de Casa Seis (que, como conversamos mais acima, também é sempre vivenciado por seu Outro enquanto sua Casa Doze).

E temos que ver que o Plutão já em Sagitário já mexia com seu Fundo do Céu sagitariano e isso tudo também faz Quadratura com seu Ascendente virginiano e com seu Descendente pisciano - e por tudo isso, sua vida estaria se metamorfoseando e regenerando tanto pessoalmente em seu Eu Sou quanto em seu Nós Somos, mais pluralmente e casamenteiramente e associativamente. E também sua vida e a do seu Outro estariam sendo metamorfoseadas e regeneradas dentro do Eu Enraízo (seu Fundo do Céu) e o Eu Concretizo (o Meio do Céu do seu Outro).

Novamente podemos então compreender que seu marido, Caminhante, é seu partner favorito nessas suas histórias de vida, não é mesmo?  bem, quero dizer isso pelo menos dentro do sentido da regeneração plutoniana... porque o Quadrado de Plutão aconteceu para você durante os anos 2000/2001.  Então, poderia ter sido outra circunstância ou outra pessoa que teria passado pelo momento da metamorfose inicial.

Mas veja bem: os Planetas Transpessoais andam muito vagarosamente e seus trânsitos são lentos, passos lentos - demoram, mas chegam.  E por isso mesmo, já avisam com boa antecedência suas chegadas e permanecem por um bom tempo e deixam saudades, deixam rastros de suas passagens.

Portanto, em tempo de Revirão de Vida - que é ocasionado fundamentalmente por Urano em trânsito fazendo Oposição ao Urano natal -, os Quadrados de Plutão e de Netuno podem permanecer por longo tempo, ajustando seus tempos e suas situações dadas ao tempo do Urano e suas situações dadas, entende?  Ao final desses Aspectos, passamos por um verdadeiro banho purificador de Alma, eu diria.  Estamos, portanto, prontos para enfrentarmos o Primeiro Retorno de Quíron, em nossos cinqüenta anos de idade.

Eu diria que nossos anos quarenta e final de trinta são os highlight de nossa vida - e se situam também em tempo highlight de nosso Segundo Ato de Vida, tecendo nossos rumos para atuarmos nosso Terceiro Ato de Vida de forma mais parecida com aquilo que nossa Alma quis ao desenhar nosso Risco do Bordado - se tudo der certo, ou seja, se a pessoa realmente se colocar disponível para ampliar sua consciência.  Se não, tudo fica como dantes no quartel do Abrantes, como se diz por aí.

Outra questão que também é importante para você.  Enquanto seu Plutão fazia seu Quadrado, Urano ainda estava passeando por Aquário... mas fazia suas Conjunções com seu Saturno e seu Marte e seu Sol mais para o ano de 2002/3 e já vinha passeando por seu lugar de trabalho e de ação em seu cotidiano de vida.  portanto, Plutão mexia e remexia com sua vida... mas Urano também!  E quando Urano adentrou Peixes, em  2003/4, o próprio Urano virginiano já começou a se mexer em suas entranhas... já aguardando por sua Oposição, bem como seu Plutão natal... que também seria beijado por seu Urano em trânsito, entende?

E, não se esqueça que, em sendo seu Urano natal conjunto ao seu Plutão natal, sempre que algo mexe com um, mexe também com o outro... e ambos são nitroglicerinados....

Em 18 de dezembro de 2000, Plutão fazendo seu Quadrado se posicionava em sua Casa Seis, bem na divisa entre a Cinco e a Seis, seguindo Ceres em Sagitário ainda em final de Cinco e depois, dando seguimento a Quíron e Mercúrio e Vulcano e Sol, todos em Casa Seis e em Sagitário!  Seu Sol rege sua Casa Dois leonina, ou seja, você está pronta a iluminar seus proventos pessoais a partir de sua luz pessoal que você deverá compartilhar com a luz do trabalho de você junto ao seu Outro e de seu Outro junto a você.

Então, veja, Caminhante, você já estava voltada para imensas mudanças em sua área de trabalho e de cotidiano de vida e isso também envolvia suas raízes pessoais pois que seu Sol já estava em grau de se situar em sua Casa Quatro, dentro do seu mapa astral natal.

Plutão rege, nesse mapa, sua Casa Cinco, da identidade pessoal, que é adentrada por Pallas Athenas e no mesmíssimo grau de seu Netuno natal escorpiônico e de Casa Dois.  Portanto, veja você, existe esse fusão entre seus ganhos pessoais a partir de seus dons pessoais realizados em seu trabalho, Caminhante, dentro de sua identidade pessoal sendo super acionada pela libertária e justiceira Pallas e fazendo você se mexer intensamente em suas criações e em seus empreendimentos e educatividades e amores.

Esse mapa é muitíssimo interessante porque deixa seu Ascendente canceriano estar no mesmíssimo grau de sua Locomotiva de seu Trem da Vida e portanto, deixa seu Descendente no grau de seus Vagões!  não é formidável?  Você estava intensamente movida pelo seu Trem da Vida, céus, céus, que bom, que bom, que bom!  que sorte!

Sua Lua está em Libra, signo harmonioso e em Casa Três, lugar de movimentações e expressões de comunicação e trocas.  Marte está em Casa Quatro libriana e apontando para um Meio do Céu em Áries, apontando para você se harmonizar junto ao seu Outro em termos de suas raízes e de abrir para você novos rumos de vida, novas metas de vida.

Netuno e Vênus e Urano, em Aquário, estavam saindo da Casa Sete e adentrando a Casa Oito, fazendo você acionar seus bens compartilhados junto ao seu Outro e seu trabalho e cotidiano de vida, da mesma forma.

Júpiter e Saturno estão em Casa Onze, o primeiro regendo sua área de trabalho e o segundo, seu casamento, seu Descendente, seus associados.  Então, estamos em atuação social e grupal regendo seu cotidiano de vida e seu Encontro com seu Outro.

Em  28 de junho de 2001, Plutão novamente fez o Quadrado, agora em movimento retrógrado.   É um mapa interessante pois lhe traz muita liberdade com seu Ascendente aquariano, Caminhante, e com você fazendo um redesenhamento de reviravolta em você e em sua vida e em suas finanças pessoais.  Também vemos grandes transformações em sua área grupal e social.  Eu penso que você estava um tanto apaixonada e voando em seu tapete voador, bem harmoniosamente e bem emotivamente, eu diria.

Em 15 de outubro de 2001, Plutão fez seu terceiro encontro com seu Quadrado, já em movimento direto.

O que é interessante de se ver nesse mapa, é que você assumia bem seriamente seus Vagões do seu Trem da Vida para seu Eu Sou e sua Locomotiva para seu Nós Somos.   Em seu Eu Sou, você estava assumindo realizar a pluralidade de sua vida de trabalho e de metas a serem concretizadas.  Em seu Nós Somos, você estava intensamente harmoniosa consigo mesma e com seu Outro e com suas metas de vida.   e você estava feliz por ter muita luz em seus compartilhamentos de bens com seu Outro.

Você se abria para suas novas raízes e também esse mapa mostra que você estava muito ousada ao desafiar seu futuro e seu destino - ao mesmo tempo que seu Outro fazia grandes mudanças em seu trabalho e em seu cotidiano de vida. 

Financeiramente, não penso que tenha sido um tempo muito simpático: foi preciso aprender a perder, a redesenhar sua vida financeira pessoal.


NETUNO:

Bem, ao fazer esse Quadrado, seu Netuno estava no grau 17Aquário50.  Esse grau é certeiro em relação à entrada de sua Casa Seis, em seu mapa astral natal.  Portanto, o Quadrado de Netuno para você, Caminhante, estaria lhe trazendo os desafios entre seu Netuno natal escorpiônico de Casa Dois, de suas finanças pessoais, atuando seu Quíron pisciano de Casa Seis, do seu Trabalho, e tudo isso sendo relacionado ao próprio Trabalho em si, ao seu cotidiano de vida em si - por causa do posicionamento em trânsito do Netuno em perfeita Quadratura consigo mesmo, entende?

Em 20 de fevereiro de 2006, às 17:39, para São Paulo e com correção de +3:06 hs., você fez seu Quadrado de Netuno, Caminhante.



Esse mapa é bem interessante, acredite: ele traz seu Ascendente em Leão e o Descendente, é claro, em Aquário.  E ele traz Netuno aquariano exatamente em Casa Sete e dando continuidade ao Sol e a Urano, já em Peixes, também em Casa Sete!  Encontraremos também Vulcano e Mercúrio em Peixes, apenas que Mercúrio estará já rasgando sua entrada em Casa Oito, lugar de bens compartilhados.

Então veja bem: o Sol de Casa Sete rege seu Ascendente, seu Eu Sou.  E o Urano de Casa Sete rege seu Descendente, seu Nós Somos.  Sol e Urano estão em Peixes e é Netuno o bom regente dos Peixes e que também Netuno está em Casa Sete!  Que legal, toquem os clarins, soem os sinos!   Como você mesma poderá ver, esse é um mapa muito simpático para um bom casamento, cheio de liberdade, é claro, pois o Aquário é o signo que impera no Descendente; bem como é um mapa de associações e de inter-relações pessoais e sociais e profissionais várias - porque tudo isso faz parte de sua Casa Seis do seu mapa astral natal!

Que mapa legal! Muito legal mesmo, adorei!

Sua Lua escorpiônica estava em Casa Três quase Casa Quatro e depois do Júpiter também escorpiônico.  Portanto, havia um tom muito interessante de movimentação ampla sua, de comunicação ampla, de trocas amplas.

O signo de Capricórnio estava em Casa Seis, acolhendo Vênus trabalhadora séria e perseverante e sendo regido por um Saturno em Casa Doze e em Leão, bem iluminado: havia o trabalho responsável de todos, em bom conjunto.  Plutão em Sagitário e em Casa Cinco lhe trazia uma revolução em sua identidade pessoal e em suas criações acontecidas a partir de sua mente e de seus conhecimentos e dentro de locais muito simpáticos.

Em 02 de setembro de 2006, Netuno fez o Quadrado em movimento retrógrado.  É um mapa de muitos estudos e de muita expressão de comunicação e de grandes mudanças em trabalhos e em associações.

Em 22 de dezembro de 2006, Netuno fez sua última passagem, já em movimento direto, pelo grau do Quadrado.  É um mapa muito interessante pois lhe traz uma expansão de tapete voador incrível, você viajando, você expansionando sua visão da vida, você expandindo - e junto a um grupo muito também incrível acontecendo em sua vida, em termos de boa sedimentação da cura mais holística.  Aconteceu um local muito interessante em sua vida e muito bem estruturado onde grandes empreendimentos puderam e podem acontecer.  É um mapa com Ascendente em começo de Áries... e mal começou, você já estava longe, longe, longe.


Sobre seu Tempo de Revirão de Vida:
A OPOSIÇÃO DE URANO EM TRÂNSITO AO SEU URANO NATAL!

Preste atenção, Caminhante: sempre esses mapas de trânsitos com aspectos intensos dos Planetas Transpessoais são antecedidos por um bom tempo, permanecem por um bom tempo no durante e no depois - e continuam fazendo suas piruetagens ao longo da vida, porque pertencem ao Conjunto do Tempo do Revirão da Vida!

Primeiramente, temos sempre que nos lembrar, Caminhante, que sempre seu Urano e seu Plutão virginianos de Casa Doze e a diretíssima Oposição deste ultimo com Quíron pisciano de Casa Seis - eu tudo isso acionando seu Ascendente virginiano e seu Descendente pisciano -, trabalham todos em conjunto, entende, não atuam de forma inteiramente individualizada, não porque estão muito próximos em termos de Aspectos.  E não podemos nos esquecer que estamos tratando dos Transpessoais Nitroglicerinados - Urano, despertador da consciência mais elevada e o corte guilhotinal; e Plutão, metamorfoseador e regeneredaor - e da Ponte entre os Planetas Pessoais e Sociais e os Planetas Transpessoais, imajada por Quíron, curador ferido e Mestre dos mestres.

E porque seu Plutão em Oposição ao Quíron é tão assim importante, também o regente do Quíron pisciano que mora dentro do signo regido por Plutão, Escorpião, acaba fazendo parte constante desse conjunto de situações arquetípicas tão sensíveis e delicadas, em sua vida, Caminhante, porém sempre trazendo de suas subjetividades intensas, suas ações inteiramente objetivadas e praticas e bem realizadas.

Para que tudo isso possa funcionar em bom nível, é preciso que você tenha boa consciência a respeito desses Planetas acima referenciados.  Jung teria dito em algum lugar que tudo aquilo que a gente não toma consciência, dói bem mais!  E isso faz um enorme sentido dentro dos Planetas Sociais, Júpiter e Saturno, e dentro dos Planetas Transpessoais, Urano e Netuno e Plutão,  e da Ponte entre todos, Quíron.

Portanto, já viemos comentando mais acima acerca seus tempos de Quadraturas de Plutão e de Netuno.  E agora, estaremos comentando sobre seu verdadeiro tempo de Revirão de Vida, a Oposição de Urano em trânsito ao Urano natal.
........................

EM TEMPO:  gostaria de lhe dizer que  nesse momento em que estamos trabalhando você tão intensamente e bem mais aprofundadamente, Caminhante, Saturno em trânsito vem passeando por Virgem e por sua Casa Doze e está inteiramente Conjugado ao seu Urano natal!   E ainda em 2008, estará também visitando seu Plutão natal que faz Oposição direta ao seu Quíron pisciano natal.... e para 2009, já estará rasgando seu Ascendente virginiano e estará lhe possibilitando um Renascimento Saturnino para sua vida, sem dúvida algumas, botando os pontos nos iiii, em sua vida.

Sendo assim, eu diria para você super bem ir aproveitando esse seu tempo de Saturno na Casa Doze que é um tempo bem difícil, não é fácil, pois nos prepara para conclusões do ciclo saturnino de trinta anos ao longo de nossa Mandala AStrológica - e você está encerrando esse ciclo agora, cara amiga - e ao mesmo tempo, a Casa Doze sempre nos traz nosso tempo de gestação para que nossos novos começos aconteçam a partir do Saturno adentrando nosso Ascendente e nos trazendo um novo ciclo de trinta anos, a partir da Casa Um até a Casa Doze!

Mais veja: sua Casa Doze é bem atuante, não dorme no ponto, entende, dorme com um olho aberto e outro fechado - mesmo porque você empresta bastante sua Casa Doze para ser a atuante e trabalhadeira Casa Seis do seu Outro!  E sempre Saturno nos faz labutar muitíssimo no lugar onde ele está passando, nos vai ver nossas responsabilidades, entende?  Então, você estará vendo e revendo suas responsabilidades de seu trabalho dentro do seu inconsciente pessoal e dentro do inconsciente do seu Outro ... enquanto seu Outro, mais próximo ou menos próximo, estará fazendo a responsabilidade diante do seu trabalho do seu cotidiano de vida  - e nisso bem incluímos seu maridão.

É, portanto, tempo de muita responsabilidade para você e para seu Outro - tempo de trabalho, sim, pois que o signo de Virgem nos indica o Trabalho a ser realizado nesse Planeta Terra, estação de Trabalho e de Iluminação.  O trabalho é coisa de Casa Seis e a Iluminação é coisa de Casa Doze.  Como você tem ambos unidos..., você sempre poderá fusionar uma coisa com a outra, que bom, de tédio você jamais morrerá.  E seu Outro, também, viu?


 Passemos então a olhar mais de perto seus mapas de Revirão de Vida:

Em 26 de março de 2005, para São Paulo:

Ascendente em 19 de Leão e portanto, Descendente em 19 de Aquário. 

Preste atenção, o grau 19 de Aquário pertence à entrada de sua Casa Seis, sua área de trabalho, e que dá continuidade à entrada de Marte e do Sol e depois, de Quíron já em Peixes.  Portanto, dentro da fusão desse mapa de Revirão com seu mapa astral natal, tudo isso já estará fazendo parte do Descendente adentrando sua Casa Sete, seu lugar de Encontro seu com seu Outro, fazendo o casamento e o cotidiano de vida conjunto e as situações de trabalho e de cotidiano de vida variado em sua vida, junto ao seu Outro, fusionando sua Casa Seis natal com a Casa Sete desse seu mapa de Revirão de Vida.
Sempre a gente tem que ler os mapas coadjuvantes sendo fusionados com o mapa astral natal - para sabermos mais e mais informações, é claro!

O Urano desse mapa se encontra em Casa Sete, a 08Peixes, em exata Oposição ao seu Urano natal, é claro, e esse Urano é o próprio regente do seu Ascendente!   Em termos do fusionamento com seu mapa astral natal, esse Urano estaria acontecendo ensanduichado entre seu Sol em final de Aquário e seu Quíron pisciano, em Casa Seis.  Novamente, temos que ver que sua vida de trabalho e de cotidiano de encarnação veio se enraizar dentro de sua Casa Sete, seu lugar de Encontro com seu Outro!

E mais, quem rege o Peixes onde Urano se encontra nesse mapa do Revirão, é Netuno que se encontra em Aquário e junto ao Quíron e ao Marte aquarianos de Casa Seis!  Quíron é bom regente de Virgem, assim eu penso, e estará sempre regendo seu Urano natal, ora sofrendo esse Revirão de Vida.  e Marte estará regendo o Sol desse mapa e a Locomotiva desse mapa e a entrada da Casa Oito desse mapa e mais Vênus, Mercúrio e Vulcano, todos em Casa Oito, lugar de bens compartilhados entre você e seu Outro, em Áries, signos dos novos Começos para você e para seu Outro em termos financeiros pessoais e compartilhativos.  Tudo isso faz parte de sua atuação de trabalho e de cotidiano de vida.

Se o Ascendente do Revirão vem em Leão, é claro que será regido pelo Sol nesse mapa - que se encontra em começo de Áries e em Casa Oito, lugar de bens compartilhados e em signo de novos começos!   Esse Ascendente em Leão deixa o seu Eu Sou muitíssimo iluminado entende?  Agora, esse Ascendente estará inteiramente adentrado em sua Casa Doze em seu mapa astral natal, percebe, e você deverá assumir em seu Eu Sou a entrada de sua pirâmide, minha querida amiga das estrelas - sendo o François Champollion que eu conversei sobre no trabalho anterior, sobre seu Trem da Vida, percebe?  Não se esqueça, sua Casa Doze sempre será também atuantemente a Casa Seis do seu Outro.

Outra questão também importantíssima a ser vista nesse seu mapa de Revirão de Vida, Caminhante, é o fato de que aconteceu em tempos de Lua Cheia!  Lua Cheia!  Que bom!

E veja, seu Sol ariano está em área de bens compartilhados, a Casa Oito, como já comentamos mais acima.

E sua Lua cheia e libriana está em área de seus bens pessoais, a Casa Dois, entende, porém em signo casadoiro e associativo!  E tudo isso estará sendo super expansionado por Júpiter ao lado da Lua, que beleza, Lua Cheia com Júpiter em Conjunção, que lindo!  E tudo isso estará acontecendo dentro dos Vagões do Trem da Vida, em Libra, desse seu mapa de Revirão de Vida, entende?

Portanto, esse seu Revirão de Vida marca sua vida com suas atuações em termos harmoniosamente pessoais financeiros casadoiros e associativos e com suas atuações inovadores e de novos começos financeiros pessoais e coletivos e compartilhativos entre você e seu Outro!  E tudo isso marca o trabalho e a iluminação do seu Outro e seu trabalho e sua iluminação, Caminhante.  Quer melhor?

É interessante se perceber que existem signos interceptados, como se formando um certo biombo em sua vida, em duas áreas suas, áreas de expressões de comunicação pessoal e coletiva - Casas Três e Nove, em signos de Escorpião e Touro, respectivamente.  Então, é interessante que você perceba que sua área de expressão de comunicação pessoal tem que ser desenvolvida imensamente e dentro de um signo de riquezas e de inconsciente coletivos!  E sua área de expressão social e coletiva tem q eu ser desenvolvida imensamente e dentro de um signo de riquezas pessoais e de plenitude de materialização no Planeta Terra!

E tudo isso acaba lhe trazendo um Fundo do Céu em Sagitário, em comecinho desse signo, o que faz com que sua Casa Cinco também comece em Sagitário e que ainda acolha Plutão, metamorfoseador e regenerador, ali morando, nos graus finais sagitarianos.  E seu Meio do Céu começa em início de Gêmeos, correndo até sua Casa Onze.

Se fusionarmos tudo isso com seu mapa astral natal, estaremos encontrando parte de sua Casa Nove adentrada em seu Meio do Céu - portanto, havendo a inter-ligação entre seus estudos superiores e viagens longínquas com suas metas de vida a serem alcançadas.  E seu Meio do Céu em seu mapa astral natal é fusionado com sua Casa Onze desse mapa ora estudado, inter-relacionando suas metas de vida com seus grupos vários sociais e comunitários e planetários.  E, por outro lado, estaremos fusionando sua Casa Três do seu mapa astral natal com seu Fundo do Céu sagitariano desse mapa de Revirão de Vida, lhe trazendo a inter-relação de seus estudos e movimentação próxima/longínqua com lugares de expansão de conhecimento, e, possivelmente, também no exterior.  A fusão de Fundo do Céu do mapa astral natal com a Casa Cinco acolhendo Plutão possivelmente lhe trará a continuidade de seus estudos e trabalhos sim,  tendo que serem ampliados em termos de criação e de produtividade e de empreendimentos e educatividades... porém eu penso que filhos não fazem parte de sua jornada de vida.

Outra questão que também nos chama boa atenção nesse seu mapa de Revirão de Vida, cara amiga das estrelas, é o fato de que o signo de Capricórnio está adentrando à sua Casa Seis, seu lugar de trabalho!  E mais: Saturno, bom regente de toda essa história tão bem estruturada e concretizada, está morando em Câncer e em sua Casa Doze, seu lugar de iluminação pessoal e de atuação dentro da psicologia e  de trabalho do seu Outro.

Portanto, seu Tempo de Revirão de Vida, Caminhante, lhe doa essas Instituições bem concretizadas para você poder realizar sua vida pessoal de trabalho e de cotidiano de vida junto ao seu Outro que estará fazendo a mesmíssima coisa com você!

Ainda em sua Casa Seis, estaremos encontrando Marte, Quíron e Netuno, todos em Aquário, e lhe trazendo uma ação intensa dentro de seu trabalho junto à psicologia - pois que Quíron e Netuno assim lhe inspiram e Marte assim faz você atuar.

Eu diria que sua Alma lhe trouxe de bandeja de ouro e prata, seu Revirão de Vida, Caminhante, o mapa é muito bom, realmente, parabéns!

Em 10 de setembro de 2005, Caminhante, Urano passou por seu movimento retrógrado e formou um novo mapa.

O que é mais interessante de se ver nesse mapa é que ele é inteiramente ao inverso daquele mapa acima comentado, ou seja, aqui teremos o Ascendente acontecendo em Aquário e trazendo em si, novamente, a presença do seu Saturno aquariano de mapa astral natal!  E tudo isso está fazendo com que você assuma por você mesma seus trabalhos e ao mesmo tempo, assuma em você mesma a assunção dos trabalhos do seu Outro!  E tudo isso acontecendo em bom casamento e em boas associações várias em sua vida, que legal!

Esse é um mapa bem desafiador em que você aceita os desafios e se sente bem-sucedida, em função de tudo isso.

Em 17 de janeiro de 2006, Urano faz sua última Oposição em relação ao seu Urano natal.   Outro tempo assim, somente dali a 84 anos!

Esse mapa ratifica seus ousados redesenhamentos de suas raízes pessoais e de trabalho e de profissão, você junto ao seu Outro e seu Outro junto a você, todos dentro dessas mesmas ousadias de redesenhamento de vida em suas raízes e em suas metas de vida.

Nesse mapa, Caminhante, você se concretiza intensamente dentro de sua vida financeira pessoal dentro das instituições acima comentadas que são realizadas entre você e seu Outro e por todos bem trabalhadas e concretizadas!   E veja: esse mapa lhe permite abrir-se, iluminadamente porém sempre muito responsavelmente, para o mundo através seus pensamentos, suas palavras, suas teorias, suas compreensões de vida, entende, e suas palavras voarão longe: você poderá ter direitos autorais em várias línguas, se assim se preparar para e se assim quiser e produzir seu talento para tanto.
...................

Caminhante, querida amiga das estrelas: adorei seus mapas todos, tantos dos Quadrados de Netuno e de Plutão quanto os do seu Tempo de Revirão de Vida, Oposição de Urano em trânsito ao seu Urano natal!  Parabéns, parabéns, parabéns.

Parte II

Os Ciclos de Urano, ao longo da vida
Os Aspectos formados e as Casas visitadas, a cada sete ano
O Retorno de Urano
A Revelação do Desejo de cumprimento das missões de encarnação


Seu Urano tem importância fundamental, em seu Risco do Bordado - além de sua importância intrínseca, enquanto Planeta Transcendental e aquele que nos traz a ampliação da consciência... através alguns cortes guilhotinais que redesenham nossa vida, nos trazendo verdadeiros Revirões de Vida.

Sabemos que seu Urano natal está ao lado de seu Plutão virginiano natal - os Nitroglicerinados moram juntinhos, em Casa Doze, céus, e ainda fazem seguimento à Terra, sua Mãe-Gaia, em finalzinho de Leão e em Oposição ao seu Sol natal, aquariano e de Casa Seis.

Portanto, essa Conjunção entre Urano e Plutão virginianos com Gaia leonina acaba trazendo essa Oposição ao Sol em final de aquariano, da mesma forma - entre Casas Doze e Seis, lugares de Trabalho do seu Outro e seu, Caminhante, lugar de você lidar com as questões do inconsciente (coisa que você faz através sua Psicologia e veio também fazendo através o Marketing e a Publicidade); lugares de você lidar com as questões mais terminais e crônicas de saúde tanto sua quanto do seu Outro; lugares de Trabalho e de Iluminação no Planeta Terra.

Sua Casa Doze começa em Leão, signo regido por seu Sol em final de Aquário - eu sempre a denomino de Pirâmide, cheia de segredos e de conhecimentos que nem sempre são revelados exotericamente mas sempre tentando-se que sejam revelados esotericamente.

Penso que sua Alma vem de boa cepa no sentido de bem atuar seu ato de se tornar uma Curadora Ferida.  E isso podemos ver ainda acontecendo nessa sua encarnação atual através a Conjunção que você faz de Marte, sua ação direta e incisiva, Saturno, seu Karmas e Samskaras, ações e reações em potencial a serem trabalhadas nessa encarnação, de seu Sol, sua luz maior advinda do seu Espírito ligado ao Tao da Criação, todos em Aquário e em Casa Seis, lugar de trabalhareira e de ralação na encarnação; e todos bem querendo fazer uma boa Conjunção com Quíron pisciano, ainda em Casa Seis mas já voltado para o signo do Descendente e da Casa Sete, seu lugar de encontro com seu Outro.

E tudo isso acaba ficando em Oposição à sua Terra leonina, e ao seu Urano e ao seu Plutão virginianos de Casa Doze - sendo que Plutão faz uma Oposição absolutamente certeira com seu Quíron virginiano de Casa Seis, levando você a retirar lá do fundo do seu baú de seu inconsciente pessoal e também coletivo, deus e o mundo de informações acerca a psiquê dos seres, acredite.

Se sua Alma não fosse de boa cepa no sentido do ato de lidar com o Quíron, curador ferido e mestre dos mestres, você estaria atuando, nessa vida, enquanto aquela que precisa de ser curada, a paciente, entende?  No entanto, você vem nessa encarnação bem inteirinha da silva em sua Psiquê e se propõe a atuar seu Outro e também se propõe a atuar enquanto mestra dos mestres, deixe o tempo acontecer, você tem mapa para tudo isso e tudo de boa cepa e você tem índole de boa cepa, não é verdade, Caminhante?

Portanto, vemos que seu Urano virginiano e trabalhador e ralador natal é o bom regente do seu Sol aquariano  - sua energia mais vital, sua luz maior nessa vida!

Aquário é um signo de concisão de inteligência dentro de seu potencial imenso de trazer os conhecimentos para sua mente e processa-los quase como se fosse um computador ambulantes.

De uma forma geral, essas pessoas muitíssimo aquarianas são aquelas que o professor primário ou ginasial tem vontade de torcer o pescoço porque sempre está fazendo perguntas que estão lá na frente da matéria sendo dada!  Nem o professor nem o restante dos incautos alunos realmente entendem as perguntas que um aquariano de boa cepa faz!  Porque seu cérebro vai funcionando fazendo as sínteses dos conhecimentos e anda numa incrível rapidez!  É por isso que se diz que um bom aquariano de carteirinha se parece com o Professor Pardal, é super inventivo e diferenciado e mais exótico, dentro da boiada chamada de ‘normal’.

E certamente, ainda veremos seu Mercúrio em Aquário, em Casa Cinco, tão criativo, tão educativo, tão empreendedor... futuro escritor de boa cepa, você verá.... e ainda veremos sua Casa Seis, sua área de trabalho e de ralação nessa encarnação, sendo iniciada dentro do signo do Aquário.

Então, é bem melhor mesmo que esse Urano agregado ao seu Plutão não entre em piração  -porque poderia, por estarem ambos em Casa Doze e mexer com as questões do inconsciente... - e bem ao contrário, trabalhe exatamente com essas questões!

OS CICLOS DE URANO:         

Veremos que muito cedo em sua vida, Caminhante, e talvez você vá encontrar algumas razões em sua vida pessoal sobre esses temas, seu Urano encontrou-se com seu Plutão e fez das suas, possivelmente em questões relacionadas a dinheiro familiar ou em relação a nascimento de irmãos; e depois, adentrou seu Ascendente, lhe trazendo um verdadeiro Renascimento Uraniano, você tão novinha, ainda dentro de sua primeira infância, minha amiga das estrelas!

Quando a gente é mais adulta - ou pelo menos já mais crescidinha -, Urano, ao fazer o Renascimento Uraniano deixa um monte de questões para trás na vida e reinicia a vida, entende?  De alguma forma,  com esse fato lhe acontecendo ainda em sua primeira infância é certo que você pessoalmente tenha passado por um Revirão de vida ou mesmo, sua família e  você, no conjunto da situação familiar!

O Semi-sextil Uraniano, com este Planeta já em Casa Um, aconteceu ao final do ano de 1969, e já em 1970, esse Planeta fez Oposição ao seu Vênus ariano de Casa Sete e alguns poucos anos depois, fez Oposição ao seu Júpiter ariano, também de Casa Sete.

Possivelmente, questões renovadoras de ciclos no casamento de seus pais devem ter acontecido.

Em 1973, Urano fez um Semi-quadrado consigo mesmo - a verdade é que eu não estudei com você esse Aspecto, que é um meio caminho entre o Semi-Sextil e o Sextil, incluindo o Quadrado, logo após.  Não é um Aspecto muito simpático, é bem menos harmonioso que o Sextil porém não tão desarmônico quanto o Quadrado.

Esse Semi-Quadrado aconteceu na entrada de sua Casa Dois, possivelmente trazendo algumas questões meio cabeludas em sua vida familiar financeira.

1976/7 foram anos em que Urano, já em Casa Dois, fazia Sextil consigo mesmo, que bom, é um Aspecto considerado harmonioso.  Porém, nesse mesmo Sextil, Urano fazia Oposição à sua Lua natal taurina de Casa Oito!  então, eu penso que, por um lado as questões financeiras podiam estar mais ou menos equilibradas... mas por outro lado, havia um tom feminino, da Lua, esperneando, sentindo-se guilhotinalmente cortada financeiramente.    É possível  também, que você mesma, Caminhante, já grandinha e começando sua adolescência, já estivesse olhando com olhos atentos acerca seus dons naturais de vida para trazerem sua sobrevivência de vida e ao mesmo tempo olhando com olhos atentos o que é ser feminino nessa vida e o que é ser compartilhativo financeiramente.

Estamos agora em  1983, quando Urano fez o Quadrado consigo mesmo, e, em estando em Sagitário, passeava por sua Casa Três, trazendo redesenhamentos em suas expressões de comunicação e de movimentação e de inter-relação vicinal na vida e nas inter-relações com irmãos, pequenas viagens, estudos,  etc e tal.

Com o andar da carruagem do signo de Sagitário trazendo Urano, este adentrou seu Fundo do Céu, fazendo uma grande mudança revolucionária em sua vida, de alguma forma, seja em termos de moradia, seja em termos de estudos, seja em termos de trabalho, seja em termos familiares e de raízes.

O ano de 1990 trouxe a você o Trígono de Urano consigo mesmo, Caminhante, já em Capricórnio e exatamente dentro de seus Vagões do seu Trem da Vida, fazendo um redesenhamento amplo e total e irrestrito nos rumos do seu Trem da Vida, como um todo, e em seus rumos de vida em termos de moradia, de família, de raízes, de trabalho bem organizado e instituído e de trabalho do cotidiano propriamente dito.

Uma Sesqui-Quadratura aconteceu em 1994 - novamente, não estudamos ainda esse Aspecto (foi uma falha minha não ter incluído a Semi-Quadratura e a Sesqui-Quadratura em nossa Aula sobre Aspectos).  Esse é um Aspecto que fica entre a Quadratura e a Oposição mas se situa logo após o Trigono e antes do Quincúncio, enfim, de um lado sopra e de outro lado, bate (porque o Trígono é sempre muito bom e harmonioso mas o Quincúncio é um chato, pouquíssimo harmonioso).

Houve uma proximidade desse Aspecto de Sesqui-Quadratura com sua Vesta capricorniana, já de Casa Cinco.  A Vesta é vestal e virgem  e em Casa Cinco meio que briga com as questões de filiação do pai e da mãe e com as questões de uma mulher ter filhos - mesmo porque o signo de Capricórnio é muito concreto e institucional e o Saturno está em Aquário, lugar dos filhos do Outro, e em lugar de Trabalho, lugar de ralação -  e então a opção pode ser a de não ter filhos, por causa que seria uma instituição na vida pessoal enquanto o desejo pode ser o de se devotar ao trabalho em si.

O Quincúncio de Urano consigo mesmo - porém já dentro do signo regente de Aquário -  e ainda em Casa Cinco aconteceu em 1997/8 e se situou muito próximo ao seu Mercúrio aquariano seguido de seu Vulcano aquariano e ambos já querendo apontar para a Casa Seis.

Então, penso que tenha sido um tempo de desafios imensos em sua vida, em termos de amores, de crianças, de estudos, de trabalho, de criações, de educatividades, etc e tal, e em termos de busca das melhores soluções para bem viabilizar as metas da vida, dentro do plano vocacional, que para você tem sido sempre tão plural, não é verdade?

2005 foi o ano da Oposição, seu Tempo de Revirão de Vida.

Portanto, depois que Urano tenha feito seu Quincúncio e já a caminho de fazer sua Oposição, ele veio passeando por todo o signo de Aquário, sob sua regência, e vemos que seu Urano andou bastante através o findar de sua Casa Cinco e de ter cumprimentado seu Mercúrio e seu Vulcano, e depois, adentrando sua Casa Seis e cumprimentando seu Saturno e seu Marte e, finalmente seu Sol!

Esses tempos últimos da década de noventa e agora, já nesse século novo, sua vida vem passando por imensíssimos desafios, não é verdade, Caminhante?  É que o Quincúncio realmente é muitíssimo desafiador, quase sempre um verdadeiro salto no escuro, para podermos então enfrentar outro desafio, o da Oposição, o balanceamento entre uma questão e outra, sempre oposta e complementar!

E, ao estar em Peixes realizando sua Oposição, seu Tempo de Revirão de Vida, é certo que seu Urano estava também muitíssimo próximo a fazer sua Conjunção com seu Quíron e fazer Oposição ao seu Plutão natal!  E tudo isso mexendo com você em seu Eu Sou, já de seu Ascendente virginiano; e com o Eu Sou do seu Outro, já próximo ao Descendente pisciano, e sua relação com seu Outro, em casamento e em associações!

Venho, então, acompanhando você, minha querida amiga das estrelas, exatamente nesses seus tempos de grandes Revirões de Vida em termos da Oposição de Urano em trânsito ao seu Urano natal, seu casamento com o Jorge, sua ida para os States, seus estudos avançados aí e seus trabalhos que você vem atuando e mudanças de casa e de cidades, etc e tal!  Realmente, minha querida Caminhante, de tédio você não pode reclamar, dentro dos tempos circundantes à sua Oposição de Urano!

Sempre a Oposição de Urano é um momento epistemológico em nossas vidas, sempre.  Quanto mais ampliarmos nossa consciência, menos esse momento dói e mais compreendemos as necessidades de redesenhamento de nossa vida!  a vida é uma, antes da Oposição de Urano, e outra, depois dessa Oposição, depois desse imenso Revirão de Vida.

Bem, as questões daqui para frente, serão Previsões, okey, pois pertencerão ao futuro.

Em 2012, seu Urano, já tendo rasgado o Descendente em 2008/9, trazendo um Renascimento Uraniano para seu Outro e para sua relação com seu Outro, tanto pessoal quanto profissional, e agora já instalado em Casa Sete e em signo de Aires..., encontramos o Quincúncio pós Oposição, já determinando o começo do fechamento de um todo ciclo uraniano, que dura 84 anos, como você bem sabe!

A questão é: quando acontece esse Quincúncio, que é um Aspecto bem pouco harmonioso ou simpático, seu Urano em trânsito estará exatamente em Conjunção com sua Vênus ariana natal!  Então, será tempo de a onça beber água, como se diz por aqui.  Sua Vênus rege o Touro onde sua Lua taurina mora e em Casa Oito e rege a própria Casa Oito que possui boa parte em Touro e dá entrada à Casa Nove, em Touro.  Sua Vênus rege também boa parte de sua Casa Um, de seu Eu Sou e dá entrada à sua Casa Dois, de seu Eu Tenho, em signo plural e associado e enlaçado, Libra.

Portanto, cara amiga das estrelas, me ouça com atenção: deverá haver um redesenhamento em sua vida em termos do seu Eu Tenho pessoal e em termos do seu Nós Temos pluralizado e associado e compartilhado.  E deverá ter um redesenhamento em sua situação de estudos avançados bem como em sua situação de vida no exterior junto ao seu Outro.  E falando em seu Outro, possivelmente haverá um redesenhamento de casamento e de outras possíveis associações e tudo isso trazendo um redesenhamento em sua própria forma de ser seu Eu Sou, Caminhante!

E, com o andar da carruagem de Urano em Áries - que para todos estará trazendo renovações de vida, inclusive ao Planeta Terra! -, esse Urano ainda encontrar-se-á com seu Júpiter ariano natal, novamente lhe trazendo redesenhamentos de suas situações de estudos e de lugares onde isso acontece e de suas moradias, seja no Brasil ou seja no Exterior, bem como para seu Outro mais próximo, em termos de suas metas de vida a serem alcançadas e em seu próprio casamento e em suas associações outras, Caminhante.

Portanto, saiba que todo o tempo em que Urano estiver dentro do signo de Áries, você haverá de ter que enfrentar imensas renovações em sua vida pessoal e junto ao seu Outro, de forma pessoal e de forma profissional e de forma social e planetária - e saiba que também para seu Outro tudo isso estará também passando por redesenhamentos, não duvide disso.

Você tem Peixes no Descendente e Peixes é signo de conclusões de ciclos.  Depois, adentra Áries em Casa Sete trazendo os belos Vênus e Júpiter sim, mas Urano é certeiro feito flecha do Arqueiro Zen, entende, e traz redesenhamentos para a nossa vida, queiramos ou não queiramos...  Áries é signo de recomeços, de novos ciclos a serem vivenciados, de renovação.  Peixes é o inverno dos invernos e Áries é a primavera das primaveras.

Em 2016/7 Urano estará fazendo Sesqui-Quadratura, já olhando para o final do ciclo uraniano que teve seu Revirão na Oposição, e ainda dentro de sua Casa Sete porém já voltado para adentrar o Áries que dá entrada em sua Casa Oito, a dos bens compartilhados.  Novamente, eu lhe digo, sua vida estará passando por redesenhamentos mil a partir do momento em que Urano adentrar seu Descendente, já desde agora... até Urano adentrar o signo de Touro, já em sua Casa Oito, em 2017/8/9...

2m 2020/21, Urano estará já em Touro e fazendo Conjunção exatíssima com sua Lua taurina de Casa Oito e fazendo um belo Trígono, que bom!, com seu Urano natal!

Bem, a Conjunção de Urano com a sua Lua deverá reorientar a você mesma, cara Caminhante, e em sua vida de continuidade familiar e de ação em sua Locomotiva canceriana profissional e vocacional de Casa Dez já se voltando para sua atuação social e planetária, de Casa Onze!  Seu feminino pessoal e seu Sublime Yin estarão passando por imensa revolução!

O bom da história é que Urano estará fazendo Trigono consigo mesmo, entende, e assim, de um lado a revolução feminina acontecerá bem revolucionariamente, sim, mas por outro lado, o Trigono deverá ajudar nessa revolução, tornando-a mais harmoniosa.

Em 2027, Urano já estará em Gêmeos e terá adentrado sua Casa Nove e estará fazendo um Quadrado consigo mesmo e certamente, bons desafios estarão aparecendo em sua vida de estudos avançados e de teórica/prática em sua profissão, assim eu penso, porque tudo já estará bem mexendo e remexendo com seu Meio do Céu geminiano, cara amiga das estrelas.

No andar da carruagem em Gêmeos, mais um tanto à frente, Urano estará rasgando seu Meio do Céu e lhe dizendo a que verdadeiramente veio nessa vida para você, Caminhante, levando você a fazer reorientações em suas vocações e em ações profissionais de forma a bem finalizar sua vida em alto e bom estilo de expressões de comunicação suas, possivelmente através seus escritos e seus ensinamentos, porque Mercúrio regente desse Meio do Céu estará super atuante, em sua Casa Cinco tão criativa e tão empreendedora e tão ativa socialmente e planetariamente, em Aquário!

2034 será um ano interessantíssimo! Urano estará fazendo Sextil consigo mesmo - belo Aspecto, harmoniosíssimo! -, e estará fazendo Conjunção à sua Locomotiva do seu Trem da Vida, em Câncer!

Tudo aquilo que você veio reorientando quando Urano passou por seu Meio do Céu, ainda encontrará seus lugares de atuação pública e social e planetária bem entrosados e redesenhados, com Urano em Sextil consigo mesmo e dizendo mais e mais o que quer que aconteça através você em questões vocacionais e profissionais e através seu Trem da Vida, confirmando você, Caminhante, que bom.

A Semi-Quadratura acontecerá em 2037 e lhe trará uma visão mais ampla daquilo que eu venho sempre lhe dizendo, Caminhante, que você é uma grande mãe social.  Deixe as rugas acontecerem, elas lhe trarão maturidade e cara de grande mãe social e planetária!

O Semi-Sextil acontecerá em 2041, com Urano em Leão e já querendo encerrar seu ciclo, certamente.  Urano ainda estará em Casa Onze e esse quase encerramento de ciclo poderá fazer você estar situada diante de sua Pirâmide que você compartilha, em trabalho, com seus discípulos e pessoas que circundam sua vida.  bela foto.

Finalmente, Urano encontrará a si mesmo, depois de ter adentrado sua Casa Doze e ter feito Oposição aos seus Planetas aquarianos de Trabalho de Casa Seis e de ter feito Conjunção com sua confirmadora Terra leonina....  nos anos de 2047/8, perfazendo O RETORNO DE URANO!  VIVA!

Coisa melhor do que soprar 84 velinhas não há!  Acredite!  é uma bênção, realmente, o Caminhante poder soprar suas 84 velinhas do seu Retorno de Urano!

Para você, Caminhante, espero realmente que você possa vir a comemorar seu Retorno de Urano dentro de sua pirâmide e junto aos seus familiares e amigos e aos seus discípulos e leitores e seguidores, espero realmente!  Você merece! 

Como você bem sabe, não exatamente precisamos comemorar nossos 84 anos para podermos realizar nosso mapa de Retorno de Urano, aquele que nos aponta para a realização do nosso desejo de Alma para essa nossa encarnação...  porque, na verdade, temos que nos conscientizar sobre esse nosso desejo ao longo de nossa vida para podermos indo vivendo-o, é claro... porque senão pode ficar sem graça, viver nosso desejo apenas a partir de nosso Quarto Ato de Vida!

Sempre que fazemos qualquer mapa  coadjuvante ao mapa astral natal, temos que realizar a leitura em si desse mapa coadjuvante, sim, porém sempre estruturada e fusionada a partir do Risco do Bordado, do mapa astral natal!


Acima, seu Risco do Bordado, Caminhante, e abaixo, seu Retorno de Urano, em  25 de setembro de 2047:

Veja você, o Sol em comecinho de Libra se situa em Casa Oito, a dos bens compartilhados e em signo associativo e casadoira e rege o Descendente, o lugar do Outro e do encontro com o Outro, em Leão iluminando esse mesmo Outro e tudo fica bem ratificado pela presença doce e sedutora de Vênus, a bela regente de Libra do Sol, em Leão e bem na linha do Descendente!

Sua Alma então, Caminhante, tem esse desejo intenso de um bom casamento, amoroso e iluminado casamento de bom enlace e de bens compartilhados entre você e seu Outro; e da mesma, forma em relação às situações outras de associações pessoais e profissionais e sociais e familiares, etc.

O Ascendente vem dentro do libertário signo de Aquário, regido pelo Urano que faz a festa nesse seu Retorno, Urano em Virgem e dentro da área de seu encontro com seu Outro, em Casa Sete já virginiana, signo de Trabalho inter-relacionado com a área de associações e de casamentos e de inter-relações pessoais íntimas e não tão intimas.

Esse Urano virginiano vem ensanduichado por Marte e por Ísis; com Marte regendo parte da Casa Dois  ariana e esse mesmo Áries dando entrada à Casa Três, lugar de expressão de comunicação e de trocas e de movimentação no Brasil e all over the world, lugar de atuação familiar mais próxima, lugar de uso da mente: em Áries, tudo isso significam novas formas de atuação e sempre os recomeços de vida acontecendo dentro dessas mesmas questões.  Ísis é aquela que eu denomino enquanto o Planeta Transplutoniano ainda a ser descoberto e que espero que seja descoberta nos primeiríssimo anos da próxima década, ao sair do Leão e adentrar Virgem.  Ísis é a guardiã dos segredos dos conhecimentos a serem revelados apenas quando a humanidade estiver pronta para enfrentar as metamorfoses e regenerações plutonianas - e é possível que mais adiante, no futuro, isso bem possa acontecer, assim espero.

E veja bem: em Áries, você tem Vênus e Júpiter e a entrada da Casa Oito, em seu mapa astral natal e sempre isso indica que você tem a harmonia de seus novos encontros encontrando seu Outro disposto também a esses novos encontros.  Sua mente poderá funcionar renovadoramente, sempre, e sempre seu Outro estará disposto a ouvir e ver e estar junto a você.  Que bom.

Portanto, existe uma ação intensa de seu Eu Sou através o Ascendente aquariano buscando aliar suas questões de conhecimento pessoal com o conhecimento da humanidade, dos seres pensantes, com a ação dos novos começos de usos do mesmo e com integração de tudo isso com seu Outro, em termos de trabalhos práticos  e bem detalhados e bem analisados e bem pesquisados - palavras que Virgem adora!

E o Sol libriano faz tudo isso podendo vir a acontecer de forma bem fusionada ao seu Outro e bem harmoniosamente integrada ao seu Outro.  Aliás, é bem o signo de Libra que avança até alcançar a Casa Nove, levando você para seu tapete voador de novos rumos geográficos de vida através seus enlaces casamenteiros ou profissionais ou sociais, levando você a assumir um tom bem harmonioso e belo dentro de tudo aquilo que você quer expressar ao mundo, em Casa Nove, bem como podendo encontrar-se com seu Outro através essa imensa expansão de você e de seu pensamento.

Alias, tudo isso tem super a ver com sua Casa Um em seu Risco do Bordado, que começa em Virgem, sim, porém apresentando, logo depois, o signo de Libra que acolherá esse seu Sol em comecinho de signo e até o começo da Casa Nove e a Casa Nove inclusive, lhe trazendo seus proventos pessoais já sendo fusionados com sua Casa Dois de seu mapa astral natal.

Aliás, em termos de fusões do Retorno de Urano com o Risco do Bordado, veremos que esse Leão acolhendo essa Vênus, tudo tão iluminado dentro do seu encontro com seu Outro, Caminhante, fazem parte de sua Casa Onze em seu mapa astral natal, já dando entrada à Casa Doze onde certamente estaremos encontrando sua Terra leonina e depois, já em Virgem, seu Urano e seu Plutão e mais além ainda, seu Ascendente virginiano (que se fusiona à sua Casa Oito do mapa do Retorno.

Existe pois uma integração muito grande entre você e sua comunidade iluminada à qual o seu trabalho uraniano deverá abençoar e trabalhar junto, Caminhante, bem como esse seu mapa de Retorno lhe diz que sua Alma também aprecia estar harmoniosamente envolvida em casamento e em associações com seu Outro que é tão empreendedor e criativo e trabalhador, entende?

E o Ascendente aquariano está situado entre suas Casas Cinco e Seis, de criações e de empreendimentos e de trabalho e de cotidiano de vida de seu Risco do Bordado, Caminhante, fazendo você assumir muitíssimo essas suas questões de vida como seu próprio Eu Sou!

Na Casa Onze do mapa do Retorno de Urano, encontraremos a Lua conjugada ao Saturno, tudo isso em Sagitário que é signo que começa em sua Casa Três do seu mapa astral natal e segue através o Fundo do Céu e Casa Quatro adentro!

É interessante a gente ver a importância grupal e sagitariana de estudos avançados e em outras línguas e filosofias e literaturas e outros países e outras universidades e lugares de conhecimentos avançados em sua vida, Caminhante, que é coisa que você traz tão pessoalmente agregado ao seu Eu Penso e eu Comunico pessoal!

E vemos que a Lua sagitariana é bem o grau da entrada de sua Casa Quatro, seu lugar de moradia e de raízes e de família tanto pessoal quanto coletiva e social - por causa dos signos de Sagitário e de Capricórnio ali envolvidos.  E depois, seguem Saturno e Vesta e Ceres, todos ainda sagitarianos e em Casa Onze no mapa do Retorno de Urano e fazendo a festa dentro de sua atuação grupal intensíssima, Caminhante.

E veremos então, a Locomotiva do Trem da Vida em Capricórnio e ainda em Casa Onze, a área grupal e social, sim, porém já se dirigindo para poder bem concretizar o lugar do trabalho onde encontram-se você e seu Outro, tudo bem instaurado, concretizado, instituído, organizado, projetado e planejado e administrado capricornianamente!

Seus Vagões vêm em Câncer e ainda em Casa Cinco e já querendo adentrar a Casa Seis, que aponta para seu lugar de trabalho. 

Então, veja, nesse mapa Lua e Saturno, mãe aninhadora e pai provedor, estão juntinhos e em área  grupal e comunitária e social e planetária e em signo de conhecimentos avançados, all over the world.  Tudo isso, em seu Risco do Bordado, quer falar de seu lugar de raízes.

Depois, existe o seguimento nessa mesma Casa Onze - e em sua Casa Quatro natal do seu mapa natal - onde adentra o signo de Capricórnio e nos traz a Locomotiva do Trem da Vida, vindo de Câncer e de Casa Cinco!

Então, existem as regências da Lua e do Saturno para os Vagões e para a Locomotiva do Trem da Vida desse mapa, respectivamente; com a Lua e Saturno conjuntos em Sagitário e em área de ação grupal e fazendo todos trabalharem muitíssimo, conjuntamente!

Novamente, lhe digo, se pegarmos tudo isso, estamos com sua Casa Quatro do seu mapa astral natal inteiramente lotada de você e seu Outro, da Lua e do Saturno atuando o Trem da Vida, não é verdade?  novamente, dentro desse mapa, podemos ver a importância de você, um dia, encontrar um lugar no mundo - possivelmente dentro de uma Universidade ou de uma Instituição bem estruturada, onde você possa trabalhar com tudo aquilo que sua Alma lhe trouxe como bagagem de Trabalho e com tudo aquilo que você ainda tem a realizar de trabalho, nessa sua vida, Caminhante (vide sua aula prática sobre seu Trem da Vida, realizada recentemente).

Veremos que sua Casa Nove, dentro do signo de Libra, traz Quíron ao lado de Mercúrio, ambos antecedidos por Vulcano, e esse Mercúrio falando harmoniosamente sobre as questões quironianas que bem conhece e fazendo isso de forma inteiramente educativa e criativa e empreendedora e com sua assinatura dentro do seu pensamento pessoal aliado ao pensamento social e cultural e cumprindo com suas metas de vida, nesse sentido!  Ao dizermos tudo isso, estamos fusionando o mapa do Retorno de Urano com seu mapa astral natal, não é verdade, você consegue perceber isso?  além do mais, vemos que esse Quíron aliado ao seu Mercúrio librianos do mapa do Retorno acabam trazendo os ganhos seus pessoais, Caminhante, em seu mapa astral natal, que tem esses graus dando entrada à sua Casa Dois natal!

Portanto, poderemos ver que você poderá bem ganhar sua vida através seus ensinamentos e seus empreendimentos e suas criações, todos advindos de sua mente que funciona muito intensamente e que você tem como meta de vida nessa encarnação, botar sua mente pessoal no mundo, juntamente com a síntese do conhecimento que você tão bem sabe fazer e vem estudando e se preparando para tanto!

Veremos também que existe um Plutão, já em Peixes!, em seu Eu Sou de sua Casa Um do mapa do Retorno e que rege seu Meio do Céu.

Sempre Plutão  é metamorfoseador e regenerador.  Portanto, esse seu mapa de Retorno de Urano diz que você chega de forma libertária e apontando para seu trabalho pessoal e social e planetário, sim, conforme já descrevemos mais acima, com o Ascendente aquariano fusionado ao seu mapa astral natal de Casas Cinco e Seis, porém você também traz um amadurecimento de tudo isso através um questionamento de dimensões mais elevadas, entende, porque seu Plutão pisciano do mapa do Retorno se encontra a meio caminho entre seu Sol aquariano e seu Quíron pisciano de área de trabalho do seu mapa astral natal!

Sempre Peixes é um signo de dimensões mais elevadas, daquilo que existe a mais entre o céu e a terra e que a vã mente consegue sequer supor....  sempre Peixes é signo conclusivo e gestador dos novos começos e dos novos ciclos.  Portanto, eu diria que seu desejo de Alma, é o de poder trazer em seu Eu Sou a síntese de seus conhecimentos angariados não somente nessa vida como também a partir de suas bagagens de vidas anteriores - vide seu Trem da Vida, em trabalho recente - e amadurecer tudo isso novamente colocando em prática tudo isso nessa sua vida atual de aqui-e-agora e fazendo tudo isso de forma tão intensa que se dispõe a botar o bloco na rua revelando os segredos contidos nos conhecimentos e na prática de trabalho plutoniano que esse mapa de Retorno de Urano encerra fusionado ao seu mapa astral natal!

E sabemos que, nesse mapa de Retorno, é esse mesmo Plutão pisciano que rege o Meio do Céu, a área das metas a serem realizadas e bem concretizadas.   Aliás, se virmos o grau do Meio do Céu do mapa do Retorno, veremos que acolhe seu Netuno escorpiônico natal, de Casa Dois.  Esse seu Netuno natal é o responsável por seus ganhos pessoais aliando seu trabalho de ralação pessoal com o casamento ao seu Outro, pelo Descendente em Peixes, e por suas associações de vida e de trabalho.  Eu  diria que esse mapa do Retorno lhe diz que você tem tudo em sua vida, Caminhante, para fazer ganho pessoal para prover sua vida pessoal a partir de seu trabalho pessoal e de suas associações relacionadas também ao seu trabalho pessoal, além do casamento, digamos assim.

E onde esse Netuno regente desses Peixes todos, do Netuno do mapa natal e do Plutão em Peixes e da entrada da Casa Dois do mapa do Retorno de Urano?

Ele se encontra solidamente posicionado em Casa Quatro, ao lado de Júpiter, ambos em Touro e fusionados à sua Casa Oito, lugar dos bens compartilhados, de seu mapa astral natal.

Então, existe o fato de que sempre, em sua vida, Caminhante, que bom, você tem casa e comida e roupa lavada através suas associações ao seu Outro, seja pessoalmente, seja profissionalmente ou seja socialmente, sempre.  Isso é muito bom, mesmo porque o signo de Touro gosta de tudo bem materializado e de geladeira cheia!

Vemos também que esse júpiter taurino ao lado do Netuno, faz parte da regência que vemos em começo de Casa Onze e acolhendo Lua e Saturno e Vesta e Ceres,  das atuações grupais e sociais - e mostrando que existem lugares bem concretos e materializados para que o ideal (netunianamente falando) possa vir a acontecer para todos, sem dúvida alguma, em alto e bom som, tudo bem enraizado, taurinamente falando.

A Casa Dois do mapa do Retorno de Urano tem sua entrada em Peixes sendo fusionada com a área pisciana de trabalho do seu mapa astral natal e vai acolhendo também o Descendente, seu lugar de encontro com seu Outro, em casamento e em associações.

Portanto, eu lhe digo com todas as letras, cara amiga das estrelas: nunca nessa sua encarnação você passará privações de ordem financeira para fazer a estrutura que vá prover sua vida - você tem tudo para fazer isso através seu trabalho de ralação pessoal como também em suas associações, entende?  Isso é muito bom. 

..............................

Enfim, cara amiga das estrelas, existem zilhões de questões que podem ser comentadas a respeito do mapa do Retorno de Urano e de seu fusionamento com seu Risco do Bordado, seu mapa astral natal.

Quando você passar por sua Aula sobre Sinastria e Mapa Composto, poderá compreender ainda mais e mais como a gente vai acostumando o olhar perseguir ambos os mapas, guardar na memória e depois fazer a fusão de ambos!

Gostaria de finalizar esse trabalho de mapa do Retorno de Urano, lhe trazendo os símbolos para o Sol em comecinho de Libra:

A transmutação dos frutos das experiências passadas em realizações-semente do espírito eternamente criador.
O grau 02 de Libra nos revela uma pessoa já entrosada no meio social à qual pertence, já consciente de sua individuação e da necessidade de mostrar essa individuação dentro do processo social de forma acentuada, bem delineada e trabalhada. Para tanto, essa pessoa precisa, ao longo de sua vida, alcançar o equilíbrio e a seriedade do amadurecimento tanto emocional quando racional e demonstrar esse amadurecimento através de processos criativos. Sua palavra-chave é "Centralização criadora".

A alvorada de um novo dia revela que tudo se transformou.
O grau 03 de Libra nos revela uma pessoa já consciente de sua individuação e de seu espaço dentro da sociedade; consciente de sua necessidade da busca de seu aperfeiçoamento como ser humano buscando a transcendência espiritual: consciente de que precisa atuar socialmente estruturando sua individuação através de uma marca pessoal e intransferível e finalmente consciente que precisa buscar nossas possibilidades e recomeços de vida onde possa experienciar e vivenciar os valores acima mencionados. Para tanto, sua palavra-chave é "Inovador". Esse inovador busca recomeçar sua vida sobre novas bases de valores e aí então poder desempenhar seu Karma e fundamentalmente, seu Dharma, ou seja, viver plenamente sua Missão de Vida e ser quem realmente é, vivenciar sua real essência, sua real forma de ser.
.........................

Bem, Caminhante, eu penso que, através a astrologia, você vem podendo incrementar mais e mais seus estudos sobre a Mitologia e vendo que tudo isso faz enorme sentido em nós mesmos, que não são simplesmente histórias simpáticas, são verdades e são verdades por nós agidas e inter-agidas!

E mais, eu penso que, através nossos estudos mais aprofundados que ora estamos fazendo da Astrologia, você poderá estar percebendo que existem ferramentas absolutamente poderosas para você poder compreender mais e mais seus pacientes, seus analisandos, as pessoas que circundam sua vida, não é verdade?

Você sabe, eu venho de uma formação freudiana que adorei fazer... mas não pude me tornar  uma psicanalista porque eu estaria todo o tempo falando... e o pobre coitado do meu analisando, ficaria ali, no divã, olhando para frente e escutando meu blá blá blá por detrás de sua cabeça, eu sentada na poltrona de couro alemão.. ... não, céus, couro não, eu sou vegetariana e quase vegan, no sentido do uso abusivo das questões animais....  e certamente eu não teria paciência para ficar vendo meu analisando vindo e indo algumas vezes por semana ou ao mês.... ou ao ano, ou década após década.

Um abraço estrelado,
Janine Milward




Em seguimento, encontre os Títulos/Temas constantes em seus 22 Capítulos/Volumes
de Seu Livro de Vida :


SEU LIVRO DE VIDA
Astrologia da Alma e do Auto-Conhecimento
Obra em 22 Capítulos apresentados em 22 Volumes


Primeiro Tomo
Fundamentando Seu Livro de Vida
Capítulos de 1 a 6

Capítulo 1
O RISCO DO BORDADO
Apresentação da Obra Seu Livro de Vida, em 22 Capítulos
Alguns Conceitos Fundamentais acerca a Astrologia da Alma e do Auto-Conhecimento
Sobre o Trabalho dentro da Consultoria Astrológica e sobre as Ferramentas de Trabalho
Exemplo Prático de Escrita de SEU LIVRO DE VIDA, em sua íntegra


Capítulo 2
O CÉU ESTRELADO
Astronomia e Astrologia
suas Semelhanças e suas Diferenças
SIMULTANEIDADE E SINCRONICIDADE
Arquétipo, Linguagem, Inconscientes Pessoal e Coletivo,
Conscientes Pessoal e Coletivo, Imagens, Mitos e Símbolos
ESCLARECENDO ALGUMAS DIFERENÇAS E SEMELHANÇAS:
Uma conversa entre Caminhantes Estudiosos de Astronomia e de Astrologia e Janine,
em Zigurate moderno, o Sítio das Estrelas
Textos  vários sobre Cosmologia, Astronomia e Mecânica Celeste

Capítulo 3
A MANDALA ASTROLÓGICA
A representação da Terra - através o momento do evento em suas Latitude e Longitude - acolhendo todo o Risco do Bordado: Casas Astrológicas, Signos, Luminares, Planetas, Planetóides e Pontos
SIMULTANEIDADE E SINCRONICIDADE
Inconscientes Coletivo e Pessoal e Consciente: Arquétipo, Linguagem, Mitos e Símbolos
Os Primórdios da Compreensão sobre o Risco do Bordado acolhendo seu Baile dos Arquétipos

Capítulo 4
CASAS ASTROLÓGICAS, SIGNOS, LUMINARES, PLANETAS, PLANETÓIDES
No Grande Teatro da Vida, Cenários, Textos, Atores e Atrizes

Capítulo 5
ELEMENTOS, QUALIDADES E GÊNEROS
Fogo, Terra, Ar e Água - Começo, Meio e Fim - Yang e Yin

Capítulo 6
OS ASPECTOS
O Grande Baile dos Arquétipos em suas interações mais harmoniosas ou menos harmoniosas


Segundo Tomo
Desenvolvendo Seu Livro de Vida
Capítulos de 7 a 17

Capítulo 7
OS TRÂNSITOS
Redesenhamentos sendo acrescentados ao desenho primordial
de nosso Risco do Bordado e seu Baile de Arquétipos, em nossa vida

Capítulo 8
REVOLUÇÕES SOLARES E LUNARES
Redesenhamentos sendo acrescentados à nossa Vida
Em Ciclos Anuais e Mensais

Capítulo 9
As Interações entre Terra/Homem e Lua e Sol - Parte I
 As Fases da Lua e as Meditações de Lua Nova e de Lua Cheia
OS OITO TIPOS DE PERSONALIDADE
Luas da Alma, Ninhadas da Alma, Intenções da Alma
A PARTE DA FORTUNA, O PONTO DE ILUMINAÇÃO E A PARTE DO ESPÍRITO
 Os Eclipses Solares e Lunares

Capítulo 10
As Interações entre Terra/Homem e Lua e Sol - Parte II
O TREM DA VIDA
O DRAGÃO DOS CÉUS, CABEÇA E CAUDA - OS NÓDULOS LUNARES
Quem somos, de onde viemos e para onde vamos
Os Conceitos Fundamentais sobre a Astrologia da Alma

Capítulo 11
As Interações entre Terra/Homem e Lua e Sol - Parte III
O TREM DA VIDA
DRAGÃO DOS CÉUS -  NÓDULOS LUNARES
E SEUS CICLOS
Quem somos, de onde viemos e para onde vamos
Os Conceitos Fundamentais sobre a Astrologia da Alma

Capítulo 12
URANO E SEUS CICLOS
O Despertador da Consciência mais Ampliada que redesenha nossa vida a partir de cortes guilhotinais e inesperados.  A Revelação do Desejo de Encarnação, da Alma.

Capítulo 13
SATURNO E SEUS CICLOS
O Senhor do Tempo, do Umbral e do Karma

Capítulo 14
QUÍRON E SEUS CICLOS
O Curador Ferido e Mestre dos mestres

Capítulo 15
JÚPITER E SEUS CICLOS
O Dharma, o Deus dos Deuses e dos Homens, Benfeitor e Justiceiro

Capítulo 16
NETUNO E PLUTÃO E SEUS CICLOS
A Transcendência
 e a Metamorfose e Regeneração

Capítulo 17
A PROGRESSÃO
A eterna mutação acontecendo no Risco do Bordado,
trazendo os redesenhamentos em nosso Grande Teatro da Vida


Terceiro Tomo
Concluindo Seu Livro de Vida
Capítulos de 18 a 21

Capítulo 18
SINASTRIA E MAPA COMPOSTO
Compreensão mais Aprofundada acerca os Inter-Relacionamentos entre os Seres

Capítulo 19
ESTRELAS E CONSTELAÇÕES (FIXAS)  PROTETORAS
A Interação entre Astronomia e Astrologia
 através a Efetiva Vivência dos Mitos e Símbolos apreendidos através as luzes do céu noturno,
ao longo dos 360 graus da Mandala Astrológica

Capítulo 20
SÍMBOLOS SABIANOS
360 graus da Mandala Astrológica traduzidos em Verdades Universais

Capítulo 21
ARQUEOLOGIA DA ALMA
O Processo de Auto-Cura e de Aprofundamento do Auto-Conhecimento
 através a Expansão da Mente


Epílogo
Capítulo 22
A ESTRELA DE BELÉM
Minha contribuição pessoal para este Tema tão polêmico
Viajantes das Estrelas - fusão entre espiritualidade, astronomia e astrologia
Descrição Detalhada dos 22 Capítulos/Temas/Volumes constantes em Seu Livro de Vida



Quem Escreve SEU LIVRO DE VIDA:


Janine Milward nasceu em Nova Friburgo, RJ, num vale rodeado por belas e altas montanhas, no inverno do hemisfério sul, em 1950.

Já no Rio de Janeiro, enveredou através a Psicologia (infelizmente não concluída) e fundamentalmente, através a Psicanálise como trampolim para melhor entender a psiquê dos homens... quando conheceu mais de perto a Astrologia, estudando autodidatamente e tornando-se então, conselheira astrológica e professora dessa ciência.

Nesse meio tempo, também enveredou pela espiritualidade do Tao primordial, através a espiritualidade e os ensinamentos de Lao Tsé, o Mestre, transcrevendo as aulas gravadas por Wu Jyh Cherng.

Mais tarde, já em Petrópolis e depois, em Sapucaia, passou a intensificar seus estudos de astronomia, mecânica celeste e cosmologia bem como do Tao Primordial, escrevendo sobre o I Ching, o Livro das Mutações, e o Tao Te Ching, o Livro do Caminho e da Virtude.

Em 1998, Janine construiu suas raízes no Sitio das Estrelas. Nesse lugar, encontrou-se com o Tantra primordial através a espiritualidade e os ensinamentos de Srii Srii Anandamurti, O Mestre.

O Sítio das Estrelas é um Ashram, com Janine como Guardiã, e onde mora e trabalha e abre a porteira para receber os Caminhantes que desejam usufruir dos Retiros Espirituais e Encontros sobre os Temas acima mencionados e dos Trabalhos e Vivências em Espiritualidade e Prática na Meditação e em Imersão no Auto-Conhecimento.

Namaskar! Eu saúdo você com minha mente e com meu coração!

Saiba mais sobre os Trabalhos de Janine Milward 
acessando sua Página Principal:

http://paginadajanine.blogspot.com.br/





Com um abraço estrelado,
Janine Milward
Seu Livro de Vida
Compêndio sobre Astrologia da Alma e do Auto-Conhecimento,
Em 22 Capítulos/Volumes
© 2008 Janine Milward


Namaskar!
Eu saúdo você com minha mente e com meu coração!







!